Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Campinas (02/05/2008) - HORÁRIOS E RESUMOS DAS CORRIDAS DO FIM DE SEMANA

Postado por Thiago Raposo sexta-feira, 18 de julho de 2008

F3 EURO SERIES - 1ª CORRIDA
Nico Hülkenberg domina a primeira corrida.
Foi realizada hoje a primeira corrida da segunda etapa da Fórmula 3 européia em Mugello. O alemão Nico Hülkenberg, piloto de testes da equipe Williams F1, dominou a primeira etapa com pole e vitória. Hülkenberg se recuperou do péssimo início de temporada em Hockenheim, quando abandonou a primeira prova e chegou apenas em último na segunda.
Mas o alemão não teve refresco durante toda corrida. Sofreu uma pressão do japonês Koudai Tsukakoshi por toda a prova e, no fim, conquistou a vitória.
Amanhã (04/05) acontecerá a segunda corrida da etapa italiana. Até o momento, esta é a classificação do campeonato.
1 Mortara 15
2 Mäki 13
3 Hülkenberg 12
4 v. d. Zande 11
5 Tsukakoshi 8
6 Kimball 8
7 Mailleux 8
8 Vietoris 7
9 Bianchi 6
10 Clairay 4
11 Vernay 4
12 Götz 3
13 Bird 1
14 Clos 1

WORLD SERIES BY RENAULT - 1ª CORRIDA
Foi disputada hoje na Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps, a primeira corrida da segunda etapa da categoria. Correndo em casa, o belga Bertrand Baguette da equipe Draco conquistou a vitória.
O espanhol Miguel Molina, que largou na pole, foi punido por ter queimado a largada. O mexicano Salvador Duran assumiu então a liderança da prova. Devido a um acidente, o Safety-car entrou na pista e, após a relargada, Molina começou a atacar Duran na briga pela ponta. Após algumas tentativas, conseguiu a ultrapassagem.
Entre os brasileiros, Mario Romancini (Epsilon) foi o décimo, Claudio Cantelli (Ultimate/Signature) o 12º e Fabio Carbone (Ultimate/Signature) o 15º.
O líder do campeonato, Giedo Van der Garde se envolveu num acidente com Julien Jousse e acabou abandonando a prova, o que serviu para embolar a classificação do campeonato, que é a seguinte:
1 Giedo Van der Garde (P1) 35 pontos
2 Mikhail Aleshin (Carlin) 18
3 Julien Jousse (Tech 1) 16
4 Guillaume Moreau (KTR) 16
5 Bertrand Baguette (Draco) 14
6 Alvaro Barba (Prema) 14

NASCAR - SPRINT CUP
Se tivesse que definir a corrida de ontem da NASCAR em uma palavra, com certeza seria “atípica”. Uma prova de 400 voltas, que foi liderada por 380 por Denny Hamlin.
Hamlin que corria em casa, já havia vencido a Nationwide series na Sexta e foi supremo na prova de Richmond. Mas corrida de carro é corrida de carro. Quando faltavam 20 voltas para o fim, o pneu dianteiro direito começou a perder pressão.
Foi ultrapassado magnificamente pela direita por Dale Earnhardt Jr. e pela esquerda por Kyle Busch. A torcida foi ao delírio, pois apesar de Hamlin ser o piloto da casa, a grande torcida americana é mesmo por Earnhardt Jr.
A três voltas para o final, Kyle Busch toca em Earnhardt Jr e o joga no muro.
O circuito inteiro “cai” em cima de Busch. Durante o acidente e antes da bandeira amarela ser acionada, Clint Bowyer consegue pular na ponta.
Na relargada, Bowyer mantém a ponta e conquista a vitória com Kyle Busch em segundo e Mark Martin em terceiro.
A classificação do campeonato ficou assim:
1 Kyle Busch 1495
2 Jeff Burton 1477
3 Dale Earnhardt Jr. 1391
4 Clint Bowyer 1372
5 Kevin Harvick 1350
6 Denny Hamlin 1349
7 Jimmie Johnson 1318
8 Tony Stewart 1297
9 Greg Biffle 1269
10 Carl Edwards 1230
11 Ryan Newman 1212
12 Kasey Kahne 1162

MOTO GP
Foi realizada nesta madrugada a quarta etapa da MOTOGP na China. O italiano Valentino Rossi, sete vezes campeão, fez as pazes com a vitória e numa exibição de gala garantiu os vinte e cinco pontos.
No início da corrida, a pista estava meio úmida e com risco de chuva, mas apesar disto a largada aconteceu sem nenhum incidente. O atual campeão Casey Stoner que largou em terceiro, passou Valentino e em seguida Colin Edwards que havia largado na pole. Stoner, porém espalhou numa curva e perdeu a posição para Edwards (que voltou à liderança) e Pedrosa (que depois de passar Rossi, ocupava a terceira posição).
Começa então a recuperação de Valentino. Primeiro foi Stoner, depois duas vezes Edwards (passou a primeira vez, espalhou, perdeu a posição, mas recuperou em seguida) e finalmente Pedrosa. Mas para quem acha que depois de assumir a liderança ele teve moleza, está enganado. Pedrosa seguiu pressionando-o por toda a prova, aliviando apenas nas últimas três voltas.
Outro destaque muito positivo da corrida foi o companheiro de Rossi, Jorge Lorenzo. Após um forte acidente na sexta-feira, largou na quarta posição, mas caiu para oitavo. Começou então uma super recuperação. Primeiro passou Hayden e depois veio Edwards, Doviziozo e Melandri. No fim, terminou na mesma quarta posição em que largou. Detalhe, ele fez uma operação recentemente no braço e machucou o tornozelo no acidente da sexta.
A próxima etapa será na França no dia 18 de Maio.
Nas brigas particulares:
Rossi 3 x 1 Stoner
Pedrosa 2 x 2 Lorenzo
A classificação do campeonato ficou assim:
1 Dani PEDROSA 81
2 Jorge LORENZO 74
3 Valentino ROSSI 72
4 Casey STONER 56
5 Loris CAPIROSSI 33
6 James TOSELAND 33

F3 EURO SERIES - 2ª CORRIDA
Na segunda corrida da rodada dupla da F3 européia, o finlandês Mika Mäki, estreante na categoria, conquista sua segunda vitória no ano e assume a liderança ao lado do italiano Edoardo Mortara com 19 pontos. Mäki largou na terceira posição e logo na primeira curva assumiu a liderança e de lá não mais saiu.
O alemão Nico Hülkenberg que venceu a primeira corrida terminou apenas na quinta posição.
A próxima rodada dupla acontece nos dias 31/05 e 01/06 na França. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Mäki 19
2 Mortara 19
3 Hülkenberg 14
4 v. d. Zande 11
5 Clairay 9
6 Bianchi 9
7 Tsukakoshi 8
8 Kimball 8
9 Mailleux 8
10 Vietoris 7
11 Vernay 4
12 Götz 3
13 Bird 1
14 Breen 1
15 Clos 1

STOCK CAR JR.
Olá amigos. Hoje estréia mais uma categoria aqui na nossa sessão “resumos” que é a Stock Car Jr. Tudo isto devido a RaceTv. Sem ela não teria como acompanhar a prova.
Sobre a corrida, o circuito estava úmido, mas não molhado. Caia alguns pingos o que serviu para garantir uma dose extra de emoção. Como após a vitória da Danica Patrick na IndyCar a moda é falar de mulher no automobilismo (não estou reclamando hein!), a única mulher do grid, Ana Lima teve problemas logo na segunda volta e acabou abandonando.
A briga pela primeira posição estava intensa entre Patrick Gonçalves, Lucas Finger, Daniel Pflaumer, Pedro Boesel e Sérgio Ramalho. Ramalho acabou sendo tocado por Boesel e caiu para o bloco intermediário.
Daí houve a entrada do Safety-car. Para quem não sabe, ele sempre entra na Stock Jr, tendo ou não acidente, para unir novamente o pelotão. Na relargada, Sérgio Ramalho e Fábio Fogaça se unem aos pilotos citados acima na briga pela ponta.
A cinco voltas do final, Fogaça, Ramalho e Boesel acabam dando um chega para lá mútuo, dão uma pequena escapada, atrapalham um pouco o Patrick Gonçalves e (deixam?)a briga (ficou) apenas entre o Finger e o Pflaumer.
Finger vinha na frente, mas na última volta Pflaumer deu o bote e venceu a prova, seguido de Finger em segundo, Boesel em terceiro e Fogaça em quarto.

DTM
Foi realizada neste Domingo a terceira etapa da DTM em Mugello na Itália. Com a superioridade demonstrada pelos Audi frente aos Mercedes na qualificação, tudo levava a crer que seria mais um passeio da equipe das quatro argolas. Dos quatro primeiros do grid, três Audis e apenas um Mercedes.
Não foi bem o que aconteceu. O pole Timo Scheider além de queimar a largada, perdeu a posição para Jamie Green e Paul Di Resta. Você deve estar estranhando: Como o cara queima a largada e perde a posição? É que ele percebeu que tinha queimado, tentou consertar dando uma freada e aí quando acelerou novamente já era tarde.
Ralf Schumacher se envolveu num acidente quando disputava uma posição na primeira volta e teve que abandonar a corrida. A partir daí a corrida ficou meio monótona. Apesar de algumas disputas aqui e ali, não houve troca de posições.
Com isto, a Mercedes que começou mal o fim de semana, fez dobradinha na Itália. A próxima etapa do campeonato será no dia 18 de maio em Lausitz. A classificação do campeonato ficou assim:
1º Timo Scheider (ALE/ Audi) 18
2º Jamie Green (ING/ Mercedes) 17
3º Mattias Ekstrom (FIN/ Audi) 14
4º Paul di Resta (ESC/ Mercedes) 13
5º Tom Kristensen (DIN/ Audi) 12
6º Martin Tomczyk (ALE/ Audi) 12
Nos construtores:
1º Audi 68
2º Mercedes 49

A1GP - SPRINT RACE
Foi realizada neste fim de semana na Grã-Bretanha a última etapa da A1GP, a copa do mundo do automobilismo. O britânico Robbie Kerr, correndo em casa, faturou a vitória na primeira corrida.
Mas o destaque ficou para a disputa do título entre Suíça e Nova Zelândia. A equipe suíça, franca favorita, já começou levando vantagem na qualificação da primeira corrida. Enquanto os neozelandeses ficaram apenas com o décimo lugar, a suíça garantiu a terceira colocação. Neel Jani, piloto suíço, fez uma corrida conservadora, chegou em quarto e conquistou assim o título da terceira edição da A1GP. Jonny Reid, piloto da Nova Zelândia ficou apenas em oitavo.
Brasil, quem?

A1GP - FEATURE RACE
Na segunda corrida do dia, com o campeonato disputado, restava a briga pela segunda posição. Nova Zelândia, Grã-Bretanha e França eram os países que ainda tinham chances de conquistar o vice-campeonato.
Mas quem roubou a festa foi à equipe indiana, que com o piloto Narain Karthikeyan (ex-piloto da equipe Jordan de F1) venceu a corrida. Na disputa pelo vice-campeonato a Nova Zelândia acabou mesmo conquistando com apenas um ponto de vantagem para a Grã-Bretanha.
Bem, vamos ao Brasil então. Vergonhoso o desempenho do time brasileiro. Numa categoria que os carros são todos iguais, e o que muda é apenas o piloto e o acerto. No caso brasileiro, os problemas gerenciais foram tantos que não da para analisar pilotos. As paradas de boxes, por exemplo, um desastre! Os mecânicos brasileiros conseguiam ser 4 segundos mais lento que todas as outras em quase todos os grandes prêmios. Chega, não perderei mais tempo falando deste timinho. Parabéns a Suíça!
A classificação final ficou assim: (reparem na quantidade de países com “expressão” no automobilismo na frente do Brasil).
1 Suíça - 168 pontos
2 Nova Zelândia - 127
3 Grã-Bretanha - 126
4 França - 118
5 África do Sul - 96
6 Irlanda - 94
7 Holanda - 87
8 Alemanha - 83
9 Canadá - 75
10 Índia - 61
11 Portugal - 59
12 Estados Unidos - 56
13 China - 55
14 Brasil - 44
15 Malásia - 25
16 México - 22
17 Austrália - 20
18 Itália - 12
19 República Tcheca - 10
20 Paquistão - 1
21 Indonésia - 1
22 Líbano - 0

STOCK CAR
Foi realizado em Brasília a segunda etapa da Stock car. Largando na pole, Ricardo Maurício (o Ricardinho) não teve dificuldades para vencer de ponta a ponta a corrida.
Alguns destaques da corrida são:
• A falta de sorte do Burti, que novamente tocado, rodou e terminou apenas na quarta posição;
• Cacá Bueno, com o carro quebrado, saiu mostrando o dedo para a torcida que gritava “elogios” para ele da arquibancada;
• Não da para entender porque o Thiago Camilo, que estava em segundo, não entrou junto com o Ricardinho para o abastecimento, pois estavam com Safet-car na pista!
A próxima etapa do campeonato será no dia 18 de Maio em Curitiba. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Marcos Gomes 45
2 Ricardo Mauricio 39
3 Thiago Camilo 29
4 A. Jorge Neto 24
5 Rodrigo Sperafico 19
6 Cacá Bueno 16
7 Popó Bueno 16
8 Luciano Burti 14
9 Hoover Orsi 13
10 Atila Abreu 10

FÓRMULA TRUCK
Uma festa foi o que aconteceu em Caruaru na terceira etapa da Fórmula Truck. Muito legal ver o autódromo lotado como estava.
O atual campeão da categoria, Felipe Giaffone, começou a mostrar as garras. Fez a pole, completou a volta 12 na frente e venceu a corrida!
Para quem não conhece a categoria, assim como eu não conhecia, quem completa a volta 12 na frente, marca 10 pontos no campeonato. Daí entra o Safet-truck na pista para reunir novamente todos os caminhões e uma nova largada, em movimento, é dada.
Mas a vida de Giaffone não foi assim tão fácil. Luiz Carlos Zappelini ficou no cangote dele por toda a corrida, e chegou até assumir a liderança. Mas por azar de Zappelini, ele pegou óleo na pista e acabou escapando e entregando a vitória de mão beijada. Completaram o pódio Piquet, segundo colocado, e Cirino terceiro.
A próxima etapa da categoria acontece no dia 01 de Junho em Fortaleza. A classificação do campeonato ficou assim:
1º Felipe Giaffone 53
2º Roberval Andrade 50
3º Geraldo Piquet 47
4º Valmir Benavides 44
5º Wellington Cirino 30
6º Beto Monteiro 24

WORLD SERIES BY RENAULT - 2ª CORRIDA
Aconteceu hoje a segunda corrida da World Series by Renault. Após um péssimo resultado no sábado do holandês Giedo Van Der Garde, líder do campeonato, o domingo foi tudo azul, aliás, tudo laranja para ele.
Das quatro etapas do campeonato 2008, Van Der Garde venceu três. É disparado o maior nome da categoria e tem tudo para faturar o título e o mais importante, a visibilidade que a categoria da aos pilotos na Fórmula 1.
Entre os brasileiros a coisa ta feia. Mario Romancini foi o 17º, Claudio Cantelli o 19º e Fabio Carbone não largou.
A próxima etapa do campeonato será no dia 25 de maio em Mônaco. Ficou assim a classificação do campeonato:
1 Giedo Van der Garde 48
2 Mikhail Aleshin 29
3 Marco Bonanomi 25
4 Salvador Duran 18
5 Julien Jousse 16
6 Guillaume Moreau 16

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters