Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

COBERTURA CAMPEÃ DE FIM DE SEMANA

Postado por Thiago Raposo sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Campinas- Começamos mais uma cobertura campeã de fim de semana. Gostaria de lembrar a todos que este post é atualizado diversas vezes no decorrer das competições com: resultados, comentários, fotos, vídeos e tudo mais para levar a você o melhor da velocidade!Não deixem de passar aqui nos próximos 3 dias para ver tudo o que rolou no Brasil e no Mundo sobre 2 e 4 rodas.Abraços!

CANADÁ

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
O brasileiro Christian Fittipaldi, após ser demitido da Américan Le Mans Series, reestreou hoje na Grand Am e chegou numa bela segunda posição.
Na largada da DP, o líder do campeonato, Scott Pruett chocou-se com o piloto Brian Frisselle, que acabou levando a pior e rodando. Pruett manteve a liderança, apesar do acidente. Fittipaldi começou muito bem e na segunda volta já ocupava a quarta posição.
Na GT a disputa pela liderança estava entre os pilotos: Eric Lux, Bryce Miller e Nick Ham.
Na volta 18, Pruett é tocado por Jon Fogarty, roda e perde algumas posições. Pelo incidente, Fogarty é punido e precisa passar pelos boxes para pagar a punição. Com isto, David Donohue assume a liderança. O brasileiro Osvaldo Negri assumiu o carro por volta dos 40 minutos de prova, mas logo abandonou com problemas. No fim da prova, o brasileiro Ricardo Zonta travou dois belos duelos: primeiro com Memo Rojas e depois com Alex Gurney, mas com este último ele foi um pouco mais agressivo e provocou um toque. Devido a isto, o brasileiro também recebeu uma punição. No fim, virou a corrida da “pane seca”. O companheiro de Fittipaldi, Antonio Garcia, dirigia no fim e ocupava a terceira posição. Faltando uma volta para terminar, o piloto que vinha em segundo, Joey Hand, teve pane seca e parou. Na última volta o líder da corrida, Darren Law também ficou sem combustível! Garcia partiu para ultrapassagem para vencer, mas foi fechado por Law e Greg Wilkins que vinha logo atrás se aproveitou e venceu a corrida com Garcia na segunda posição. Zonta terminou na décima primeira posição.
Na GT a vitória ficou com Robin Liddell com Sylvain Tremblay na segunda posição.
A próxima etapa acontece na próxima Sexta Feira em Watkins Glen e apenas os carros da DP vão competir. A classificação do campeonato ficou assim:
DP:
Pruett / Rojas 321
Fogarty / Gurney 258
GT:
Collins/Edwards 316
Ham / Tremblay 310



SPA-FRANCOCHAMPS - SEGUNDA CORRIDA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
A etapa de Spa começou mais cedo neste fim de semana, pois amanhã vai acontecer às 24 horas da FIA GT. Devido a isto, a primeira etapa foi realizada hoje no circuito belga e teve a vitória do inglês Oliver Turvey. O piloto que com o triunfo pulou para a vice-liderança do campeonato passou toda a corrida disputando e resistindo as pressões do neozelandês Brendon Hartley, que acabou chegando mesmo em segundo. O agora líder do campeonato, o espanhol Jaime Alguersuari, fechou o pódio. O mexicano Sérgio Perez que liderava o campeonato antes desta prova chegou apenas em sexto e saiu da ponta da tabela.
A segunda corrida da etapa de Spa acontece amanhã!

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
O vencedor da segunda corrida da Fórmula 3 Britânica foi o neozelandês Brendon Hartley. Com isto ele assumiu a quarta colocação no mundial, 22 pontos atrás o líder, o espanhol Jaime Alguersuari, que chegou apenas na quarta posição.
O mexicano Sérgio Perez que era o líder do campeonato antes desta etapa e que não se saiu bem na primeira corrida, se recuperou e chegou na segunda posição. O inglês Nick Tandy completou o pódio.
A próxima etapa do campeonato acontece no dia 16 de Agosto em Silverstone. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Jaime Alguersuari 164
2 Sergio Perez 163
3 Oliver Turvey 150
4 Brendon Hartley 142
5 Atte Mustonen 121
6 Sebastian Hohenthal 105
7 Marcus Ericsson 101



INTERLAGOS

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
E a Stock Car começa do jeito que já se esperava. Um carro da equipe Mattheis na ponta. Desta vez o responsável pelo feito foi Marcos Gomes que conseguiu sua primeira pole na categoria. Seu “companheiro” de equipe e líder do campeonato, Ricardo Maurício, sai da quarta posição. Thiago Camilo fez um bom treino e larga na segunda posição. O piloto promete não dar descanso para Marquinhos e quer quebrar a hegemonia da equipe Mattheis. O atual campeão, Cacá Bueno sai apenas na nona posição.

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Novamente deu um carro de Mattheis (foto) no alto do pódio. Foi à quinta vez em seis corridas no ano. Duas com Ricardinho e agora duas de Marcos Gomes, que venceu de ponta a ponta, sem dar chances aos concorrentes. Vamos ao resumo da corrida:
Daniel Serra teve problemas na volta de apresentação e teve que ir para os boxes. Pedro Gomes ultrapassa Thiago Camilo na largada e assume a segunda posição. O piloto William Starostik bateu na saída do ‘S’ e o safety car entrou na pista.
Na relargada não houve nenhuma alteração nas primeiras posições. Isto não quer dizer que não houve briga. Enquanto Marcos Gomes disparava na frente, Pedro Gomes, Thiago Camilo e Ricardo Maurício travaram um belo duelo pela segunda posição.
Cacá Bueno iniciou uma bela corrida de recuperação e já era o sexto na volta 10. Thiago Camilo foi o primeiro dos líderes a parar no boxe, logo que abriu a janela de reabastecimento. Juliano Noro que estava em quinto antes das paradas, parou na volta seguinte. Pedro Gomes teve problemas na volta 14 e veio lento pelo circuito, perdeu a posição para Ricardinho e Cacá, daí o carro voltou a funcionar. Ricardo Maurício e Pedro Gomes entraram na volta 15. Pedro Gomes abandona de vez na volta 16. Cacá Bueno para na volta 17 e Marcos Gomes na 18. Após as paradas, Marcos Gomes, Thiago Camilo, Ricardo Maurício e Cacá Bueno ocupavam as quatro primeiras posições. No final da prova, Cacá faz uma bela ultrapassagem em cima de Ricardo Maurício e assume a terceira posição. No fim, terceira vitória consecutiva em Interlagos de Marcos Gomes.
A próxima etapa do campeonato vai se no dia 31 de Agosto no Rio de Janeiro, a corrida do milhão. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Ricardo MAURICIO 113
2 Marcos GOMES 110
3 Cacá BUENO 69
4 Thiago CAMILO 71
5 Átila ABREU 44
6 Antonio Jorge NETO 43
7 Valdeno BRITO 36
8 Alceu FELDMANN 34
8 Giuliano LOSACCO 30
10 Popó BUENO 31



HUNGRIA - PRIMEIRA CORRIDA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
O brasileiro Bruno Senna, que disputa o título deste ano com o italiano Giorgio Pantano, começou muito mal o fim de semana. Largando da oitava posição, uma atrás do seu oponente e correndo no circuito de Hungaroring, onde as ultrapassagens são quase impossíveis, a missão do brasileiro não é nada fácil. Há quatro etapas do fim do campeonato e com 15 pontos atrás, é preciso muito mais do que foi feito.
Por outro lado, o outro brasileiro, Lucas di Grassi, atual vice-campeão da categoria, vai largar na terceira posição. Di Grassi não disputa o título, pois só voltou para a categoria há três etapas atrás e por ter perdido as primeiras etapas, não tem ou tem pouquíssimas chances de ser campeão. Na verdade o brasileiro briga mais com o francês Romain Grosjean, pois ambos são pilotos de testes da Renault e provavelmente disputarão alguma vaga na equipe no futuro. Apenas para constar, Grosjean é o pole.
Dentre os outros brasileiros, Diego Nunes é o 14º, Carlos Iaconelli o 23º e Alberto Valerio o 26º.

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Lucas Di Grassi vence e Bruno Senna chega na terceira posição.

Numa corrida morna e sem graça, como são todas na Hungria, o Brasil saiu com um belíssimo resultado. Além da vitória de Lucas di Grassi e a terceira posição de Bruno Senna, ainda tivemos Andreas Zuber na equipe brasileira, Piquet Sports, chegando na segunda posição.
A corrida foi basicamente decidida na largada: Di Grassi que saiu da terceira posição largou muito bem e assumiu a ponta, com Zuber colocado no seu carro. O pole, Romain Grosjean, não saiu bem e ainda tocou no líder do campeonato, Giorgio Pantano e os dois perderam várias posições.
Bom para Bruno Senna, que diminuiu sua vantagem para Pantano na briga pelo campeonato. Bom para Di Grassi, que na briga particular com Grosjean pela simpatia de Flávio Briatore, ganhou um moral a mais.
Dentre os outros brasileiros, Diego Nunes terminou na décima segunda posição, Carlos Iaconelli não terminou e Alberto Valerio nem largou. Amanhã acontece a corrida curta, e Bruno Senna tem grandes chances de diminuir ainda mais a diferença de Pantano sobre ele. A classificação momentânea do campeonato está assim:
1 G. Pantano 63
2 B. Senna 54
3 L. Di Grassi38
4 R. Grosjean 36
5 A. Zuber32



INTERLAGOS

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
A Stock Jr. começou bem movimentada e o paranaense Lucas Finger, vice-líder do campeonato, larga na frente. Seu oponente direto na luta pelo título, Patrick Gonçalves, larga na quarta posição. Finger precisa começar a descontar a grande diferença que Patrick tem sobre ele se quiser ser campeão. Com meia temporada disputada, o piloto está 38 pontos atrás. Em segundo lugar sai Fábio Fogaça e Rafael Negrão em terceiro.



DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Lucas Finger, que largou na pole da Stock Júnior, conquistou sua primeira vitória, de ponta a ponta em Interlagos. Foi um importante passo para o campeonato, ainda mais porque o líder Patrick Gonçalves não completou a prova. Agora a diferença entre os dois é de dezessete pontos.
Fábio Fogaça chegou na segunda posição, mas foi punido devido a um incidente com Sergio Ramalho, que ficou com o segundo lugar. Rafael Negrão completou o pódio da categoria. A próxima etapa será no dia 30 de Agosto no Rio de Janeiro. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Patrick Gonçalves 130
2 Lucas Finger 113
3 Pedro Boesel 78
4 Sergio Ramalho 73



INTERLAGOS

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
A equipe Pauta chega com tudo para a etapa de Interlagos e ficaram com as duas primeiras posições do grid. Rafael Daniel ficou com a pole e Gustavo Sondermann, que também compete nas pick-ups, com o segundo lugar.
O líder do campeonato, Fábio Carreira, sairá apenas da sétima posição o que pode acabar causando uma embolada no campeonato.

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
A corrida começou com um forte acidente. O piloto Eduardo Leite tocou em Luís Carreira Júnior que bateu forte no muro, pegou o Serafim Júnior pelo caminho que também foi parar no muro. A bandeira amarela foi imediatamente acionada.
Os três primeiros eram Rafael Daniel, Lico Kaesemodel e Gustavo Sondermann. Kaesemodel que fez uma ultrapassagem muito arrojada e talvez até excessiva para cima de Sondermann na largada, antes do acidente.
Na relargada Kaesemodel deu o bote para cima de Daniel na junção e assumiu a liderança. Enquanto isto Galid Osman assumiu a terceira posição em cima de Sondermann na freada da reta oposta. Olíder do campeonato começou a reação e assumiu a terceira posição ultrapassando Osman. Depois carreira foi para cima de Rafael Daniel, que vendeu caro a posição, mas acabou errando e além de Carreira, perdeu também a posição para Osman. Carreira foi então em busca de Kaesemodel que já estava alguns segundos na frente, mas rapidamente destruiu a diferença e assumiu a liderança rumo à vitória.
A próxima etapa do campeonato acontece no dia 30 de Agosto no Rio de Janeiro. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Fabio Carreira 98
2 Diogo Pachenki 63
3 Lico Kaesemodel 48
4 Afonso Bastos 52
5 Luís Carreira Jr 44



CANADÁ

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
O piloto Brad Keselowski (foto), vice-líder da NASCAR NATIONWIDE SERIES, tem uma boa chance de encostar no líder Clint Bowyer no próximo fim de semana em Montreal. A diferença entre os dois pilotos é de 173 pontos há treze provas para o fim da temporada.
Bowyer, que assim como Carl Edwards, David Reutimann, David Ragan e Greg Biffle, correm também na Sprint Cup que vai ter uma etapa em Pocono. Acontece que os treinos das duas acontecerão no mesmo horário o que vai impedi-los de treinar no Canadá. Eles chegarão lá horas antes da corrida e vão direto para a corrida. Kyle Busch, o grande nome da NASCAR este ano e que também corre nas duas, não vai correr na NATIONWIDE!

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
A corrida da Nationwide foi bastante emocionante e de certa forma especial. Primeiro por ter sido disputada num circuito misto, o de Montreal no Canadá, o mesmo que a Fórmula 1 corre. Segundo por ter vários pilotos convidados, dentre eles o campeão do mundo de Fórmula 1, Jacques Villeneuve. Terceiro por ter chovido e mesmo assim a NASCAR não finalizar a prova como de costume.
Scott Pruett, que o amigo leitor já deve estar familiarizado por causa da Grand Am, largou na frente e manteve a ponta após a largada com outro ex-F1 na segunda posição, Max Papis. Na segunda volta o australiano Marcos Ambrose ultrapassou Papis e assumiu a segunda posição. Devido à chuva em Pocono, os pilotos da Sprint conseguiram chegar a tempo para participarem da qualificação e com isto não saíram tão mal.
Na sétima volta começou a chover e a NASCAR paralisou a corrida para que fossem instalados os limpadores de párabrisa nos carros e que fosse efetuada a troca dos pneus. Após uns 10 minutos de paralisação os pilotos retornaram a pista e ficaram mais umas 5 voltas com bandeira amarela para se adaptarem a nova situação da pista.
Após a bandeira verde, descobrimos um mestre do piso molhado! Ambrose passou por Pruett e disparou na liderança. Papis também ultrapassou Pruett que deu uma erradinha. Na volta 21 uma nova bandeira amarela foi acionada porque o piloto Justin Marks parou na pista. Alguns pilotos arriscaram uma parada, dentre eles o canadense Ron Fellows que era um dos convidados da festa. Após a bandeira verde, Fellows iniciou uma belíssima prova de recuperação, tendo passado mais de 10 carros em pouquíssimas voltas. Villeneuve que estava na quinta posição, também começou a andar muito e depois de passar Carpentier, Pruett e Papis, ocupava a segunda posição, atrás apenas do australiano voador (ou seria nadador?) Marcos Ambrose.
Nova bandeira amarela e todos aqueles que ainda não tinham parado, fizeram a parada. Fellows que havia parado antes permaneceu na pista e pulou para a primeira posição. Dentre os que pararam, Ambrose foi punido por excesso de velocidade nos pits e com isto Villeneuve passaria a ser o novo líder assim que Fellows parasse novamente. A bandeira verde foi acionada, mas poucas voltas depois começou a despencar uma chuva fortíssima e a bandeira amarela foi novamente acionada. A chuva era tão forte que Villeneuve bateu no piloto Alex Garcia e Joey Logano bateu sozinho no muro. Como mais da metade da prova já havia sido completada, a NASCAR resolveu encerrar a corrida. Sorte de Ron Fellows que devido à estratégia de parar na primeira bandeira, permaneceu na pista durante a segunda e pulou para frente. Com a corrida encerrada antes, não foi preciso ele fazer outra parada e faturou a corrida. Dentre os líderes do campeonato, Clint Bowyer terminou na nona posição, Brad Keselowski na décima segunda e Carl Edwards na sexta. A próxima etapa acontece no próximo fim de semana em Watkins Glen. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Clint Bowyer 3216
2 Brad Keselowski 3043
3 Carl Edwards 3036
4 David Reutimann 2926
5 David Ragan 2885
6 Mike Bliss 2838
7 Kyle Busch 2828



HUNGRIA - SEGUNDA CORRIDA

DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)
O suíço Sebastien Buemi venceu hoje a segunda corrida da etapa húngara da GP2. O piloto, que na nobre opinião deste blogueiro, vai ser o grande concorrente de Bruno Senna na vaga da Toro Rosso no ano que vem, teve muita sorte ao ver o espanhol Andy Soucek, que estava na liderança da prova, errar e perder a primeira posição.
Lucas di Grassi fez uma belíssima largada e de sexto pulou para terceira posição. Aí faltou um pouco de calma para o brasileiro que forçou uma ultrapassagem para cima Mike Conway, piloto de testes da HONDA, e acabou tocando e provocando uma rodada do mesmo. A direção da prova deu uma punição para o brasileiro que perdeu a chance de vencer também a segunda prova.
Bruno Senna deu muita sorte devido a todos os problemas enfrentados pelo italiano Giorgio Pantano, mas é preciso mais para ser campeão. Senna esteve muito apático na corrida. Largou na sexta posição, não ultrapassou ninguém e só chegou em terceiro devido a problemas enfrentados pelos concorrentes.
Dentre os outros brasileiros, Diego Nunes ficou em 15º, Alberto Valerio em 17º e Carlos Iaconelli abandonou.
A próxima etapa do campeonato acontece no dia nos dias 23 e 24 de agosto na Espanha. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Giorgio Pantano 65
2 Bruno Senna 58
3 Lucas Di Grassi 39
4 Romain Grosjean 36
5 Sebastien Buemi 34
25 Alberto Valerio 0
26 Diego Nunes 0
28 Carlos Iaconelli 0



BRANDS HATCH - PRIMEIRA CORRIDA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
Os japoneses estão com tudo para a etapa de Brands Hatch da Superbike. Os três, Kiyonari, Haga e Kagayam, terminaram a primeira qualificação na frente e estão classificados para a super pole que vai disputada amanhã.
A categoria que está sendo dominada pelos dois australianos, Troy Bayllis e Troy Corser, chega à sua reta final, há cinco provas para o fim do campeonato.
Resta ver quem vai se dar melhor amanhã: Austrália ou Japão!

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
E deu Austrália no duelo contra o Japão. O líder do campeonato, Troy Bayliss, conquistou sua quinta pole na temporada e vigésima terceira na carreira. “Eu estou bastante feliz com o rumo que as coisas estão tomando neste fim de semana. No primeiro dia eu fiquei um pouco desapontado porque nós estávamos com problemas de aderência para entrar na curvas, mas hoje nós fizemos algumas alterações. Esta foi uma excelente pole, e foi uma grande conquista conquistá-la com estas condições e espero conquistar dois bons resultados amanhã.”.
Mas os japoneses ficaram na sua cola, e na segunda posição sai Noriyuki Haga com Ryuichi Kiyonari na terceira.

DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)
Se na qualificação a Austrália levou a melhor com Troy Bayliss, na corrida foi à vez do Japão se vingar e conquistar a vitória. Na largada, Bayliss manteve-se na frente e o outro australiano, Troy Corser, que largava da quinta posição, saiu muito bem e pulou para segundo.
Os oito primeiros ao fim do primeiro giro eram: Bayliss, Corser, Haga, Biaggi, Sykes, Kiyonari, Kagayama e Nieto. Na segunda volta Biaggi errou e foi ultrapassado por Sykes e Neukirchner. Lá na frente o japonês Haga superava o australiano Corser. O outro japonês, Kiyonari começou a fazer uma bela prova e ultrapassou na mesma volta Sykes e Corser para assumir a terceira posição. Tudo estava muito bem para os japoneses, mas Haga que ocupava a segunda posição caiu e perdeu várias posições.
A briga pela prova ficou então entre o australiano Bayliss e o japonês Kiyonari. Eles andaram várias voltas grudados, trocando vez ou outra de posição até que há quatro voltas para o final o japonês deu o bote fatal e partiu para a vitória. Bayliss ficou em segundo e Biaggi em terceiro.
A segunda bateria do dia começa em instantes.



HUNGRIA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
A Mclaren está sobrando no campeonato e o brasileiro Felipe Massa pode estar deixando sua penúltima chance de ser campeão escorrer por entre as mãos. Obviamente que se o piloto não conseguir este ano e no ano que vem, as chances dele ser mandado embora da Ferrari é muito grande.
Por outro lado, a vitória de Hamilton pode ser a oportunidade que o brasileiro precisava! Se ele terminar na frente do seu companheiro de equipe, o finlandês Kimi Räikkönen, faltarão apenas sete provas para o fim da temporada e pode ser que a Ferrari resolva logo elegê-lo como o piloto para brigar pelo título, pois se ele e o Kimi continuarem a dividir os pontos, vai ser difícil segurar a Mclaren e o Hamilton, que com mais experiência, não deverá cometer os mesmos erros que cometeu no ano passado.

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Acabou há pouco a qualificação para o grande prêmio da Hungria de Fórmula 1. Como todos sabem, o circuito de Hungaroring é extremamente travado e largar na frente é muito importante.
A primeira parte do treino foi um pouco surpreendente. As duas ‘Force India’ nas duas últimas posições (Fisichella (19) e Sutil (20)) foi normal. Depois a HONDA de Barrichello (18) e a Williams de Nakajima (17), tudo normal! O destaque mesmo foi à décima sexta posição de Nick Heidfeld de BMW. O piloto alegou ter sido atrapalhado pela Toro Rosso de Bourdais.
Na segunda parte o destaque ficou com o brasileiro Nelson Piquet que conseguiu ficar entre os 10 no último segundo da sessão. Algo diferente foi à desistência do alemão Nico Rosberg de tentar uma melhor posição. Faltando quatro minutos para o fim da treino, o piloto já estava fora do carro e sem capacete. Saíram nesta parte: Vettel (11), Buttom (12), Coulthard (13), Bourdais (14) e Rosberg (15).
Na última parte nenhuma surpresa, tudo o que se esperava aconteceu! Domínio total da Mclaren com Hamilton e Kovalainen na frente. Foi à décima pole do piloto inglês na categoria. O brasileiro Felipe Massa sai da terceira posição e com a sorte de ver seu companheiro, Kimi Räikkönen, apenas na sexta, com Kubica (4) e Glock (5) entre eles. Nas demais posições, tivemos os seguintes pilotos: Alonso (7), Webber (8), Trulli (9) e Piquet em décimo.


DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)

Pecado o que aconteceu com o brasileiro Felipe Massa hoje na Hungria. O piloto que largou da terceira posição conseguiu surpreendentemente terminar a primeira curva na primeira posição, depois de superar o inglês Lewis Hamilton e o finlandês Heikki Kovalainen. Daí para frente o piloto brasileiro foi perfeito. Andou forte quando precisou, poupou equipamento quando necessário, e há três voltas para o final da corrida, o motor Ferrari estourou e Felipe teve que abandonar a corrida. Como Hamilton furou o pneu de sua Mclaren na volta 40 e caiu várias posições no grid, a vitória ficou com Kovalainen. Foi a primeira vitória do piloto, que teve o nome confirmado nesta semana para a próxima temporada na Mclaren. E foi um podio de estréias, pois em segundo lugar ficou o alemão Timo Glock, atual campeão da GP2, que chega pela primeira vez entre os três primeiros. E o azarão Kimi Räikkönen, que não fez uma boa qualificação, que ficou quase que a corrida inteira preso atrás de Fernando Alonso, que deu uma escapada no meio da corrida, saiu como grande vencedor, pois além de diminuir sua distância para Hamilton, que chegou apenas na quinta posição, ainda ultrapassou Massa no campeonato. Nelsinho Piquet foi o brasileiro melhor posicionado, com o sexto lugar e Rubens Barrichello o décimo sexto.
A próxima etapa do campeonato acontece no dia 24 de Agosto em Valência. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Lewis Hamilton 62
2 Kimi Raikkonen 57
3 Felipe Massa 54
4 Robert Kubica 49
5 Nick Heidfeld 41
6 Heikki Kovalainen 38
11 Nelsinho Piquet 13
12 Rubens Barrichello 11



BRANDS HATCH - SEGUNDA CORRIDA

DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)
Troy Bayliss largou muito bem novamente e manteve a ponta. O japonês Kagayama caiu na primeira volta e perdeu várias posições! O outro australiano Troy Corser pulou para segunda posição com Haga em terceiro e Kiyonari em quarto.
Lá atrás o italiano Max Biaggi saiu da pista e perdeu várias posições. Haga assumiu a segunda posição, ultrapassando Corser na terceira volta. Kiyonari, que não queria perder contato com os líderes, também passou Corser.
Haga estava impossível e ultrapassou Bayliss na sexta volta e Kiyonari aproveitou e veio junto. Na oitava volta Kiyonari passou Haga, mas na mesma volta ele deu uma balançada e Haga recuperou a posição; os dois travaram uma bela briga, mas Kiyonari voltou à liderança no décimo giro.
No fim, domínio japonês com Kiyonari vencendo novamente em Brands Hatch. A próxima etapa acontece no dia 07 de Setembro em Donington Park.
1 Bayliss 334
2 Neukirchner 252
3 Corser 242
4 Checa 233
5 Haga 230



LONDRINA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
A sexta etapa da Fórmula Truck vai ser disputada neste fim de semana em Londrina. Correndo perto de casa, o catarinense Luiz Zappelini dominou o primeiro dia de treinos no circuito paranaense.
O dia foi marcado pelo tempo nublado e pela chuva o que acabou provocando preocupação entre os pilotos. O argentino Gastón Mazzacane está de volta a categoria, após ficar fora da última etapa por indisponibilidade na agenda.
Seguem os 5 melhores tempos do dia:
1) Luiz Zappelini
2) Wellington Cirino
3) Geraldo Piquet
4) Roberval Andrade
5) Leandro Totti

DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Não deu para o catarinense Luiz Zappelini que liderou os treinos de Sexta. A pole acabou ficando com o paranaense Wellington Cirino. O piloto da casa teve sorte, pois liderou a primeira parte da qualificação e quando iria se iniciar a parte final caiu uma chuva sobre o circuito e ninguém mais conseguiu melhorar os tempos. Ao seu lado sai o atual campeão, Felipe Giaffone.
O líder do campeonato, Geraldo Piquet, pegou óleo na pista, do caminhão de João Maistro, derrapou e bateu forte com Maistro. Piquet não participou da qualificação por que o caminhão estava muito danificado e foi obrigado a procurar uma oficina especializada em chassis em Londrina para colocar o caminhão na pista no domingo.

DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)
Wellington Cirino fez uma bela largada e manteve a ponta enquanto Roberval de Andrade pulou da sexta para a terceira posição.
Valmir Benavides e Beto Monteiro passaram Roberval que parecia estar com problema. Geraldo Piquet, numa bela prova de recuperação, já ocupava a décima posição na oitava volta, entretanto foi punido com passagem pelos boxes devido ao excesso de velocidade e perdeu várias posições.
Cirino completou a décima segunda volta na frente e conquistou 10 pontos. Giaffone passou em segundo e garantiu sete. Na relargada, Benavides passou Giaffone.
Beto Monteiro e Mazacanni são punidos por excesso de velocidade na volta 15. Mazacanni, na volta 17, recebe mais uma punição e acreditem, na volta 19 novamente, pela terceira vez.
Piquet, voando, já era o oitavo colocado na décima nona volta.
Na volta 20, o Pace-Truck entrou na pista por causa do óleo do motor estourado de Fabiano Brito.
Geraldo Piquet e Zapelini se tocam e o Pace Truck entra mais uma vez. Piquet é punido por excesso de velocidade quando passava pelos boxes para pagar outra punição e caiu para a décima sexta posição.
A corrida termina em bandeira amarela com a vitória de Wellington Cirino.



POCONO

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (01/08)
O atual campeão Jimmie Johnson vai largar na pole na prova de Pocono. O piloto está numa ótima faze no campeonato, pois foi segundo na penúltima corrida e venceu a última. Dale Earnhardt Jr., o piloto preferido deste blogueiro, vai largar na décima segunda posição. O grande nome do momento (que anda meio sumido), Kyle Busch, sai apenas da vigésima sétima posição. Buschinho já mostrou várias vezes que largar de trás não é um problema para ele, mas ele está precisando de uma vitória para espantar a má fase.
Faltam apenas seis provas para o início dos Play-Offs e o bixo está pegando na disputa pelas últimas vagas.


DESTAQUE DE SÁBADO (02/08)
Não foi possível a realização dos treinos livres hoje em Pocono porque caiu uma chuva no circuito 10 minutos antes do início da sessão. Os pilotos e chefes de equipes lamentaram muito, pois com este novo carro da Sprint, toda sessão de treinos livres valem ouro para se testar uma enormidade de acertos e mudanças.
A NASCAR achou melhor cancelar todas as atividades do dia, devido à quantidade de chuva que caia sobre o circuito e pela falta de perspectiva de melhoras. A sorte de todos é que a Sprint Cup correu neste mesmo circuito a pouco mais de um mês atrás e por isto já conhecem os caminhos das pedras.

DESTAQUE DE DOMINGO (03/08)
Mark Martin largou muito bem e assumiu a ponta na largada. Ao fim da primeira volta Kevin Harvick e Joe Nemechek se tocaram e provocaram bandeira amarela.
A bandeira verde foi dada na quinta volta. Kurt Busch rodou na volta oito e novamente a bandeira amarela foi acionada. Os cinco primeiros eram Mark Martin, Jimmie Johnson, Jeff Gordon, David Gilliland e Dale Jr.
Na volta 22 foi acionada a bandeira amarela programada, porque como não treinaram no sábado, a NASCAR achou prudente fazer esta parada para os pilotos fazerem acertos nos carros. Bandeira verde na volta 25. Daí tivemos um longo período de bandeira verde até que na volta 66 outra bandeira amarela por causa de detritos na pista.
A chuva começou e a bandeira vermelha foi acionada. Kasey Kahne que estava na frente ficou feliz achando que a prova seria encerrada, mas a chuva passou e foi dada a relargada. Carl Edwards, que estava supremo, conseguiu vencer pela terceira vez no ano. A próxima etapa acontece no próximo fim de semana em Watkins Glen. A classificação do campeonato ficou assim:
1 Kyle Busch 3059
2 Dale Earnhardt Jr. 2883
3 Carl Edwards 2874
4 Jimmie Johnson 2859
5 Jeff Burton 2833
6 Jeff Gordon 2678
7 Kasey Kahne 2592
8 Greg Biffle 2589
9 Tony Stewart 2569
10 Denny Hamlin 2547
11 Kevin Harvick 2520
12 Clint Bowyer 2512

1 Responses to COBERTURA CAMPEÃ DE FIM DE SEMANA

  1. O di Grassi está se saindo muito bem, impressionante...
    Gostaria de ver o Senna fazendo o mesmo no ano que vem: testando na F-1 e correndo na GP2. Aprende lá e não perde ritmo de corrida. É a junção ideal...

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters