Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Coluna no blog 'Automobilismo em Detabe"

Postado por Thiago Raposo segunda-feira, 11 de agosto de 2008


Campinas - Olá amigos! Está no ar minha coluna semanal no blog "Automobilismo em Debate". Dando continuidade às análises de meio de temporada, abordo as categorias que não foram comentadas na primeira parte. Para ler a matéria, clique aqui, ou se preferir, leia abaixo!


Bem amigos... Depois de uma semana em branco devido à inauguração do novo "Café com F1", volto com minha coluna semanal aqui no Automobilismo em Debate.
Como estava devendo, vai aí a segunda parte do balanço de algumas categorias, já que chegamos ao meio do ano.
  • Fórmula 1: A categoria máxima encontra-se totalmente aberta e é pura especulação fazer qualquer prognóstico. Vimos um domínio inquestionável da Ferrari nas primeiras corridas do ano, mas como é de praxe, a Mclaren trabalhou no desenvolvimento de melhorias e conseguiu superar a equipe italiana. Porém, vimos no grande prêmio da Hungria que as duas encontram-se equiparadas neste momento e vai ser um campeonato decidido nos mínimos detalhes e quem errar menos deverá levar o caneco. A Mclaren leva uma ligeira vantagem por ter definido o primeiro e o segundo piloto da equipe. Enquanto a Ferrari não fizer o mesmo, muitos pontos serão divididos entre Felipe e Kimi, e eles poderão fazer falta no Brasil.
  • DTM: A stock car alemã, que é composta de carros da AUDI e da MERCEDES, está bem equilibrada, mas não disputada. Equilíbrio porque o campeonato está embolado e com quatro nomes com chances de ser campeão: Timo Scheider e Mattias Ekström da AUDI e Jamie Green e Paul di Resta da MERCEDES. Mas não há disputa, pois a cada etapa o domínio muda de mão. Ou só dá AUDI ou só da MERCEDES. Não houve ainda nesta temporada uma corrida em que as duas estivessem bem a ponto de haver uma briga entre elas.
  • SUPERBIKE: Na superbike temos um domínio absoluto do australiano Troy Bayliss e dificilmente o título ficará com outro corredor. O único que poderia incomodar Bayliss seria o alemão Max Neukirchner, mas o piloto é muito inconstante e apesar de estar na vice-liderança do campeonato, está 82 pontos atrás do australiano.
  • Truck: Faltando quatro etapas para o fim da temporada, temos cinco pilotos na briga pelo título: Geraldo Piquet, Wellington Cirino, Roberval Andrade, Valmir Benavides e Felipe Giaffone. O equilíbrio na categoria é tanto que não me atrevo a indicar um favorito, mas a torcida é para o Piquet, pela simpatia que tenho pela família.
  • F3: Nas três Fórmulas 3 que acompanho, a situação é a seguinte:
  1. Sul americana: Quem é que vai parar os carros da Cesário? Pedro Enrique, Leonardo Cordeiro e Denis Navarro estão passeando na temporada 2008. O único corpo estranho no meio é Nelson Merlo da RC3 Bassani que está na terceira posição do campeonato.
  2. Européia: O grande favorito ao título é o alemão Nico Hülkenberg, piloto de testes da equipe Williams de F1. Mas no momento ele ocupa apenas a segunda posição no campeonato, um ponto atrás do italiano Edoardo Mortara. Correndo por fora, temos a nova grande promessa finlandesa, Mika Mäki, quatro pontos atrás de Mortara.
  3. Inglesa: A quatro etapas do fim da temporada, o principal campeonato de F3 do mundo, quatro pilotos estão com chances de levar o título: O espanhol Jaime Alguersuari que lidera o campeonato com 164 pontos, o mexicano Sergio Perez com 163, o inglês Oliver Turvey com 150 e o nezeolandes Brendon Hartley com 142. A minha torcida fica com o mexicano, que tem uma apoio muito grande da Telmex para levá-lo até a F1.

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters