Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

20 anos do primeiro passo rumo à eternidade - Estados Unidos

Postado por Thiago Raposo quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Campinas - Olá amigos! Continuando o especial sobre os 20 anos do primeiro título do brasileiro Ayrton Senna, vamos relembrar um pouco a sexta corrida daquela temporada, o grande prêmio dos Estados Unidos. Para você que perdeu os primeiros capítulos desta série, clique aqui para ler.

Estados Unidos


A Fórmula 1 desembarcou em Detroit, para aquela que seria a última passagem da categoria pela cidade. De 1989 a 1991 a prova foi disputada em Phoenix e de lá até o ano passado em Indianápolis. Era um circuito de rua, ao estilo Mônaco, com os muros muito perto da pista e com alto índice de acidentes. Cenário predileto de Ayrton Senna, que logo de cara marcou a sexta pole nas seis corridas do ano. Seu grande rival, Alain Prost, ficou apenas com a quarta posição, atrás de Berger e Alboreto. Piquet largou em oitavo e Gugelmin na décima terceira posição.
No sinal verde Senna manteve a liderança e Prost caiu para quinto ao ser ultrapassado pelo belga Thierry Boutsen, da Benetton. Mas logo no início da segunda volta o francês retomou à posição. Depois foi a vez de Alboreto e Berger serem ultrapassados por Prost. Senna já havia aberto uma grande diferença e começou a administrar a distância.
Enquanto isto um festival de acidentes e abandonos foram acontecendo. Mansell, Piquet, Berger, Alboreto, Gugelmin, Patrese dentre tantos outros. A corrida foi tão fácil para as Mclarens, que os dois pilotos colocaram uma volta em cima de todos os outros concorrentes.
No fim, Senna venceu a terceira na temporada, com Prost em segundo e Boutsen em terceiro. Completaram a zona de pontuação o italiano Andrea de Cesaris em quarto, com o britânico Jonathan Palmer em quinto e o italiano Pierluigi Martini em sexto (naquela época só os seis primeiros marcavam pontos).


A classificação do campeonato ficou assim:
1. Alain PROST 45
2. Ayrton SENNA 33
3. Gerhard BERGER 18
4. Nelson PIQUET 11
5. Thierry BOUTSEN 11
6. Michele ALBORETO 9

1 Responses to 20 anos do primeiro passo rumo à eternidade - Estados Unidos

  1. GiglioF1 Says:
  2. Thiago,

    Como sempre trabalho muito completo!!!
    Estive assitindo aqui em Estoril a quali da F 3.5... Outro brasileiro , Claudio Cantelli estava muito lento...
    É uma categoria rapido e interessante...e como gritam estes carros!!!
    Na F-1 acho que Massa pode sim estar um pouco mais leve...nao muito...observem as voltas lancadas de Kimi e Lewis...Eles erram mais de um vez... tem muito de braco nestes 0.6...

    Abraco

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters