Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Como vai você, eu preciso saber da sua vida...

Postado por Gisele Raposo quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Campinas – A coluna “Como vai você” desta semana falará sobre o piloto Emanuele Pirro. Ele nasceu em Roma, na Itália, em 12 de janeiro de 1962 e hoje, aos 46 anos, ainda está na ativa, disputando corridas.
Pirro começou a correr em categorias bases do kart aos 11 anos com grande incentivo de seu pai. Entre os anos de 1976/1979 passou a disputar o Campeonato Italiano de Kart e foi bicampeão da categoria. Em 1978, aos 16 anos, disputou o Campeonato Europeu de Kart e foi vice-campeão. Dois anos depois disputou a Fórmula Fiat Abarth italiana e venceu a temporada.
Entre 1981/1983 correu o Campeonato Europeu de Fórmula 3 e obteve no ano de estréia o 6º lugar geral com dois pódios (uma vitória). Em 1982, disputou 14 corridas, subiu ao pódio sete vezes (com três vitórias) e tornou-se vice-campeão. O último ano na categoria deu à Pirro oito pódios (duas vitórias), mas apenas o terceiro lugar no geral.
Em 1984 disputou a Fórmula 2, que depois se tornaria F3000 e então GP2, mas não obteve grandes resultados, foi apenas o 6 colocado geral. Nos dois anos seguintes, disputou a então Fórmula 3000 e conseguiu um 3º lugar geral (1985) e um vice-campeonato (1986).
Em 1987, dirigindo um BMW M3, Pirro foi o 4º colocado no Campeonato de Turismo. No ano seguinte, transferiu-se para o oriente e disputou provas da F3000 japonesa, na qual sem vitória alguma conseguiu ser o 3º colocado geral. Entretanto, seu maior foco neste momento eram os carros da McLaren, onde foi piloto de testes.
Em 1989, ainda disputando provas no Japão, Pirro estreou na Fórmula 1 sentado nos carros da Benetton por meia temporada, quando substituiu Johnny Herbert. Os dois anos seguintes também seriam de F1, mas desta vez a Benetton cedeu o lugar à Nelson Piquet e Pirro foi defender a Scuderia Italia, pilotando seus Dallaras (foto). Infelizmente, a equipe não era tão competitiva e deu a ele apenas as últimas colocações no geral.
A partir de 1992, Emanuele Pirro disputou provas de turismo, entre elas DTM (92) e turismo italiano (93 a 96). Em 1999, junto com Frank Biela, foi o 3º colocado na tradicional prova das 24h de Le Mans. Nos três anos seguintes, dividindo o assento do carro com Frank Biela e Tom Kristensen, Pirro foi por três vezes consecutivas vencedor das 24hs de Le Mans.
De 2001 pra cá, este romano vem disputando provas da American Le Mans Series, na categoria de protótipos. No ano de estréia, como companheiro de Frank Biela, foi vencedor da categoria; no ano seguinte, os dois foram quarto colocados. Em 2003, competindo com JJ Lehto e Stefan Johansson, teve seu pior desempenho na categoria: foi o décimo oitavo colocado.
Em 2004, Pirro fez apenas uma prova na ALMS (foto) e foi o 13º geral. Sua preferência neste ano foi a DTM, mas não obteve nada além do 11º lugar, se nenhuma vitória ou pódio na temporada.
Novamente na ALMS em 2005, e mais uma vez dividindo o carro com Biela, repetiu o sucesso do ano de estréia e conseguiu ser vitorioso. Em 2006, a dupla vitoriosa não fez tão bonito, foi apenas o 4º colocado no geral, mesmo com os 6 pódios (duas vitórias) na temporada.
Ainda em 2006, Pirro disputou mais uma etapa das 24h de Le Mans e conseguiu junto com Frank Biela e Marco Werner ser o vencedor da prova disputando pela primeira vez na história, com um carro movido a diesel, o Audi R10.
Em 2007, Pirro e Biela foram o 3º colocado no geral da ALMS e repetiram mais uma vez o bom resultado nas 24hs de Le Mans, com o mesmo carro movido a diesel.
Este ano (2008), Emanuele Pirro senta-se mais uma vez nos carros protótipos da Audi e até agora está na segunda colocação do campeonato (ainda em andamento), mas sua pontuação está longe dos líderes Marco Werner e Lucas Luhr: 105 de Pirro x 171 da dupla primeira colocada, isto a duas corridas para o final da temporada!

4 comentários

  1. Felipão Says:
  2. São 27 anos só de automobilismo...

    Um feito e ainda correndo por categorias tops...

     
  3. PIrro é demonstração de como a F1 é elitizada. Vc tem que ser muito bom para chegar a F1, melhor ainda para se manter na categoria e principalmente ter algo a mais para vencer corridas.

     
  4. Ron Groo Says:
  5. Pirro é um bom exemplo de atleta que ama o que faz. Se bem que nem sei se piloto é atleta.
    Ainda me causa espanto o nome desta seção... Roberto Carlos...
    Escrevi sobre algo fora dos padrões F1... olha lá!

     
  6. GiglioF1 Says:
  7. Thiago,

    Voce é arqueólogo???

    Abraco!!!

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters