Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

COBERTURA CAMPEÃ DO FIM DO SEMANA

Postado por Thiago Raposo quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Campinas - Começamos mais uma cobertura campeã do fim de semana. Gostaria de lembrar a todos que este post é atualizado diversas vezes no decorrer das competições com: resultados, comentários, fotos, vídeos e tudo mais para levar a você o melhor da velocidade!
Não deixem de passar aqui nos próximos 3 dias para ver tudo o que rolou no Brasil e no Mundo sobre 2 e 4 rodas.
Abraços!Clique nos links abaixo para acompanhar os destaques de uma categoria específica, ou se preferir, desça a barra de rolagem para ver o resumo total do fim de semana!

HOCKENHEIM - PRIMEIRA CORRIDA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

Será disputada em Hockenheim neste fim de semana a última etapa da Fórmula 3 européia. Com o título já decidido a favor do alemão Nico Hülkenberg (foto), piloto de testes da Williams, a briga se concentra no vice-campeonato. O italiano Edoardo Mortara com 49 pontos briga contra o francês Jules Bianchi com 42 e o finlandês Mika Mäki com 40.
A pole-position para a primeira etapa ficou com o campeão, seguindo por outro alemão, Christian Vietoris, e o italiano Mortara. Hülkenberg disse o seguinte após o treino: “Qualificações são sempre emocionantes. Com meu primeiro jogo de pneus, eu fiquei com a segunda marca, mas eu estava determinado a marcar a pole. Eu tentei de tudo e o trabalho deu certo. Ser pole pela sexta vez no ano comprova que sou tão bom quantos os outros.”.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Nico Hülkenberg segue impossível na fórmula 3 européia. Com o título conquistado por antecedência, o jovem piloto alemão segue vencendo na categoria. Hoje foi na primeira corrida da etapa de Hockenheim. “A pole de ontem foi muito comemorada e eu fiquei muito feliz com aquela volta. Hoje na corrida, nós estávamos muito bem. Nós conquistamos o título em Le Mans e agora estamos mostrando para todos que é o campeão”.
Renger van der Zande chegou na segunda posição e o finlandês Mika Mäki (foto) em terceiro. Com o resultado Mäki pulou para a terceira posição no campeonato, três pontos atrás do italiano Edoardo Mortara. Amanhã será disputada a segunda prova do fim de semana e a briga pelo vice-campeonato promete emoções fortes.



NASHVILLE

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

Depois de uma semana parada, a Nascar Nationwide retorna para a fase final. Serão quatro corridas seguidas que definirão o campeão da temporada 2008. Apenas dois pilotos possuem chances reais de ser campeão, e assim mesmo, a tarefa de um é quase impossível para alcançar o outro. Clint Bowyer, líder absoluto do campeonato com 4552 pontos, corre as etapas para administrar a vantagem.
Atrás dele, com 196 pontos atrás, Carl Edwards ainda luta para conseguir reverter a situação. Os dois não participaram dos treinos livres de hoje, pois como a Sprint corre em cidade diferente da Nationwide, eles preferiram participar da qualificação da principal. Os três primeiros de hoje foram: Mark Green (foto), David Stremme e Cale Gale.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Carl Edwards (foto) venceu a etapa da Nationwide e colocou fogo na disputa do título. Bowyer, que rodou durante a prova, chegou lá atrás e permitiu que a diferença entre os dois despencasse.
Bowyer e Edwards largaram das últimas posições, pois não participaram da qualificação. Como a Sprint acontece em Atlanta e a Nationwide em Memphis, os dois passaram a Sexta-Feira com a principal e chegaram a Memphis poucas horas antes do início da competição.
Os cinco primeiros no grid foram James Buescher, David Stremme, Josh Wise, Marc Davis e Mike Bliss. Logo na primeira volta Brad Keselowski se tocou com Jason Keller, rodou e a primeira bandeira amarela foi acionada. Na volta 30, o australiano Marcos Ambrose tocou com Bowyer e rodou. Uma nova bandeira amarela foi acionada. Keselowski se aproveitou da bandeira amarela e parou para fazer reparos no carro. Na volta 44 o piloto Ron Young rodou sozinho, mas como voltou imediatamente ao ritmo normal, a bandeira verde não foi dada. Na volta 70 Carl Edwards já havia ultrapassado todos os carros e assumido a liderança. Clint Bowyer era apenas o vigésimo primeiro. Na volta 125 o líder do campeonato, Clint Bowyer rodou e uma nova bandeira amarela foi acionada. Como muitos pilotos haviam feito pitstop com a bandeira verde, apenas quatro pilotos ficaram na volta do líder. Na volta 151 foi a vez de Kevin Hamlin provocar a quarta bandeira amarela. Ele bateu sozinho no muro de proteção. Ron Young rodou novamente faltando 50 voltas para o fim da prova e novamente a Nascar não deu a bandeira amarela.
No fim Edwards garantiu a vitória, com David Reutimann em segundo e Kenny Wallace em terceiro. Bowyer chegou apenas na décima sexta posição. A próxima etapa será no Sábado no Texas. Veja como ficou a classificação do campeonato:
1 Clint Bowyer 4667
2 Carl Edwards 4551
3 Brad Keselowski 4378
4 Mike Bliss 4168
5 David Ragan 4155
6 David Reutimann 4052



AUSTRÁLIA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

Depois de um mês e meio do fim da temporada, a Fórmula Indy volta para uma corrida festiva em Surfers Paradise na Austrália. Várias mudanças nas equipes, como por exemplo. O inglês Dan Wheldon que corrida pela equipe Ganassi, agora acelera o carro da Panther. Vitor Meira que corria na Panther, agora é piloto da Foyt. O ex-campeão Dario Franchitti, que depois de uma tentativa frustrada de correr na Nascar, voltou e desta vez na Ganassi.
A liderança no primeiro dia foi do australiano Will Power (foto) que avisou que “em casa, manda ele”. O brasileiro Hélio Castroneves, vice-campeão da temporada, ficou com a segunda posição. Franchitti foi o terceiro. O grande campeão, o neozelandês Scott Dixon, fez apenas a sétima marca.
Os outros brasileiros ficaram assim: Tony Kanaan ficou em décimo, Bruno Junqueira em décimo primeiro, Mario Moraes em décimo quarto, Vitor Meira em décimo sétimo e Jaime Camara em vigésimo primeiro.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Will Power (foto) confirmou o favoritismo por correr em casa e garantiu a pole para a etapa extra-campeonato da Fórmula Indy. A sessão começou com a pista muito molhada, pois uma forte chuva caiu no circuito trinta minutos antes do início.
O primeiro grupo a ir para a pista sofreu bastante com a quantidade de água e foi este o resultado: Classificados (Ryan Hunter-Reay; Alex Tagliani; Vitor Meira; E.J. Viso; Mario Moraes; Ryan Briscoe). Não classificados (Graham Rahal; Oriol Servia; Bruno Junqueira; Ed Carpenter; Townsend Bell; Danica Patrick).
O segundo grupo pegou uma pista em condições um pouco melhor, pois já começava a esboçar o aparecimento de um trilho. O resultado foi o seguinte: Classificados (Will Power; Tony Kanaan; Justin Wilson; Scott Dixon; Dario Franchitti; Helio Castroneves). Não classificados (Marco Andertti; Hideki Mutoh; Dan Wheldon; Jaime Camara; Buddy Rice; A.J. Foyt IV).
Na primeira parte da final, a pista já estava sensivelmente mais rápida, e os pilotos já conseguiam andar cerca de sete segundos mais rápidos do que os tempos da primeira parte. O resultado foi este: Classificados (1. Dixon; 2. Castroneves; 3. Dario Franchitti; 4. Briscoe; 5. Power; 6. Hunter-Reay). Não classificados (Tagliani; 8. Kanaan; 9. Wilson; 10. Viso; 11. Meira; 12. Moraes).
A parte final definiu a posição dos seis primeiros no grid. O resultado foi este:
1. Power
2. Dixon
3. Briscoe
4. Franchitti
5. Hunter-Reay
6. Castroneves
Dentre os outros brasileiros, Tony Kanaan ficou na oitava posição, Vitor Meira na décima primeira, Mario Moraes na décima segunda, Bruno Junqueira na décima sétima e Jaime Camara na vigésima.

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
O australiano Ryan Briscoe (foto) venceu a etapa extra-campeonato da Fórmula Indy disputada nesta madrugada em Surfers Paradise. O outro australiano, Will Power, que largou na pole, bateu no muro na volta 17 e abandonou a prova.
No início da corrida, Briscoe ultrapassou o campeão Scott Dixon. Esta manobra pode ter sido responsável pela vitória do piloto, pois no fim, o neozelandês chegou colado nele. Ainda no início da prova, teve um choque entre dois brasileiros: Mario Moraes e Vitor Meira se tocaram e o primeiro acabou rodando, mas conseguiu voltar. Porém na oitava volta, Moraes passou muito rápido pela zebra, bateu no muro do lado oposto e abandonou a prova. Foi a primeira bandeira amarela.
Alguns pilotos resolveram parar nos pits para troca de pneu e reabastecimento. Dentre eles, o brasileiro Hélio Castroneves. O piloto voltou atrás da Danica Patrick e na relargada, ao tentar ultrapassá-la, os dois se tocaram e o brasileiro furou o pneu. Ele teve que voltar aos boxes e perdeu várias posições.
Enquanto isto Will Power sumia lá na frente. O piloto da casa, com grande facilidade, disparava na liderança, até que na volta 18, bateu sozinho e abandonou. O outro australiano, Ryan Briscoe, agradeceu e assumiu a liderança da prova. Na volta 22 tivemos outra bandeira amarela. Três carros se chocaram e acabaram obstruindo a pista: E.J. Foyt, Graham Rahal e Ed Carpenter. Na volta 34 foi a vez de Tony Kanaan abandonar com problemas mecânicos.
No fim, Briscoe e Dixon travaram uma bela briga pela vitória, mas Briscoe soube se impor em casa. Dixon chegou em segundo e Ryan Hunter Reay em terceiro.
Dentre os brasileiros, Castroneves chegou na sétima posição, Vitor Meira em décimo quarto, Bruno Junqueira em décimo quinto e Jaime Camara em décimo nono.



JAPÃO - PRIMEIRA CORRIDA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

O brasileiro Augusto Farfus (foto) começou muito bem o fim de semana no Japão e fez o melhor tempo no treino da tarde. A maioria dos pilotos foram para a pista na primeira metade e deram muitas voltas, pois muitos não conheciam o circuito. Depois de fazer o melhor tempo, o brasileiro viu sua marca ser batida primeiro pelo francês Yvan Muller e depois pelo inglês Andy Priaulx, mas no final Farfus foi para a pista e assegurou a melhor marca.
A categoria chega ao Japão para a realização da última rodada dupla do ano e o campeonato está basicamente nas mãos de dois pilotos. Yvan Muller e Gabriele Tarquini. Nos lastros, os dois ao lado do espanhol Jordi Gené serão os pilotos com mais pesos: 70 quilos cada um.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Brasil na ponta no WTCC. Augusto Farfus conquistou a pole para a primeira prova do fim de semana da categoria. Após liderar as duas sessões de treino livre, o brasileiro confirmou a força ao conquistar a posição de honra no grid. Farfus fez volta mais rápida atrás de volta mais rápida, e no fim vinha numa volta voadora, mas abortou ao descobrir que a pole já estava garantida.
O alemão Jörg Müller ficou com a segunda posição e o italiano postulante ao título, Gabriele Tarquini, com a terceira. O líder do campeonato, o francês Yvan Muller, sai apenas da décima posição. Isto pode provocar uma embolada no campeonato e levar a decisão para a última etapa em Macau. Nenhuma das duas provas será transmitida pelo Sportv, que detém os direitos, mas o site Rojas Directa promete abrir link para quem quiser acompanhar online.

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
O grande vencedor da primeira prova do WTCC foi o sueco Rickard Rydell (foto). A prova começou com a pista molhada e uma leve chuva. O brasileiro Augusto Farfus, que largou na pole, foi tocado por Alain Menu e Jörg Müller e caiu para a décima terceira posição. Rydell começou então a disputar a liderança da prova contra o português Tiago Monteiro, até que conseguiu ultrapassá-lo.
Na briga pelo campeonato, o francês Yvan Muller chegou na sétima posição, marcando dois pontos, enquanto o seu grande oponente, o italiano Gabriele Tarquini, abandonou e não marcou nada.
No fim, Rydell, Müller e Priaulx completaram o pódio. Farfus chegou na sexta posição.



JAPÃO - SEGUNDA CORRIDA

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
Tom Coronel (foto) venceu a segunda corrida do fim de semana do WTCC no Japão. Foi a primeira vitória do holandês na categoria. Coronel, que largou na pole devido ao grid invertido, perdeu a primeira posição para o português Tiago Monteiro, que largou na segunda fila. Mas Coronel, que saiu com uma combinação diferente dos pneus (para pista molhada atrás e pista seca na frente), ultrapassou o português e recuperou a primeira posição. O líder do campeonato, o francês Yvan Muller, que largou na segunda posição, caiu para a quinta após a largada. O brasileiro Augusto Farfus também largou bem e manteve o terceiro posto.
O piloto português perdeu desempenho e várias posições, no fim terminou na sétima posição. Farfus terminou em segundo e o piloto independente, Sergio Hernández, na terceira posição. Muller terminou em sexto e o italiano Gabriele Tarquini abandonou novamente, deixando o título praticamente na mão do francês. A próxima etapa, que fecha o campeonato, será no dia 16 de Novembro em Macau. Confira como ficou a classificação do campeonato:
1 Yvan MULLER (FRA) 100
2 Gabriele TARQUINI (ITA) 86
3 Robert HUFF (GBR) 73
4 Rickard RYDELL (SWE) 72
5 Andy PRIAULX (GBR) 67
6 Jörg MÜLLER (GER) 60
7 Augusto FARFUS (BRA) 58



HOCKENHEIM - SEGUNDA CORRIDA

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
O francês Jules Bianchi (foto-centro) venceu a última etapa do ano da Fórmula 3 Européia. O piloto superou o japonês Koudai Tsukakoshi (foto-esquerda) que chegou na segunda posição e o grande campeão, Nico Hülkenberg (foto-direita), que chegou na terceira. O italiano Edoardo Mortara terminou na sexta posição, o que lhe garantiu o vice-campeonato da competição.
A prova foi marcada por uma série de acidentes, o que fez com que a corrida fosse interrompida antes do total das voltas programadas. Com isto, apenas metade dos pontos foram dados para os pilotos. Primeiramente, Christian Vietoris e Stefano Coletti se colidiram. Depois James Jakes teve problemas com o pneu, parou o carro na pista e o safety car foi novamente acionado. Por fim, Stéphane Richelmi bateu forte e a prova foi interrompida.
A classificação do final ficou assim:
1 Hülkenberg 85
2 Mortara 49,5
3 Bianchi 47
4 v.d. Zande 46
5 Mäki 46
6 Vietoris 36
7 Tsukakoshi 36
8 Vernay 35
9 Clairay 33
10 Mailleux 27



HOCKENHEIM

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

O campeonato de turismo alemão, o DTM, chega à última etapa com uma briga impressionante pelo título. De um lado a Audi com o alemão Timo Scheider (foto) com 65 pontos e do outro a Mercedes com o escocês Paul Di Resta (foto) com 63. Cada um tem duas vitórias no campeonato e neste Domingo duelam pelo título da categoria.
Hoje a vantagem foi do escocês que terminou o dia na frente. No primeiro treino Scheider estava visivelmente mais rápido que Di Resta, mas no segundo, o piloto da Mercedes apareceu em grande estilo. Foi o único piloto a andar abaixo de 1min33seg. Mas atrás dele tem um esquadrão de Audi, o que dá mostras que a briga vai ser impressionante.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
O sueco Mattias Ekström (foto) da Audi conquistou a pole para a última prova da temporada 2008 da categoria. O piloto superou o escocês Paul di Resta da Mercedes por apenas 0,040 segundos. Di Resta que disputa o título da categoria contra o alemão Timo Scheider da Audi, não terá vida fácil, pois o concorrente larga logo atrás dele, na terceira posição. Os companheiros de equipes serão fundamentais nesta briga e neste quesito, tudo parece estar empatado. Di Resta tem um Audi a sua frente para lhe complicar a vida, mas em contra partida, Scheider tem duas Mercedes atrás dele, Jamie Green e Bernd Schneider.

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
O alemão Timo Scheider (foto) venceu a prova da DTM e se sagrou campeão da temporada 2008. O piloto que largou da terceira posição deu um pulo e completou a primeira curva na liderança. O sueco Mattias Ekström, que largou na pole, se preocupou em bloquear o escocês Paul Di Resta que largou na segunda posição e que disputava o título contra o Scheider. Ekström pegou tão pesado com Di Resta que acabou tomando uma punição de três segundos.
Enquanto isto Scheider mandava ver lá na frente. Na primeira parada Di Resta tentou a estratégia de ficar mais tempo na pista. Não funcionou! Na segunda parada o escocês inverteu a estratégia e parou primeiro. Também não deu certo. Scheider, tranquilamente, levou o carro até o final na liderança e conquistou o título da categoria. Di Resta, que chegou na segunda posição, foi o segundo e James Green o terceiro. A classificação final do campeonato ficou assim:
1 Scheider 75
2 Di Resta 71
3 Ekström 56
4 Green 52
5 Spengler 38
6 Schneider 34
7 Tomczyk 32
8 Kristensen 27



VALÊNCIA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

O norte-americano Nicky Hayden (foto) começou na frente no primeiro dia de treinos da última etapa da categoria. O piloto que conquistou o título da categoria em Valência há dois anos, volta ao palco da gloria para tentar fechar o ano com chave de ouro. O piloto que correrá pela Ducati no ano que vem, faz a sua despedida da Honda. As duas sessões do dia foram debaixo de muita água devido à forte chuva que caiu no circuito.
O outro piloto da Honda, Daniel Pedrosa fez o segundo melhor tempo do dia, o espanhol Jorge Lorenzo foi o terceiro, o vice-campeão do campeonato e futuro companheiro de Hayden, o australiano Casey Stoner, foi o quarto e o grande campeão, o italiano Valentino Rosse, o quinto.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Casey Stoner (foto) passou o americano Nicky Hayden para trás, e conquistou a pole para a última etapa do ano na categoria, em Valência. Hayden ainda viu seu companheiro de equipe, o espanhol Daniel Pedrosa conquistar a segunda posição e ficou apenas com a terceira marca. Com o título decidido para Valentino Rossi, o segundo lugar para Casey Stoner e o terceiro para Daniel Pedrosa, a categoria corre mais para cumprir tabela e proporcionar a festa para os torcedores. Lorenzo larga na sétima posição e Valentino na décima.


DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
A última corrida da MotoGP foi extremamente chata. Sem nenhuma emoção, a prova foi decidida nas primeiras seis voltas das 30 da corrida. Casey Stoner (foto), que largou na pole, perdeu a posição para o espanhol Daniel Pedrosa, mas na segunda curva recuperou a posição. Valentino que largou na décima posição completou a primeira volta em sétimo, foi passando os concorrentes até que na sexta volta já era o terceiro. E aí a prova acabou! Stoner abriu uma boa diferença para Pedrosa que abriu uma boa diferença para Rossi que abriu uma boa diferença para Dovizioso. A prova continuou assim por 24 voltas até a bandeirada final.
No fim, a classificação do campeonato de 2008 ficou assim:
1 Valentino ROSSI ITA 373
2 Casey STONER AUS 280
3 Dani PEDROSA SPA 249
4 Jorge LORENZO SPA 190
5 Andrea DOVIZIOSO ITA 174
6 Nicky HAYDEN USA 155
7 Colin EDWARDS USA 144
8 Chris VERMEULEN AUS 128
9 Shinya NAKANO JPN 126
10 Loris CAPIROSSI ITA 118



ATLANTA

DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (24/10/2008)

É eu sei, já está ficando chato escrever sobre o destaque de Sexta-Feira da Nascar. Mais uma vez a chuva caiu, a qualificação foi cancelada e lá vão os carros seguirem a ordem do campeonato para a largada.
Jimmie Johnson (foto-branco), que praticamente já garantiu o título, agradece, pois a possibilidade dele liderar a primeira volta é alta e na Nascar quem lidera ao menos uma volta ganha 5 pontos extras. E mais, a probabilidade dele liderar o maior número de voltas também é alta, já que ele larga lá da ponta. Aí seriam mais 5 pontos extra. Parece que nada pode parar o número 48.
Vamos então à classificação dos doze primeiros e automaticamente os doze primeiros do grid: 1 Jimmie Johnson, 2 Greg Biffle, 3 Jeff Burton, 4 Carl Edwards, 5 Clint Bowyer, 6 Kevin Harvick, 7 Jeff Gordon, 8 Tony Stewart, 9 Dale Earnhardt Jr., 10 Matt Kenseth, 11 Denny Hamlin, 12 Kyle Busch.

DESTAQUE DE SÁBADO (25/10/2008)
Foi divulgado pelo Roberto Figueroa, narrador do Speed Channel, que a equipe Red Bull foi flagrada com irregularidades e que o piloto Brian Vickers (foto) teria alguns pontos retirados devido a isto. Kevin Hamlin (foto) e Craig Smokstad, que são chefes da equipe, foram suspensos por tempo indeterminado.
Não foi a primeira vez neste ano que a Nascar descobriu manobras maliciosas das equipes. No começo da temporada, Carl Edwards teve uma vitória caçada devido a isto, e nos últimos meses a equipe Toyota também se viu envolvida em polêmicas.
Enquanto isto, Jimmie Johnson e seu Chevrolet seguem imbatíveis lá na frente, rumo ao terceiro título.

DESTAQUE DE DOMINGO (26/10/2008)
O grande vencedor da etapa de Atlanta da Nascar Sprint Cup foi Carl Edwards. O piloto que entrou em quarto no campeonato, sai como vice-líder. Porém, o grande show foi dado pelo favoritíssimo ao título, o piloto do carro número 48, Jimmie Johnson. Quando faltavam mais ou menos 13 voltas para o fim da prova, uma bandeira amarela foi acionada devido a um acidente. Como todos os carros haviam parado poucas voltas antes, o mais lógico era que ninguém fizesse outra parada, pois todos tinham combustível suficiente para levar os carros até o fim. No entanto, Johnson e o seu chefe de equipe resolveram apostar e fizeram a parada. A bandeira verde foi dada faltando 8 voltas e o piloto ocupava a décima primeira posição. Com os pneus mais novos, o bi-campeão da categoria deu um show. Foi passando um a um e terminou a prova na segunda posição.
Apesar da vitória de Edwards, Johnson abriu ainda mais a vantagem para o segundo lugar. Antes da prova ele tinha 149 pontos a frente de Greg Biffle, que era o segundo, e agora tem 183 a frente de Edwards. Faltando apenas três provas para o fim do campeonato, se não cometer nenhum erro, o piloto levará fácil - fácil este título. A próxima etapa será Domingo que vem no Texas. Veja como ficou a classificação do campeonato:
1 Jimmie Johnson 6248 Leader
2 Carl Edwards 6065 -183
3 Greg Biffle 6063 -185
4 Jeff Burton 6030 -218
5 Kevin Harvick 5941 -307
6 Jeff Gordon 5936 -312
7 Clint Bowyer 5934 -314
8 Tony Stewart 5847 -401
9 Matt Kenseth 5835 -413
10 Dale Earnhardt Jr. 5829 -419
11 Denny Hamlin 5823 -425
12 Kyle Busch 5783 -465

1 Responses to COBERTURA CAMPEÃ DO FIM DO SEMANA

  1. mto boa a cobertura Thiago, realmente campeã.

    Quem dera eu ter como fazer cobertura de várias categorias como vc faz.

    Eu não consegui verificar, mas acho q vcs cobrem a ALMS também, certo? Se sim, eu quero falar dela também no meu blog, posso consultar seus textos?

    Parabéns e abços.

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters