Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

A1 GP

Postado por Thiago Raposo sábado, 17 de janeiro de 2009

Campinas – Esta é a sessão dedicada a A1 GP. A categoria é considerada a "Copa do Mundo" do automobilismo, porque a competição é de país contra país. Cada nação é representada por um carro onde o piloto e o chefe da equipe precisam ser obrigatoriamente do país que representa.
Clique nos links abaixo para se informar sobre as datas das provas, para conferir a classificação, para conhecer quais são as equipes e quem são os pilotos e para obter mais informações sobre este campeonato.


DiaEtapa

05 OutubroHolandaResultadoDestaques
09 NovembroChinaResultadoDestaques
23 Novembro
MalásiaResultadoDestaques
25 Janeiro
Nova Zelândia
ResultadoDestaques
22 Fevereiro
África do Sul
ResultadoDestaques
12 Abril
PortugalResultadoDestaques
03 Maio
Inglaterra
ResultadoDestaques



1 Irlanda 112 13 México 19
2 Suíça 95 14 África do Sul 19
3 Portugal 92 15 Brasil 18
4 Holanda 75 16 Italia 17
5 França 47 17 Líbano 8
6 Malásia 43 18 China 7
7 Nova Zelândia 36 19 Coréia 4
8 Austrália 36 20 Indonésia 3
9 Mônaco 35 21 Alemanha 2
10 Grã-Bretanha 28 22 Canadá 0
11 Estados Unidos 24 23 Paquistão 0
12 Índia 19







África do Sul
Único país do continente africano representado na categoria está lá desde o primeiro campeonato, na temporada 2005/2006. Nas quatro temporadas já teve os seguintes pilotos a bordo de seu carro: Gavin Cronje, Jennifer Murray, Wesleigh Orr, Tomas Scheckter, Stephen Simpson, Alan van der Merwe, Adrian Zaugg. Conquistou três vitórias até hoje e terminou as temporadas nas seguintes posições:
  • 2005/2006: 17º
  • 2006/2007: 14º
  • 2007/2008: 5º
Adrian Zaugg
4 Novembro 1986
Disparado o piloto que mais disputou corridas na categoria pelo país, com 38 largadas, foi o responsável pelas três vitórias até hoje. Além da A1 GP, disputou a temporada 2007 da GP2, pela equipe Arden, terminando na 18ª posição. Teve também passagens pela Fórmula BMW e World Series by Renault.


Alemanha
Dirigido por Rolf Beisswanger, estreou nos anos de 2005/2006. Já teve em seu assento pilotos como Michael Ammermüller, Timo Scheider, Adrian Sutil e Nico Hülkenberg responsável pelo campeonato da equipe em 2006/2007, somando sozinho nove em onze vitórias em corridas na equipe. Ainda não colocou seu carro na pista na temporada 2008/2009.



Austrália
Dirigida pelo ex-campeão de F1 Alan Jones, a equipe somou 118 pontos desde 2005/2006, quando estreou no campeonato. Já defenderam a equipe: Ryan Briscoe, Will Davison, Christian Jones, Marcus Marshall, Will Power, Ian Dyk e Karl Reindler. Sem nenhuma até hoje, a Austrália terminou nas seguintes posições:
  • 2005/2006: 13º
  • 2006/2007: 13º
  • 2007/2008: 17º
John Martin
8 de julho de 1984
Campeão da Fórmula Ford Australiana em 2006, com oito vitórias, John Martin disputa pela segunda vez a A1GP. Na temporada de 2007/2008 conquistou 18 pontos e foi o 17º no geral. Há dois anos compete também na Fórmula 3 Britânica, sendo que no ano passado defendeu a equipe do piloto de F1 Kimi Räikkönen.


Brasil
Na quarta temporada na A1GP, o time dirigido pelo campeão de F1 Emerson Fittipaldi obteve como melhor posição o sexto lugar no ano de estréia, quando Nelsinho Piquet garantiu a primeira e única vitória do País na competição. Já sentaram no cockpit verde-e-amarelo: Bia Figueiredo, Ruben Carrapatoso, Christian Fittipaldi, Sérgio Jimenez, Raphael Matos, Vitor Meira, Tuka Rocha, entre outros.
  • 2005/2006 6º
  • 2006/2007 18º
  • 2007/2008 14º
Felipe Guimarães
22 de março de 1991
Rookie na temporada passada da A1GP, assumiu o assento este ano desde o começo. Não conseguiu nenhuma vitória até o momento na categoria, seu melhor resultado foi a sétima posição na chegada da corrida da Malásia, em 2008/2009.


Canadá
Dirigido por Wade Cherwayko, empresário cujo nome é forte no ramo de combustíveis, desde a estréia do time na categoria, em 2005/2006. Levou o Canadá a 64 GP até então com o assento ocupado por pilotos como: Patrick Carpentier, Sean McIntosh, James Hinchcliffe, Kevin LaCroix, Robert Wickens e Daniel Morad. Ainda não estreou na temporada 2008/2009.
  • 2005/2006 11º
  • 2006/2007 11º
  • 2007/2008 9º



China
A equipe do país mais populoso do mundo já esteve presente em todas as corridas desde sua estréia na temporada 2005/2006, sempre comandada por Liu Yu. Marcou até agora 87 pontos, com dois pódios, mas nenhuma vitória. Já passaram pela equipe: Ho Pin Tung, Cheng Cong Fu, Marchy Lee entre outros.
  • 2005/2006 22º
  • 2006/2007 15º
  • 2007/2008 13º
Ho-Pin Tung
4 de dezembro de 1982
Campeão da Fórmula BMW, em 2003, e da Fórmula 3 Alemã em 2006, estreou na A1GP na temporada 2006/2007 e subiu ao pódio uma vez, com um terceiro lugar. Esteve fora do campeonato de 2007/2008, quando foi substituído por Cheng Cong Fu e voltou agora para 2008/2009, sendo o nono lugar a melhor posição de chegada até agora.


Coréia
Uma das estreantes do ano, já que não competiu em outra temporada da A1GP, é chefiada por Jung-Yong Kim. Disputou quatro corridas e possui quatro pontos advindos da sétima posição de chegada na corrida da Holanda. Seu único piloto é Jin Woo Hwang.
Jin Woo Hwang
15 de agosto de 1983
Jovem promessa do automobilismo coreano estreou na A1GP na temporada 2008/2009. Participou das corridas da Holanda, quando pontuou na segunda corrida do final de semana (com quatro pontos), e da China, em Chengdu. Largou apenas na primeira corrida da Malásia, mas não a completou.


Marco Andretti
13 de março de 1987
Filho do chefe da equipe norte-americana, Marco Andretti compete na Fórmula Indy desde 2006 e apresentou bons resultados por lá. Assumiu o carro da A1GP apenas este ano, na segunda rodada do campeonato. Além de pontuar na estréia, subiu ao pódio no final de semana seguinte com a terceira colocação.
Estados Unidos
Estreante em 2005/2006,é comandada por Michael Andretti, ex-piloto e dona da equipe da Fórmula Indy, Andretti Green Racing. Sem perder nenhuma largada, subiu ao pódio algumas vezes, garantindo uma vitória em Shangai, na temporada 2007/2008. Já sentaram em seus bólidos: Ryan Hunter-Reay, Scott Speed, Bryan Herta, Marco Andretti entre outros.
  • 2005/2006 16º
  • 2006/2007 9º
  • 2007/2008 12º
Charlie Kimball
20 de fevereiro de 1985
Disputou apenas a primeira rodada do campeonato neste ano, ainda conseguiu marcar volta mais rápida e pontuar. Foi substituído por Marco Andretti depois disso.


Löic Duval
12 de junho de 1982
Piloto titular da equipe francesa da A1GP, desde 2006/2007, é responsável por 17 pódios (e três vitórias). Já foi campeão de Fórmula Renault 2000 francesa em 2003 e foi oitavo colocado nas 24 horas de LeMans em 2008. Foi substituído durante a rodada da China, por Nicolas Prost, mas na etapa seguinte já retornou ao carro francês.
França
Campeã da A1GP no ano de estréia da categoria, em 2005/2006, a equipe é comandada por Jean Paul Driot, proprietário da equipe DAMS (vencedora na F3000 e que já enviou vário nomes à F1, como Olivier Panis e Sébastien Bourdais). Já teve no assento francês: Franck Montagny, Löic Duval, Alexandre Prémat, Nicolas Lapierre entre outros.
  • 2005/2006 1º
  • 2006/2007 4º
  • 2007/2008 4º
Nicolas Prost
18 de agosto de 1981
Estreou na A1GP na temporada 2007/2008, como rookie, e na temporada deste ano substituiu Löic Duval em uma rodada, sendo que pontuou na primeira corrida do final de semana. O piloto é filho do tetra-campeão de Fórmula 1, Alain Prost.


Grã-Bretanha
Presente na A1GP desde o começo, em 2005/2006, tem sido terceira colocada no geral desde então. É comandada por Tony Clements, admirador de Mohammed Ali e Pelé. Já passaram pela equipe Oliver Jarvis, Darren Manning, Danny Watts e Robbie Kerr – quem disputou mais vezes pelo time até agora, 46 vezes. Estreou apenas na segunda rodada da temporada 2008/2009.
  • 2005/2006 3º
  • 2006/2007 3º
  • 2007/2008 3º
Danny Watts
31 de dezembro de 1979
Companheiro de equipe de Kimi Räikkönen na Fórmula Renault, foi campeão da categoria em 2000. Estreou na A1GP em 2007/2008 como rookie. Na temporada 2008/2009 foi escolhido titular da equipe e estreou na segunda rodada com pódio nas duas corridas (dois terceiros lugares).



Robert Doornbos
23 de setembro de 1981
Ex-piloto da Red Bull na Fórmula 1, substituiu Bleekemolen na etapa de Xangai, da A1GP, e conseguiu um pódio com sua segunda colocação.
Holanda
Comandada pelo ex-piloto de F1 e vencedor das 24horas de LeMans em 1988, Jan Lammers, a equipe estreou na A1GP em 2005/2006. Participou de todas as corridas até então, com duas vitórias (uma em 2005/2006 com Jos Verstapen e outra em 2006/2007 com Jeroen Bleekemolen). Outro piloto que defendeu a equipe foi: Renger van der Zande.
  • 2005/2006 7º
  • 2006/2007 5º
  • 2007/2008 7º
Jeroen Bleekemolen
23 de outubro de 1981
Desde a estréia da equipe na A1GP, Bleekemolen subiu ao pódio com vitória na temporada de 2006/2007. Fora da copa do mundo do automobilismo, o piloto já foi campão em diversas categorias, tais como Fórmula Ford Holandesa, Copa Clio Holandesa e Porsche Supercopa.


Índia
Além de piloto, o indiano Narain Karthikeyan é o responsável pela equipe. Os seguintes pilotos já passaram por lá: Karun Chandok, Armaan Ebrahim, Parthiva Sureshwaren e Narain Karthikeyan.
Confira as posições ocupadas nas três primeiras temporadas:
  • 2005/2006 24º
  • 2006/2007 16º
  • 2007/2008 10º
Narain Karthikeyan
14 de Janeiro de 1977
Ex-piloto de Fórmula 1, correu a temporada 2005 pela equipe Jordan. Participou daquela famosa corrida nos Estados Unidos, onde participaram apenas 6 carros, e terminou em quarto, marcando os únicos pontos na categoria. Depois virou piloto de teste da Williams e passou para a A1 GP.


Indonésia
Dirigida por Bagoes Hermanto, ex-piloto de competições asiáticas (F2000, F-Palmer etc), a equipe estreou no campeonato 2005/2006. Não conquistou grandes resultados durante as provas, garantindo apenas 18 pontos até o momento. Já passaram pelo time: Zahir Ali, Ananda Mikola, Moreno Soeprapto e Satrio Hermanto.
  • 2005/2006 18º
  • 2006/2007 21º
  • 2007/2008 21º
Satrio Hermanto
29 de junho de 1984
Vencedor da Fórmula 3 asiática em 2006, passou a defender o time Indonésio na temporada 2007/2008 com o saldo de apenas um ponto conquistado a última prova da temporada (por sua décima posição no grid).


Irlanda
A equipe está na A1GP desde seu começo sem deixar de participar de nenhuma corrida. É comandada por Max Gallagher, um ex-piloto de carreira curta que deixou as pistas para o mundo dos negócios automobilísticos. Já passaram pela equipe: Michael Devaney, Ralph Firman e Richard Lyons.
  • 2005/068º
  • 2006/0719º
  • 2007/086º
Adam Carrol
26 de outubro de 1982
Participou de corridas pela Fórmula 3 Britânica, DTM e GP2, sem resultados expressivos. Estreou na A1GP na temporada 2007/2008, ao substituir Ralph Firmann na segunda etapa do ano, obteve quatro pódios e uma vitória.


Eduardo Piscopo
4 de fevereiro de 1988
Terceiro colocado na Fórmula 2.0 italiana em 2006, Piscopo estreou na A1GP na temporada 2007/2008 ao substituir Enrico Toccacelo a partir da quinta etapa do campeonato. Sua melhor marca no grid foi uma quinta posição na prova da Malásia na temporada 2008/2009.
Itália

Desde 2005/2006 na categoria o time dirigido pelo ex-piloto de F1 Piercarlo Ghinzani obteve como melhor resultado a sétima colocação geral, no campeonato de 2006/2007. Neste mesmo ano conseguiu seu primeiro e único pódio, na etapa da China, com Enrico Toccacelo. Já passaram pela equipe Max Papis, Alessandro Pier Guidi, além de Fabio Onidi, Enrico Toccacelo e Edoardo Piscopo.
  • 2005/06 14º
  • 2006/07 7º
  • 2007/08 18º
Fábio Onidi
9 de março de 1988
Campeão de Fórmula Kart, em 2003, e terceiro colocado na fórmula BMW, em 2004, Onidi estreou na A1GP na atual temporada, mas competiu apenas uma etapa, quando foi substituído por Edoardo Piscopo.


Líbano
A equipe foi fundada em 2005 para a temporada deste ano e é dirigida desde então por Tameem Auchi. Não obteve resultado muito expressivos, sendo que o oitavo lugar na prova holandesa da temporada 2008/2009 foi a melhor posição de chegada que conseguiram até hoje. Já sentaram em seus cockpit: Khalil Beschir, Basil Shaaban, Alexander Khateeb e o Líbano-brasileiro Allam Khodair.
  • 2005/2006 23º
  • 2006/2007 23º
  • 2007/2008 22º
Daniel Morad
Mais um piloto com dupla-cidadania a defender a equipe da A1GP, Morad que nasceu no Canadá iniciou a carreira em seu país natal e logo partiu para categorias nos EUA. Foi vencedor da Fórmula BMW norte-americana em 2007. Estreou na A1GP na temporada 2007/2008 como rookie do Canadá, mas para 2008/2009 passou a defender o cockpit do Líbano.


Malásia
Estreou na A1GP na temporada de 2005/2006 com Alex Yooung sentado no cockpit e também dirigindo o time malaio ao lado de Jack Cunningham. O ex-piloto de F1 deu à equipe seis pódios e quatro vitórias. Além de Yooung, somente Fairuz Fauzy defendeu o Líbano também.
  • 2005/2006 5º
  • 2006/2007 6º
  • 2007/2008 15º
Fairuz Fauzy
24 de outubro de 1982
Competiu em campeonatos de Fórmula Ford, Fórmula 3 Britânica, GP2 e A1GP. Estreou na Copa do Mundo do automobilismo em 2005/2006, intercalando com Yooung em algumas etapas. Venceu a primeira prova da temporada 2008/2009 e ajudou o time malaio a pontuar várias vezes.


Salvador Duran
6 de maio de 1985
Campeão da F3 Britânica em 2005, Salvador Duran já disputou diversas categorias, como as Fórmulas Renault Europeia e Italiana. Estreou na A1GP em 2005/2006, quando levou a equipe a diversos pódios além de pontuar em muitas corridas. Sua maior atuação na equipe foi em 2006/2007 quando esteve presente em 18 corridas, todavia pontuou bem menos.
México

Presente em grande parte das provas da A1GP desde 2005/2006, entretanto a equipe mexicana comandada por Juan Cortina iniciou 2008/2009 com uma rodada de atraso. Sua melhor temporada foi no ano de estréia quando subiu ao pódio cinco vezes, com duas vitórias e ainda uma pole position e marcou 59 pontos durante o ano. Já defenderam a equipe: David Martinez, Luis Diaz, Sérgio Perez, Salvador Duran entre outros.
  • 2005/06 10º
  • 2006/0710º
  • 2007/0816º
David Garza
22 de junho de 1988
Disputou as três primeiras etapas da A1GP em 2008/2009, até ser substituído por Salvador Duran. Já havia ajudado a equipe na temporada passada, quando atuou por cinco etapas e pontuou em duas provas.


Mônaco
Mais uma equipe estreante da atual temporada, Mônaco completou apenas sete provas e abandonou uma. Tem apenas nove pontos até o momento. A equipe é comandada pelo também piloto Clivio Piccione.
Clivio Piccione
24 de fevereiro de 1984
Competiu nas Fórmulas 3 britânica, Ford, além de GP2 e World Series by Renault. Sem resultados expressivos até o momento, Clivio teve como melhor posição no grid um quinto lugar na prova holandesa.


Chris van der Drift
8 de março de 1986
Campeão da Fórmula Master, em 2008, e vice da Fórmula Renault 2.0, em 2006. Estreou na A1GP este ano e tem alternado com Earl Bamber o assento. Teve apenas uma participação como rookie na temporada passada da categoria.
Nova Zelândia

Estreou em 2005/2006 na categoria e é certamente uma das equipes com melhores resultados até hoje, com 21 pdios no currículo e sete vitórias. É dirigida por Bob McMurray, que passou alguns anos envolvido com o time de F1 McLaren. Já defenderam os cockpits: Matthew Halliday, Jonny Reid, Earl Bamber e Chris van der Drift.
  • 2005/2006 4º
  • 2006/2007 2º
  • 2007/2008 2º
Earl Bamber
9 de julho de 1990
Campeão da Fórmula BMW em 2006, já disputou provas na Fórmula Master e Toyota Racing. Estreou na A1GP em 2007/2008, como rookie. Para a temporada de 2008/2009, Bamber tem alternado com Chris van der Drift o assento da Nova Zelândia na categoria.


Paquistão
A equipe chefiada por Adam Khan, piloto de demonstração da equipe Renault da F1, ainda não estreou no campeonato deste ano. Nas temporadas passadas não obteve resultados muito expressivos, mas chegou a pontuar algumas vezes, sendo um quinto lugar na corrida longa da China em 2005/2006 sua melhor posição de chegada, com o então piloto Adam Khan defendendo o time.
  • 2005/06 20º
  • 2006/07 22º
  • 2007/08 20º



Portugal
O time de Portugal é do jogador Luís Figo e do técnico Carlos Queiroz. Porém, o gerenciamento fica por conta de Luís Vicente. Está no campeonato desde a criação e teve como piloto César Campaniço, Álvaro Parente, Filipe Albuquerque e João Urbano. Terminou as temporadas anteriores na seguinte situação:
  • 2005/06 9th
  • 2006/07 17th
  • 2007/08 11th
  • 2008/09 3rd
Filipe Albuquerque
13 Junho de 1985
O jovem piloto português já defende o país na A1 GP desde a temporada passada. Conquistou uma vitória, na segunda prova da etapa de Chengdu deste temporada. Antes de chegar a categoria, o piloto conquistou dois título importantes para a formação de uma piloto: a Fórmula Renault Eurocup e a Fórmula Renault NEC, ambas em 2007.


Suíça
A equipe Suíça é o que se pode chamar de “equipe grande” na competição. Foi uma vez vice-campeão e no ano passado conquistou o título. Tirando quatro provas que tiveram Giorgio Mondini ao volante, todas as outras ficaram na mão de Sebastien Buemi, que fará a estréia na F1 em 2009, ou de Neel Jani, que levou o país ao título no ano passado. Confira o histórico da equipe:
  • 2005/06 2º
  • 2006/07 8º
  • 2007/08 1º
Neel Jani
08 de Dezembro 1983
Um dos mais experientes pilotos da categoria, com 54 provas (até o dia 03/02/09), conquistou oito vitórias e um título. Correu ao menos uma prova em todas as temporadas da competição. Disputou a temporada 2005 da GP2, conquistou duas vitórias e terminou na sétima posição.



DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (03/10/2008)
Neste fim de semana, na cidade Holandesa de Zandvoort, recomeça mais uma temporada da A1GP, categoria que reúne carros representando vários países.
Para esta primeira etapa, 17 times confirmaram sua participação (Holanda, Austrália, Indonésia, Irlanda, Itália, Coréia, Líbano, Malásia, Mônaco, Nova Zelândia, África do Sul, Estados Unidos, Brasil, China, França, Portugal e Paquistão). Os outros times (Suíça, Canadá, Alemanha, Grã-Bretanha, Índia e México) não conseguiram terminar os ajustes necessários em seus bólidos Ferrari a tempo de competir neste final de semana. Acontece que na hora ‘H’ o piloto do Paquistão não se sentiu seguro nem confortável para correr e o país emprestou o carro para o time da Suíça correr. O Brasil vai ser representado pelo piloto Felipe Guimarães (foto).

DESTAQUE DE SÁBADO (04/10/2008)
A qualificação para esta etapa da A1GP foi diferente da última temporada, na qual eram realizadas quatro sessões de treinos. A classificação de hoje contou com uma única sessão, de uma hora, com voltas ilimitadas e que formarou o grid apenas para a Sprint Race (“corrida curta”). O grid para a Feature Race (“corrida longa”) dependerá do resultado da primeira prova. Tais mudanças são resultados dos problemas com o novo bólido da Ferrari a ser usado nesta temporada.
O carro da casa garantiu a posição de honra para a prova da Holanda; o piloto Jeroen Bleekemolen, representante da Holanda, liderou os dois treinos antecedentes à classificação e ficou com a pole na classificação hoje, com uma diferença de 0,316 segundos para o segundo colocado no grid, a Nova Zelândia (piloto Earl Bamber). A segunda fila terá a Irlanda (com Adam Carroll) e Malásia (Fairuz Fauzy).
A campeã da temporada passada, Suíça (Neel Jani), largará apenas na sexta colocação. O Brasil (Felipe Guimarães) não conseguiu o acerto ideal do carro para a classificação e não marcou tempo, largará na 16ª posição, a frente apenas da China (Ho-Pin Tung), último no grid.

SPRINT RACE
DESTAQUE DE DOMINGO (05/10/2008)
Teve início hoje a temporada 2008/2009 da A1GP. Devido à forte chuva que caía no circuito, a prova curta da A1GP começou com Safety Car na pista.
Assim que foi dada a bandeira verde, o festival de acidentes começou. O carro da Coréia e o da Austrália se chocaram e perderam várias posições.
A Holanda manteve a ponta, mas após a primeira volta a Nova Zelândia chegou com muita força e assumiu a liderança. A Malásia foi junto e jogou o carro holandês para a terceira posição.
O carro da China estava fazendo um belo trabalho: depois de largar na última fila, ocupava a quarta posição, mas bateu. No mesmo momento, o carro brasileiro bateu em outro ponto da pista. Como faltavam apenas quatro voltas para o fim da prova e a chuva havia aumentado, a direção decidiu encerrar a prova.
Assim, a vitória ficou com a Malásia, Nova Zelândia em segundo e a França em terceiro. A Holanda, que largou da pole, terminou a prova em quarto e o Brasil foi o décimo terceiro lugar. Esta também é a ordem de largada para a corrida longa.

FEATURE RACE
DESTAQUE DE DOMINGO (05/10/2008)

A corrida longa também começou com bandeira amarela. O carro do Brasil não participou, pois não teve tempo de reparar os danos da batida da primeira corrida.
O piloto americano foi o primeiro a rodar com tanta chuva, a França passou a Nova Zelândia e assumiu a segunda posição, atrás da equipe Malaia. O piloto chinês também rodou, mas conseguiu retornar, perdendo várias posições e o carro da Irlanda escapou, parando na brita.
A Holanda, correndo em casa, deu emoção aos fãs ao travar uma bela briga com o Líbano, tocaram rodas, mas nada mais grave aconteceu e o carro laranja ficou com a posição.
Na primeira janela de pit stops, a estratégia francesa se sobressaiu à malaia e o carro pilotado por Loic Duval ganhou a primeira posição.
O safety car entrou na pista após o acidente envolvendo os carros de Portugal e Coréia. Na relargada, a Holanda conseguiu passar os EUA. Infelizmente, Jeroen Bleekmolen (Holanda) não esperava que seu volante desse problemas, travando a alavanca de câmbio entre a quarta e quinta marchas, isso fez com que ele perdesse várias posições até que a janela para reabastecimento fosse aberta.
Na segunda janela de pits, na briga entre França, Malásia e EUA pelas primeiras colocações, a França deu mais um show e voltou à frente do time malaio com segundos de vantagem. Michael Andretti, que via os EUA assumir a dianteira durante as paradas adversárias, ficou perplexo quando seu piloto cravou a melhor volta da corrida (ganhando 1 ponto extra) e em seguida voou para fora da pista, atolando seu carro na caixa de brita. Com isso, o terceiro lugar ficou com a equipe da Nova Zelândia.
Já nos minutos finais da prova, o carro do Líbano aquaplanou e levou junto para a brita o carro da China. Por este motivo, o safety car entrou e a prova terminou em bandeira amarela com a França no ponto mais alto do pódio, seguido de Malásia e Nova Zelândia.
A próxima etapa da A1GP acontecerá na China, dia 9 de novembro. Espera-se que até lá nenhuma equipe tenha mais problemas com os bólidos Ferrari.
O campeonato ficou assim:
Malásia 22
França 22
N. Zelândia 18
Holanda 11
Austrália 8
Mônaco 5

Resultado
Sprint RaceFeature Race
1) Malásia - Fairuz Fauzy
2) Nova Zelândia - Earl Bamber
3) França - Loïc Duval
4) Holanda - Jeroen Bleekemolen
5) Suíça - Neel Jani
6) África do Sul - Adrian Zaugg
7) Itália - Fabio Onidi
8) Estados Unidos - Charlie Kimball
9) Portugal - Filipe Albuquerque
10) Líbano - Daniel Morad
11) Austrália - John Martin
12) China - Ho-Pin Tung
13) Brasil - Felipe Guimarães
14) Coréia - Jin-Woo Hwang
15) Indonésia - Satrio Hermanto
16) Irlanda - Adam Carroll
17) Mônaco - Clivio Piccione
1) França - Loïc Duval
2) Malásia - Fairuz Fauzy
3) Nova Zelândia - Earl Bamber
4) Austrália - John Martin
5) Holanda - Jeroen Bleekemolen
6) Mônaco - Clivio Piccione
7) Coréia - Jin-Woo Hwang
8) Líbano - Daniel Morad
9) China - Ho-Pin Tung
10) Estados Unidos - Charlie Kimball
11) Portugal - Filipe Albuquerque
12) Indonési - Satrio Hermanto
13) África do Sul - Adrian Zaugg
14) Itália - Fabio Onidi
15) Brasil - Felipe Guimarães
16) Irlanda - Adam Carroll
17) Suíça - Neel Jani




DESTAQUE DE SEXTA-FEIRA (07/11/2008)
A A1 GP chega a Chengdu, na China, para a realização da segunda rodada dupla da temporada 2008/2009. As grandes novidades ficam por conta de duas estréias: o piloto que conduzirá o carro dos Estados Unidos será Marco Andretti, pertencente a uma das famílias mais tradicionais do automobilismo mundial e no carro da França, Nicolas Prost, filho do lendário tetra-campeão de Fórmula 1, Alain Prost, fará sua estréia.
A Índia foi a mais rápida do dia, nos treinos dos novatos, que sempre acontece nas sextas-feiras. O brasileiro Felipe Guimarães fez o quarto tempo do dia. Amanhã acontece a classificação e no Domingo a Sprint e a Feature Race.

DESTAQUE DE SÁBADO (08/11/2008)
O dia na China começou com a Holanda na frente, no terceiro tempo livre. O carro pilotado pelo ex-F1, Robert Doornbos, fez o tempo de 1min15seg999. O Brasil, com Felipe Guimarães, fez o décimo tempo.
Já na qualificação para a Sprint Race, foi a vez da Irlanda andar melhor e garantir a pole. Adam Carroll fez o tempo de 1min15seg423. Felipe Guimarães ficou com o 12º lugar no grid.
Para a Feature Race a Grã-Bretanha levou a melhor. Danny Watts (foto) com 1min15seg325 largará na pole. O Brasil conseguiu a décima posição.
Amanhã, a Sprint Race tem largada à 01h00 e a Feature às 05h00.

SPRINT RACE
Destaque de Domingo (09/11/2008)
Após largar na pole, a Irlanda fez uma corrida perfeita e conquistou com facilidade a segunda vitória do país na categoria. A prova disputada em Chengdu, na China, marcou a primeira corrida da segunda rodada dupla da temporada.
Robert Doornbos da Holanda e Danny Watts da Grâ-Bretanha completaram o pódio da etapa ao lado de Adam Carroll (foto) da Irlanda. O brasileiro Felipe Guimarães enfrentou problemas no carro e foi o único país a não completar a prova.
Daqui a pouco será disputada a segunda corrida desta etapa e a Grã-Bretanha largará na frente.

FEATURE RACE
Destaque de Domingo (09/11/2008)
Portugal foi o grande vencedor da Feature Race, segunda corrida da etapa da China da A1 GP. O carro que é pilotado por Filipe Albuquerque (foto) fez um ótimo trabalho de boxe o que deu ao piloto uma vantagem, suficiente para vencer a prova.
O pódio foi completado pela Irlanda com Adam Carroll e a Grã-Bretanha de Danny Watts. O Brasil, novamente, não conseguiu terminar a prova. A próxima etapa da A1 GP acontece no dia 22 e 23 de novembro, em Sepang, na Malásia.
Confira os 10 primeiros da prova:
1 Portugal (Filipe Albuquerque)
2 Irlanda (Adam Carroll)
3 Grã-Bretanha (Danny Watts)
4 Suíça (Neel Jani)
5 Malásia (Fairuz Fauzy)
6 Austrália (John Martin)
7 Mônaco (Clivio Piccione)
8 Estados Unidos (Marco Andretti)
9 África do Sul (Adrian Zaugg)
10 Índia (Narain Karthikeyan)

Resultado
Sprint RaceFeature Race
1) Irlanda - Adam Carroll
2) Holanda - Robert Doornbos
3) Grã-Bretanha - Danny Watts
4) Suíça - Neel Jani
5) África do Sul - Adrian Zaugg
6) Portugal - Filipe Albuquerque
7) Nova Zelândia - Chris van der Drift
8) França - Nicolas Prost
9) Mônaco - Clivio Piccione
10) Índia - Narain Karthikeyan
11) Austrália - John Martin
12) Líbano - Daniel Morad
13) Malásia - Fairuz Fauzy
14) Itália - Edoardo Piscopo
15) Estados Unidos) Marco Andretti
16) México - David Garza
17) China - Ho-Pin Tung
18) Indonésia - Satrio Hermanto
19) Coréia - Jin-Woo Hwang
20) Brasil - Felipe Guimarães
1) Portugal - Filipe Albuquerque
2) Irlanda - Adam Carroll
3) Grã-Bretanha - Danny Watts
4) Suíça - Neel Jani
5) Malásia - Fairuz Fauzy
6) Austrália - John Martin
7) Mônaco - Clivio Piccione
8) Estados Unidos - Marco Andretti
9) África do Sul - Adrian Zaugg
10) Índia - Narain Karthikeyan
11) Nova Zelândia - Chris van der Drift
12) China - Ho-Pin Tung
13) Líbano - Daniel Morad
14) Indonésia - Satrio Hermanto
15) México - David Garza
16) Holanda - Robert Doornbos
17) Coréia - Jin-Woo Hwang
18) França - Nicolas Prost
19) Itália - Edoardo Piscopo
20) Brasil - Felipe Guimarães



Destaque de Sexta-Feira (21/11/2008)
Será realizada neste fim de semana em Sepang a terceira etapa da A1 GP. Devido à mudança dos carros para Ferrari, a categoria continua a enfrentar alguns problemas. Todos se lembram que na primeira prova do ano, os carros da Grã Bretanha, Índia e México não participaram porque os carros não ficaram prontos a tempo. Desta vez é a Alemanha que não vai correr, pois enfrenta problemas com o bólido. Para tentar minimizar o impacto disto no resultado final, os organizadores instituíram a regra do descarte, onde cada equipe poderá deixar de lado o pior resultado da temporada.
Outra decisão tomada pelos organizadores para tentar minimizar a desvantagens dos três carros que não correram a prova inaugural foi permitir a eles um treino extra no circuito Malaio. Devido a isto, a Grã Bretanha liderou o dia em Sepang. O Brasil, com o piloto Felipe Guimarães, terminou na décima quinta posição.

Destaque de Sábado (22/11/2008)
Suíça e Irlanda largaram na pole nas duas corridas de amanhã em Sepang, na Malásia, pela terceira etapa da A1 GP. Numa tarde com dois resultados bem diferentes entre as duas corridas, Neel Jani, com o tempo fenomenal de 1:47.154, colocou a Suíça no topo para a primeira prova. Foi a quinta vez consecutiva que Jani conquistou a pole na competição.
Entretanto, Adam Carroll foi o mais rápido para a Feature Race, com o tempo de 1:47.124, e garantiu a Irlanda a posição de honra. A grande surpresa do dia foi o piloto Daniel Morad do Líbano, que conquistou a melhor posição do país na competição, com o terceiro lugar na Feature Race.
O Brasil, bem o Brasil continua na mesma. Lá atrás, com um péssimo desempenho e tomando tempo de vários países sem tradição no automobilismo. Na Sprint Race ficou na décima quinta posição e na Feature na décima segunda.

SPRINT RACE
Destaque de Domingo (23/11/2008)
A primeira prova da A1 GP, a Sprint Race, foi marcada por um forte acidente logo na largada. Estados Unidos, Brasil e Índia se envolveram numa batida e a bandeira vermelha precisou ser acionada. Após a relargada, o pole da corrida, o suíço Neel Jani, não teve problemas em controlar o ritmo de prova e vencer com facilidades. A França cruzou a linha de chegada na segunda posição, com Loic Duval, e a Nova Zelândia completou o pódio na terceira posição com Earl Bamber. A Malásia, que chegou para etapa na liderança, terminou apenas na 15ª posição. Ainda hoje acontecerá a segunda corrida, a Feature Race.

FEATURE RACE
Destaque de Domingo (23/11/2008)
Com um pouco menos de seriedade, a segunda prova da A1 GP na Malásia, a Feature Race, começou quente, como a Sprint Race. Logo na primeira volta, a Suíça que venceu a primeira prova rodou na pista. Outro carro que rodou foi a Índia, após receber um toque do carro holandês. O safety car foi para a pista, pois o carro indiano ficou parado atrapalhando o trânsito. O Brasil ocupava a sétima posição.
Na relargada, os donos da casa ultrapassaram o Líbano para ocupar a terceira posição. Lá na frente, Irlanda e Portugal se mandavam, num ritmo alucinado. A Grã Bretanha forçou uma ultrapassagem para cima da França, mas foi com muita sede ao pote e acabou tocando no carro francês. Resultado: os britânicos pararam para trocar o bico e os franceses para trocar o pneu furado. A Holanda recebeu uma punição pelo toque na India na primeira volta e tudo isto foi ótimo para o carro brasileiro que começou a ganhar posições.
Daí aconteceu a maior trapalhada da prova: O piloto malaio, Fairuz Fauzy, disse ter escutado a equipe o chamando para os boxes. Quando parou a equipe ficou olhando sem entender, pois não o havia chamado. Resultado: eles que ocupavam a terceira posição, despencaram na tabela. O Brasil, não poderia passar impune ao azar. Na saída da parada obrigatória, ainda dentro dos boxes, pegou Mônaco lento, lento, quase parando, pois estava com problemas, e perdeu um tempão. No fim, Felipe Guimarães ainda conseguiu levar o carro brasuca a sétima posição.
A vitória ficou mesmo com a Irlanda, com Portugal em segundo e Estados Unidos em terceiro. A próxima etapa do campeonato será no dia 25 de janeiro, em Taupo, na Nova Zelândia. Confira como ficou o campeonato:
1 Irlanda - 43 pontos
2 Portugal - 35
3 França - 31
4 Nova Zelândia - 31
5 Malásia - 29
6 Suíça - 28
7 Holanda - 26
8 Austrália - 22
9 Grã-Bretanha - 16
10 Estados Unidos - 16
11 África do Sul - 15
12 Mônaco - 9
13 Itália - 4
14 Brasil - 4
15 Coréia - 4
16 China - 4
17 Líbano - 3
18 Índia - 1
19 Indonésia - 0
20 México - 0
21 Canadá - 0
22 Alemanha - 0
23 Paquistão - 0

Resultado
Sprint RaceFeature Race
1) Suíça - Neel Jani
2) França - Loïc Duval
3) Nova Zelândia - Earl Bamber
4) Portugal - Filipe Albuquerque
5) Irlanda - Adam Carroll
6) Holanda - Jeroen Bleekemolen
7) Itália - Edoardo Piscopo
8) Austrália - John Martin
9) África do Sul - Adrian Zaugg
10) China - Ho-Pin Tung
11) Líbano - Daniel Morad
12) Mônaco - Clivio Piccione
13) Indonésia - Satrio Hermanto
14) México - David Garza
15) Malásia - Fairuz Fauzy
16) Grã-Bretanha - Danny Watts
17) Brasil - Felipe Guimarães
18) Índia - Narain Karthikeyan
19) Estados Unidos - Marco Andretti
Coréia - Jin-Woo Hwang
1) Irlanda - Adam Carroll
2) Portugal - Filipe Albuquerque
3) Estados Unidos - Marco Andretti
4) Austrália - John Martin
5) África do Sul - Adrian Zaugg
6) Nova Zelândia - Earl Bamber
7) Brasil - Felipe Guimarães
8) Holanda - Jeroen Bleekemolen
9) China - Ho-Pin Tung
10) Malásia - Fairuz Fauzy
11) Itália - Edoardo Piscopo
12) Líbano - Daniel Morad
13) Indonésia - Satrio Hermanto
14) França - Loïc Duval
15) México - David Garza
16) Grã-Bretanha - Danny Watts
17) Mônaco - Clivio Piccione
18) Índia - Narain Karthikeyan
19) Suíça - Neel Jani



TAUPO - SPRINT RACE
DIA: 24/01/2009
HORA: 20:00 (VT ÀS 23:00 - CANAL SPEED)

DESTAQUES:
Campinas - Belíssimo trabalho de Adam Carroll na Nova Zelândia. O piloto da Irlanda colocou o país na pole das duas provas do fim de semana. Um país conseguir a pole nas duas provas na A1 GP é algo muito raro, devido ao “PowerBoost”. Ele é um sistema que ao ser acionado pelo piloto, gera um ganho de potência momentâneo no carro. Porém, o mesmo só pode ser utilizado em uma das sessões classificatórias. Por isto, é tão difícil um país ser pole nas duas, pois se ele usa o “PowerBoost” em uma, fica sem ele na outra sessão. Mas devido a vários acidentes que vinham acontecendo nas qualificações, a organização da prova proibiu o uso do sistema para esta prova. Sem poder levar vantagem então, o desempenho de cada carro passou a ser o fator determinante para se dar bem nas classificações, e como o carro da Irlanda está bem afinado, Carroll saíra da posição de honra nas duas provas. Confira o grid completo para as duas provas:
1ªCorrida2ª Corrida
1 Irlanda 1 Irlanda
2 Holanda 2 Holanda
3 Portugal 3 Portugal
4 Suíça 4 Austrália
5 França 5 Suíça
6 Nova Zelândia 6 Malásia
7 Austrália 7 França
8 Itália 8 Estados Unidos
9 Malásia 9 Líbano
10 Líbano 10 Nova Zelândia
11 África do Sul 11 Índia
12 México 12 Brasil
13 Brasil 13 México
14 Índia 14 Grã-Bretanha
15 Grã-Bretanha 15 Itália
16 Mônaco 16 África do Sul
17 Estados unidos 17 Mônaco
18 China 18 Indonésia
19 Indonésia 19 China


Corrida
video
Campinas - O time da Irlanda, defendido por Adam Carroll, venceu a prova Sprint da A1GP de ponta a ponta, em Taupo, neste final de semana.
Ainda nos preparativos para a volta de apresentação, o carro da Nova Zelândia teve dificuldades em sair do grid, mas conseguiu voltar a tempo para sua posição, antes da largada. Ao apagarem as luzes vermelhas, o carro da Irlanda disparou na frente, com a Holanda em segundo e Portugal em terceiro. O carro do Brasil tocou no de Mônaco logo na largada, fato que levou o carro do brasileiro Felipe Guimarães para a última posição do grid. Após as paradas nos boxes, a Irlanda continuou na frente, mas tivemos novos carros na seqüência, com Suíça e Holanda. Portugal não teve sorte com o pit stop, pois perdeu quatro posições.
Tivemos alguns abandonos, com Austrália, Líbano e China. O carro brasileiro chegou na 15ª posição, apenas com o carro do México atrás.

TAUPO - FEATURE RACE
DIA: 25/01/2009
HORA: 00:00 (CANAL SPEED - AO VIVO)

Campinas - Durante a largada o time da casa, Nova Zelândia, teve mais uma vez problemas em arrancar com o carro, ficando para trás entre os demais. Na primeira curva depois da largada, tocou a roda traseira com bico da equipe libanesa, o que fez com que as duas equipes parassem nos boxes para consertos.
O Brasil largou bem e atacou a Malásia pela sétima posição. Entretanto o time de Felipe Guimarães perdeu a oitava posição para os EUA, mas a recuperou em seguida. Algumas voltas adiante, o carro de Mônaco tentou ultrapassar o Brasil, mas Guimarães não deu espaço para a passagem e os dois carros se colidiram, deixando Mônaco quase fora da prova e o Brasil em 15º.
Na primeira janela para pit stop, tivemos poucos acontecimentos marcantes, entretanto na segunda parada tivemos praticamente a definição da corrida. Na saída dos boxes, Adam Carroll da Irlanda se atrapalhou deixando o motor de seu carro apagar, com isso a Suíça o ultrapassou e assumiu a liderança da prova. Durante o pit da China, o piloto arrancou sem que o mecânico houvesse tirado o macaco de trás do carro, isto resultou em um drive through.
O Brasil, que estava em 15º, ganhou muitas posições, tanto com a passagem nos boxes pela equipe chinesa quanto com rodadas e abandonos de México e Mônaco. No fim, terminou na 12ª posição. Há duas voltas para o final da prova, a Suíça que liderava começou a soltar óleo de seu carro, mas com cuidado Neel Jani conseguiu levar o carro até o final e venceu a prova.
A próxima etapa da A1GP acontecerá no dia 22 de fevereiro, na África do Sul.

PS: Depois da prova, Brasil e Estados Unidos foram punidos pela direção da prova, acusados de causarem acidentes na prova. Os Estados Unidos caiu para 11º e o Brasil para 15º.

Resultado
Sprint Race Feature Race
1 Irlanda (Adam Carroll) 1 Suíça (Neel Jani)
2 Suíça (Neel Jani) 2 Irlanda (Adam Carroll)
3 Holanda (Robert Doornbos) 3 Portugal (Filipe Albuquerque)
4 França (Loic Duval) 4 Austrália (John Martin)
5 Nova Zelândia (Chris van der Drift) 5 Holanda (Robert Doornbos)
6 Portugal (Filipe Albuquerque) 6 França (Loic Duval)
7 Itália (Edoardo Piscopo) 7 Índia (Narain Karthikeyan)
8 Malásia (Fairuz Fauzy) 8 Itália (Edoardo Piscopo)
9 Índia (Narain Karthikeyan) 9 África do Sul (Adrian Zaugg)
10 África do Sul (Adrian Zaugg) 10 Malásia (Fairuz Fauzy)
11 Mônaco (Clivio Piccione) 11 Estados Unidos (Marco Andretti)
12 Estados Unidos (Marco Andretti) 12 Grã-Bretanha (Dan Clarke)
13 Grã-Bretanha (Dan Clarke) 13 Nova Zelândia (Chris van der Drift)
14 Indonésia (Satrio Hermanto) 14 China (Congfu Cheng)
15 Brasil (Felipe Guimarães) 15 Brasil (Felipe Guimarães)
16 México (Salvador Duran) México (Salvador Duran)
China (Congfu Cheng) Indonésia (Satrio Hermanto)
Líbano (Daniel Morad) Mônaco (Clivio Piccione)
Austrália (John Martin) Líbano (Daniel Morad)



ÁFRICA DO SUL - SPRINT RACE
DIA: 22/02/2009
HORA: 06:00 (CANAL SPEED - AO VIVO)
A Holanda foi a grande vencedora da primeira prova da etapa da África do Sul da A1 GP. Depois de largar na pole, o carro pilotado por Clivio Piccione liderou de ponta o ponta a corrida e faturou a vitória.
A Suíça, atual campeã da competição, largou bem e passou Portugal na briga pela segunda posição, mas ao parar no boxe, foi atrapalhada pela Malásia e com isto possibilitou o troco de Portugal.
O Brasil não foi nada bem: depois de largar na décima quarta posição, perdeu duas posições e no fim chegou apenas na décima quinta.
Daqui a pouco será realizada a segunda prova e o Brasil larga na oitava posição.

ÁFRICA DO SUL - FEATURE RACE
DIA: 22/02/2009
HORA: 10:00 (CANAL SPEED - AO VIVO)
Neel Jani, piloto da Suíça, venceu a segunda corrida da etapa da África do Sul e de quebra assumiu a liderança do campeonato.
O grande destaque no entanto ficou para as trapalhadas no carro da Malásia. Primeiro bateu na Irlanda e depois na Nova Zelândia, tirando os dois carros da pista.
O Brasil foi o grande beneficiado disto tudo, pois Felipe Guimarães largou em oitavo e com o abandono dos dois herdou duas posições. A sorte do Brasil não parou por aí: Portugal que largou em sétimo, teve problemas na largada e perdeu várias posições; a Austrália, quando parou para fazer o pit, abandonou a prova com o carro em chamas;
devido aos dois toques, a Malásia furou o pneu e teve que ir para o boxe.
Devido a tudo isto o Brasil pulou para terceiro e começou a pressionar Mônaco, que acabou errando e permitindo o Brasil pular para segundo.
A próxima etapa será no dia 12 de Abril em Algarve.

Resultado
PRIMEIRA CORRIDA SEGUNDA CORRIDA
1 Holanda (Jeroen Bleekemolen) 1 Suíça (Neel Jani)
2 Portugal (Filipe Albuquerque) 2 Brasil (Felipe Guimarães)
3 Suíça (Neel Jani) 3 Mônaco (Clivio Piccione)
4 Irlanda (Adam Carroll) 4 Holanda (Jeroen Bleekemolen)
5 Mônaco (Clivio Piccione) 5 Portugal (Filipe Albuquerque)
6 Índia (Narain Karthikeyan) 6 Líbano (Daniel Morad)
7 África do Sul (Adrian Zaugg) 7 Grã-Bretanha (Danny Watts)
8 Nova Zelândia (Earl Bamber) 8 Estados Unidos (Marco Andretti)
9 Malásia (Fairuz Fauzy) 9 Indonésia (Zahir Ali)
10 França (Nicolas Prost) 10 Itália (Edoardo Piscopo)
11 Itália (Edoardo Piscopo) 11 Alemanha (Michael Ammermuller)
12 Austrália (John Martin) 12 Índia (Narain Karthikeyan)
13 China (Ho-Pin Tung) 13 Austrália (John Martin)
14 Alemanha (Michael Ammermuller) China (Ho-Pin Tung)
15 Brasil (Felipe Guimarães) África do Sul (Adrian Zaugg)
16 México (Salvador Duran) Malásia (Fairuz Fauzy)
17 Estados Unidos (Marco Andretti) Nova Zelândia (Earl Bamber)
18 Indonésia (Zahir Ali) França (Nicolas Prost)
Grã-Bretanha (Danny Watts) México (Salvador Duran)
Líbano (Daniel Morad) Irlanda (Adam Carroll)



Campinas – Foram realizadas hoje as duas sessões classificatórias para as provas do fim de semana da A1 GP. O italiano Vitantonio Liuzzi, que faz a estréia na categoria, garantiu logo de cara a pole para a Sprint Race, a corrida curta. Com o tempo de 1:30.875 ele superou o também ex-Fórmula 1 Robert Doornbos da Holanda por 0.471 segundos.O brasileiro Felipe Guimarães ficou com a 14ª colocação.
Já para a Feature Race, Doornbos se garantiu na posição de honra, mostrando a força do Team Holanda para a etapa portuguesa. Atrás dele duas pedreiras, a Irlanda e a Suíça, os atuais líderes do campeonato. Felipe Guimarães conquistou sua melhor posição em grids da categoria e vai sair na quinta posição.
As duas provas serão realizadas amanhã, com transmissão do Canal Speed. Confira abaixo o grid para as duas provas:

Sprint Race

Feature Race
1 Itália 1'30.875 1 Holanda 1'30.415
2 Holanda 0.471 2 Irlanda 0.281
3 Irlanda 0.725 3 Suíça 0.463
4 Líbano 0.881 4 África do Sul 0.569
5 Portugal 0.902 5 Brasil 0.608
6 Nova Zelândia 1.131 6 Malásia 0.610
7 Alemanha 1.209 7 Portugal 0.680
8 África do Sul 1.426 8 Estados Unidos 1.044
9 Índia 1.483 9 Mônaco 1.080
10 Mônaco 1.545 10 Itália 1.437
11 Malásia 2.054 11 Nova Zelândia 1.510
12 Estados Unidos 2.339 12 Austrália 1.524
13 Grã-Bretanha 2.985 13 México 1.616
14 Brasil 3.110 14 Alemanha 1.854
15 Indonésia 3.130 15 Líbano 1.937
16 México 3.341 16 Grã-Bretanha 1.985
17 Austrália 3.530 17 Índia 2.089
18 França 5.692 18 Indonésia 2.158
19 China 5.963 19 França 2.526
20 Suíça - 20 China 2.822

PORTUGAL - SPRINT RACE
video

Campinas – O holandês Robert Doornbos fez uma corrida perfeita e venceu com facilidades a primeira prova da rodada dupla de Portugal da A1 GP. O piloto, que largou na segunda posição, ultrapassou o italiano Vitantonio Liuzzi na primeira curva e não mais deixou a liderança da prova. No início da prova um incidente envolvendo três carros provocou a entrada do carro de segurança. Primeiro o carro da Nova Zelândia tocou com o do Líbano e acabou parando na caixa de brita e abandonando a prova. O carro libanês, com a suspensão avariada, não conseguiu fazer a próxima curva e acabou se colidindo com o carro da Alemanha e os dois foram obrigados a abandonar a prova..
O Brasil largou muito bem e pulou para a oitava posição na primeira volta. A prova seguiu normalmente depois da saída do carro de segurança até as paradas no boxe. A Itália, que estava em segundo, acabou perdendo a posição para a Irlanda e Portugal após as paradas.
Felipe Guimarães, do Brasil, fazia uma bela prova e voltou dos pits na sétima posição, fazendo uma bela ultrapassagem em cima do suíço Neel Jani, atual campeão da categoria, mas a sorte não durou muito tempo. Ao fazer uma ultrapassagem em cima do retardatário África do Sul, os freios do brasileiro travaram e ele acabou colidindo com o rival e teve que abandonar a prova.
No fim, a Holanda cruzou a linha de chegada com quase quatro segundos de vantagem para o segundo,a Irlanda.


PORTUGAL - FEATURE RACE
Campinas – A segunda prova da A1 GP foi muito movimentada, em todos os aspectos. Para começar o pole Robert Doornbos, vencedor da primeira prova, abandonou ainda na volta de apresentação com problemas no motor do seu carro Ferrari. O Brasil foi outro que nem chegou a largar. Felipe Guimarães se acidentou na primeira prova e não foi possível recuperar o carro a tempo para a segunda. A ironia é que seria a melhor posição de largada dele, que não chegou a acontecer.
A primeira colocação no grid ficou então com o carro da Irlanda, pilotado por Adam Carroll, líder do campeonato. Mas o piloto queimou a largada e acabou tomando uma punição. A Suíça, atual campeã da categoria, pulou então na liderança, mas rapidamente foi ultrapassada por Portugal, que corria em casa. Enquanto isto lá vinha novamente a Irlanda, que após a punição perdeu várias posições.
Aconteceu então um safety car devido a uma briga de “cachorro grande”. Marco Andretti e Vitantonio Liuzzi disputavam uma posição quando acabaram se tocando. Mônaco, que não tinha nada com a história, acabou envolvido no acidente e a bandeira amarela teve que ser acionada. Na relargada aconteceu algo que mudou novamente a sorte da Irlanda na prova. Portugal, que estava na frente, tinha o dever de ditar o ritmo. Quando o carro de segurança sinalizou que iria sair da pista, o piloto português diminuiu o ritmo, mas acabou acelerando cedo demais. Quando entrou na reta deu de cara com o safety car ainda na pista e foi obrigado a reduzir a velocidade. O pelotão que vinha atrás se virou para reduzir também sem se acidentarem. Logo em seguida Albuquerque voltou a acelerar e o pelotão seguiu o líder. Mas na confusão do acelera, freia e acelera, Carroll acabou ultrapassando um carro sob bandeira amarela e tomou a segunda punição.
Revoltados, a equipe decidiu não pagar a punição e seguiu na prova. Portugal acabou caindo para terceiro devido a um mau trabalho no pitstop, e a liderança voltou para a Suíça. No fim a vitória ficou com Neel Jani, seguido de Carroll e Albuquerque. No entanto, após a prova, a direção resolveu punir a Irlanda que perdeu o lugar no pódio dando lugar para a Malásia, na terceira posição (e ironicamente, o carro ultrapassado pela Irlanda na bandeira amarela).
No fim ficou o sentimento de uma bela prova no excelente autódromo português de Algarve, que provou ser capaz de proporcionar corrida da mais bela qualidade.


Resultados

Sprint Race

Feature Race
1 Holanda 19'33.501 1 Suíça 1:10'45.011
2 Irlanda 3.635 2 Portugal 6.786
3 Portugal 5.728 3 Malásia 9.705
4 Itália 9.087 4 México 16.332
5 Mônaco 10.048 5 Irlanda 25.411
6 Índia 12.596 6 França 27.322
7 Brasil 13.297 7 Grã-Bretanha 29.880
8 Malásia 18.014 8 China 34.586
9 México 20.545 9 Alemanha 43.970
10 Austrália 22.683 10 Indonésia 1'13.993
11 Grã-Bretanha 23.080 11 Índia 3 laps
12 Estados Unidos 23.154 12 Austrália 4 laps
13 França 24.175 13 Itália 24 laps
14 Indonésia 39.400 14 Estados Unidos 24 laps
15 Suíça 44.296 15 Mônaco 24 laps
16 China 50.655 16 África do Sul 27 laps
17 África do Sul 2 laps 17 Nova Zelândia 27 laps
18 Líbano 10 laps 18 Líbano 41 laps
19 Alemanha 11 laps 19 Holanda
20 Nova Zelândia 11 laps 20 Brasil



Campinas – Neste fim de semana acontece em Brands Hatch, Inglaterra, a última etapa da temporada 2008/2009 da A1 GP, a Copa do Mundo do automobilismo. A briga pelo título está quente entre Suíça, Irlanda e Portugal.
Os suíços, atuais campeões, levam a vantagem, pois lideram o campeonato com 88. Porém, a Irlanda que tem 86 conquistou a pole para as duas provas do fim de semana e passa a ser assim a grande favorita ao título. Já Portugal corre por fora, tem só 82 pontos e vai largar em quinto e nono respectivamente para as duas provas da rodada dupla.
O Brasil, piloto pelo Felipe Guimarães, sai na 17ª posição em ambas as prova. Confira abaixo o grid completo da Sprint e da Feature Race.

Sprint Race

Feature Race
1 Irlanda 1'11.615 1 Irlanda 1'10.902
2 México 0.038 2 Mônaco 0.183
3 Holanda 0.377 3 Holando 0.244
4 Estados Unidos 0.379 4 Suíça 0.436
5 Portugal 0.425 5 França 0.641
6 Nova Zelândia 0.493 6 Nova Zelândia 0.731
7 Índia 0.494 7 Austrália 1.028
8 Suíça 0.597 8 China 1.278
9 Indonésia 1.043 9 Portugal 1.368
10 Austrália 1.130 10 Índia 1.495
11 Líbano 1.274 11 Estados Unidos 1.760
12 França 1.396 12 África do Sul 1.828
13 Grã-Bretanha 1.404 13 México 1.838
14 Mônaco 1.645 14 Grã-Bretanha 1.854
15 Alemanha 1.714 15 Líbano 1.864
16 Itália 1.934 16 Alemanha 1.895
17 Brasil 1.969 17 Brasil 2.146
18 Malásia 2.071 18 Itália 2.229
19 África do Sul 2.239 19 Indonésia 2.658
20 China 2.246 20 Malásia 3.301

PRIMEIRA PROVA
Campinas – A Irlanda colocou uma mão na taça após a realização da primeira prova do fim de semana da categoria. Brands Hatch, na Inglaterra, foi o palco mais uma vez da decisão da Copa do Mundo do automobilismo e apenas três times com chances de serem campeões: Irlanda, Suíça e Portugal.
A Irlanda, como relatado anteriormente, conquistou a pole para as duas prova e deu um importante passo rumo ao título. Porém, na largada para a primeira prova o piloto Adam Carroll foi superado por Salvador Durán do México e caiu para segundo. Portugal ganhou uma posição e foi para quarto e a Suíça manteve o oitavo posto.
Na parada dos pits México e Irlanda foram juntos e prevaleceu a experiência dos europeus que devolveram o carro na liderança da prova. Daí para frente Carroll teve apenas que administrar a posição e venceu sem maiores dificuldades. O México ainda foi superado pela Índia e terminou em terceiro. Portugal e Suíça fizeram muito pouco para dois times que almejam o título e terminaram na quinta e oitava posições respectivamente.
O time brasileiro teve problemas com o carro e nem chegou a largar para a prova. Daqui a pouco acontece a segunda rodada do fim de semana e última do campeonato e a Irlanda tem agora 97 pontos contra 89 da Suíça e 86 de Portugal.

SEGUNDA PROVA
Campinas – A Irlanda conquistou o título da temporada 2008/2009 da A1 GP, a Copa do Mundo do automobilismo e se uniu a França, Alemanha e Suíça, os campeões das três primeiras temporadas.
O time da Irlanda, que chegou a etapa de Brands Hatch disputando o título contra Suíça e Portugal, passou por cima de tudo e de todos durante todo o fim de semana e levou a taça. Já no Sábado, quando conquistou a pole para as duas provas, eles deram mostras de que não estava de brincadeira.
Na segunda corrida, Adam Carroll não perdeu a liderança como na primeira e conduziu de forma inteligente e agressiva e terminou a prova 10.156 segundos a frente da Holanda, segunda colocada na prova. A Suíça terminou em terceiro e garantiu o vice-campeonato e Portugal na quinta, ficou mesmo em terceiro.


Resultado

1ª PROVA

2ª PROVA
1 Irlanda Adam Carroll 1 Irlanda Adam Carroll
2 Índia Narain Karthikeyan 2 Holanda Jeroen Bleekemolen
3 México Salvador Durán 3 Suíça Neel Jani
4 Estados Unidos J.R. Hildebrand 4 Mônaco Clivio Piccione
5 Portugal Filipe Albuquerque 5 Portugal Filipe Albuquerque
6 Holanda Jeroen Bleekemolen 6 Mèxico Salvador Durán
7 Austrália John Martin 7 Grã-Bretanha Dan Clarke
8 Suíça Neel Jani 8 Austrália John Martin
9 França Nicolas Prost 9 Itália Vitantonio Liuzzi
10 Itália Vitantonio Liuzzi 10 França Nicolas Prost
11 Alemanha Michael Ammermüller 11 África do Sul Alan van der Merwe
12 Indonésia Satrio Hermanto 12 Líbano Daniel Morad
13 Grã-Bretanha Dan Clarke 13 Indonésia Satrio Hermanto
14 China Cheng Cong Fu 14 Estados Unidos J.R. Hildebrand
15 África do Sul Alan van der Merwe 15 Malásia Aaron Lim
16 Malásia Aaron Lim 16 Alemanha Michael Ammermüller
17 Líbano Daniel Morad 17 Nova Zelândia Earl Bamber
18 Nova Zelândia Earl Bamber 18 China Cheng Cong Fu
19 Mônaco Clivio Piccione 19 Índia Narain Karthikeyan

Brasil Felipe Guimarães
Brasil Felipe Guimarães

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters