Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

NASCAR SPRINT CUP

Postado por Thiago Raposo terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Campinas – Esta é a sessão dedicada a NASCAR SPRINT CUP. Um dos mais impressionantes campeonatos do mundo tamanho o número de ultrapassagens e repleta de fãs pelo mundo, principalmente nos Estados Unidos. Por tudo isto a Nascar passa a ter, merecidamente, espaço aqui no “Café”. Vamos trazer a cobertura de todas as provas, resultados, e notícias da categoria.
Clique nos links abaixo para se informar sobre as datas das provas, para conferir a classificação, para conhecer quais são as equipes e quem são os pilotos e para obter mais informações sobre este campeonato.

Dia Etapa

7/fev Budweiser Shootout Resultado Destaques
12/fev Gatorade Duel 1 Resultado Destaques
12/fev Gatorade Duel 1 Resultado Destaques
15/fev Daytona Resultado Destaques
22/fev Fontana Resultado Destaques
1/mar Las Vegas Resultado Destaques
8/mar Atlanta Resultado Destaques
22/mar Bristol Resultado Destaques
29/mar Martinsville Resultado Destaques
5/abr Texas Resultado Destaques
18/abr Phoenix Resultado Destaques
26/abr Talladega Resultado Destaques
2/mai Richmond Resultado Destaques
9/mai Darlington Resultado Destaques
16/mai NASCAR Sprint Showdown Resultado Destaques
16/mai Sprint All-Star Race Resultado Destaques
24/mai Charlotte Resultado Destaques
31/mai Dover Resultado Destaques
7/jun Pocono Resultado Destaques
14/jun Michigan Resultado Destaques
21/jun Sonoma Resultado Destaques
28/jun Loudon Resultado Destaques
4/jul Daytona Resultado Destaques
11/jul Chicago Resultado Destaques
26/jul Indianapolis Resultado Destaques
2/ago Pocono Resultado Destaques
9/ago Watkins Glen Resultado Destaques
16/ago Michigan Resultado Destaques
22/ago Bristol Resultado Destaques
6/set Atlanta Resultado Destaques
12/set Richmond Resultado Destaques
20/set Loudon Resultado Destaques
27/set Dover Resultado Destaques
4/out Kansas Resultado Destaques
11/out Fontana Resultado Destaques
17/out Charlotte Resultado Destaques
25/out Martinsville Resultado Destaques
1/nov Talladega Resultado Destaques
8/nov Texas Resultado Destaques
15/nov Phoenix Resultado Destaques
22/nov Homestead Resultado Destaques


1 Jeff Gordon 1242 35 Robby Gordon 577
2 Jimmie Johnson 1157 36 David Gilliland 526
3 Kurt Busch 1144 37 Aric Almirola 451
4 Tony Stewart 1138 38 Scott Speed* 447
5 Denny Hamlin 1088 39 Regan Smith 355
6 Clint Bowyer 1052 40 Travis Kvapil 292
7 Kyle Busch 1026 41 Scott Riggs 271
8 Carl Edwards 1023 42 Joe Nemechek 245
9 David Reutimann 992 43 Bill Elliott 228
10 Kasey Kahne 975 44 Dave Blaney 224
11 Jeff Burton 953 45 Jeremy Mayfield 158
12 Matt Kenseth 946 46 Brad Keselowski 143
13 Mark Martin 937 47 Todd Bodine 123
14 Greg Biffle 930 48 Max Papis* 113
15 Juan Montoya 910 49 Terry Labonte 91
16 Kevin Harvick 869 50 Sterling Marlin 86
17 Ryan Newman 863 51 Mike Bliss 71
18 Brian Vickers 848 52 Tony Raines 34
19 Dale Earnhardt Jr. 843 53 Mike Garvey 0
20 David Stremme 829 54 Dexter Bean* 0
21 Martin Truex Jr. 818 55 Mike Wallace 0
22 Casey Mears 791 56 David Starr 0
23 A.J. Allmendinger 789 57 Dennis Setzer 0
24 Jamie McMurray 788 58 Derrike Cope 0
25 Michael Waltrip 778 59 Geoffrey Bodine 0
26 Marcos Ambrose 777 60 Carl Long 0
27 Reed Sorenson 751 61 Brandon Ash 0
28 Bobby Labonte 744 62 Trevor Boys 0
29 Elliott Sadler 734 63 Kirk Shelmerdine 0
30 David Ragan 723 64 Kelly Bires 0
31 Sam Hornish Jr. 709 65 Norm Benning 0
32 Paul Menard 637 66 Boris Said 0
33 Joey Logano* 610 67 Mike Skinner 0
34 John Andretti 589





EM CONSTRUÇÃO
BlackJack Racing Joe Gibbs Racing R3 Motorsports
Carl Long Racing JTG Daugherty Racing Red Bull Racing Team
Carter/Simo Racing Kirk Shelmerdine Racing Richard Childress Racing
Cope/Keller Racing Mayfield Motorsports Richard Petty Motorsports
Earnhardt Ganassi Racing Michael Waltrip Racing Robby Gordon Motorsports
Front Row Motorsports NEMCO Motorsports Roush Fenway Racing
Furniture Row Racing Norm Benning Racing Stewart-Haas Racing
Gunselman Motorsports Penske Racing Tommy Baldwin Racing
H&S Motorsports Phoenix Racing TRG Motorsports
Hall of Fame Racing Prism Motorsports Wood Brothers Racing
Hendrick Motorsports
Yates Racing


Hendrick Motorsport

A equipe de Rick Hendrick foi criada em 1984. Já conquistou 8 títulos da categoria principal da Nascar, dentre eles os três últimos. Até 2008 haviam sido 175 vitórias e com os quatro pilotos que tem, este número continuará a cresce rapidamente.

Mark Martin (05), com 50 anos, é um dos mais velhos pilotos da categoria. Fez sua estréia em 1981 e já venceu 35 vezes. Nunca foi campeão da categoria, mas acumula 4 vice campeonato: 1990, 1994, 1998 e 2002. Até 2008 o piloto já havia participado de 722 provas e continuará somando etapas no currículo nesta temporada.
Jeff Gordon (24) é nada mais, nada menos que tetra-campeão da categoria. O piloto que estreou na categoria em 1992 foi campeão nos anos de 1995, 1997, 1998 e 2001. Já conquistou 82 vitórias e 67 poles. Sempre correu pela equipe Hendrick e calcula-se que já ganhou quase 100 milhões de dólares em premiações nestes anos na Nascar.
Jimmie Johnson (48) é o atual tri-campeão, consecutivamente, da categoria. Ele que estreou em 2001 na categoria já conquistou 40 vitórias. É o piloto que mais facilmente se adaptou ao sistema de playoffs na Nascar. O sistema foi criado em 2004 e dos cinco anos em vigência, Johnson conquistou três. É o grande favorito ao título de 2009.
Dale Earnhardt Jr. (88) estreou na categoria principal da Nascar em 1999. É o que conta com o maior número de torcedores, grande parte devido ao pai, Dale Sr. que foi um ídolo do esporte e que morreu num acidente nas 500 milhas de Daytona de 2001. Júnior iniciou correndo na equipe da família, a Dale, mas se transferiu para a Hendrick em 2007. Sua melhor temporada foi em 2003, quando terminou na 3ª posição.



Dia: 12/02/2009 - Quinta-Feira
Hora: 17:00 - CANAL SPEED

Destaques:
Jeff Gordon vence o primeiro Gatorade Duel
video
Campinas - Começaram os Gatorade Duels, provas que definem o 43 classificados para participar das 500 milhas de Daytona. Metade dos 56 pilotos correram na primeira prova, que acabou a pouco e a outra metade vai para a pista em instantes.
Das grandes estrelas da competição, estavam presentes os seguintes pilotos: Jimmie Johnson, Jeff Gordon e Tony Stewart. Logo no início da prova, na terceira volta, Kurt Busch foi tocado, rodou e provocou a primeira bandeira amarela. O prejuízo não foi tão grande porque o piloto já está classificado para a prova por ter terminado entre os 35 primeiros da temporada passada. E no mais, ele conseguiu retornar a prova.
Na volta 25 Mike Skinner ficou lento na pista e uma nova bandeira amarela foi acionada. Daí o prejuízo foi enorme porque Skinner brigava para conquistar uma vaga para corrida e vai ter que esperar por mais um ano. Durante a bandeira amarela alguns pilotos acabaram se tocando e Bill Elliott levou a pior e teve que abandonar a prova. Porém, Elliott também já tem vaga garantida na prova e apenas terá que largar do fim do pelotão por não terminar o Gatorade.
Na volta 49, Martin Truex Jr., perdeu o controle do carro e rodou, provocando a terceira bandeira amarela. Truex Jr. que além de ter a posição garantida na prova, conquistou o direito de largar na pole, já que as duas primeiras posições foram definidas num treino realizado no Sábado. Apenas para completar a informação, Mark Martin largará na segunda posição.
Na volta 52 outra confusão entre vários carros. Sam Hornish Jr. tocou com Matt Kenseth e John Andretti. David Ragan e Casey Mears, tentando desviar do que poderia ser um acidente mais sério, frearam bruscamente e acabaram rodando. Hornish, Kenseth e Andretti retomaram o controle do carro e continuaram firmes na prova, mas Ragan e Mears tiveram grande prejuízo, pois perderam várias posições e danificaram os pneus. Os cinco envolvidos por sorte estão com vagas garantidas.
No fim o grande campeão Jeff Gordon venceu a prova com Tony Stewart em segundo, Jimmie Johnson em terceiro e Joey Logano em quarto. Tony Stewart e Scott Riggs são os dois que se classificam do Gatorade 1 para as 500 milhas. Mas é preciso algumas explicações:
1. Tony Stewart terminou entre os 35 no ano anterior, mas perdeu o direito porque trocou e equipe (agora ele é dono da própria equipe) e na verdade são os 35 primeiros carros da temporada passada que estão automaticamente classificados e não os pilotos.
2. Tony Stewart era um dos quatro pilotos que garantiram a vaga no treino do Domingo. Como garantiu a vaga novamente com a segunda posição da prova, ele abre vaga para o quinto melhor do treino do Domingo, Regan Smith.

Resultado
Pos. Pilotos Voltas
1 Jeff Gordon 60
2 Tony Stewart 60
3 Jimmie Johnson 60
4 Joey Logano 60
5 Aric Almirola 60
6 Kurt Busch 60
7 Kasey Kahne 60
8 Scott Riggs 60
9 Paul Menard 60
10 Jamie McMurray 60
11 Joe Nemechek 60
12 Brad Keselowski 60
13 Marcos Ambrose 60
14 Casey Mears 60
15 Michael Waltrip 60
16 Sam Hornish Jr. 60
17 Carl Long 60
18 Tony Raines 60
19 Terry Labonte 60
20 Kirk Shelmerdine 60
21 Martin Truex Jr. 60
22 Robby Gordon 59
23 David Ragan 59
24 Greg Biffle 58
25 John Andretti 53
26 Matt Kenseth 52
27 Bill Elliott 25
28 Mike Skinner 23



Dia: 12/02/2009 - Quinta-Feira
Hora: 18:30 - CANAL SPEED

Destaques:
Kyle Busch vence a segunda prova dos Gatorades
video
Campinas - Teve início a segunda prova dos Gatorades Duel, provas destinadas a selecionar os 43 classificados para as 500 milhas de Daytona e a posição de cada piloto no grid. Mark Martin largou na pole, mas Dale Jr. deu o bote logo na primeira volta e pulou para frente.
Na 15ª volta aconteceu a primeira amarela da prova, quando Scott Speed e Boris Said se tocaram. Speed, que assumiu o carro 82, tem lugar garantido na prova nas 500 milhas, mas Said perdeu a oportunidade e terá que esperar por mais um ano.
Ao contrário da primeira prova, quando os carros andaram num só pelotão, com disputas intensas de posições, na segunda estavam todos mais cautelosos. O pelotão se separou em vários grupos pela pista e ninguém quer correr risco de bater e prejudicar o carro para a prova.
Mark Martin, Dale Jr. e Brian Vickers pararam nos boxes com bandeira verde, aparentemente com problemas de pneus, o que levanta a atenção de todos para o Domingo. Assim que eles voltaram para a pista, estavam prestes a levar uma volta de todos quando Ryan Newman bateu e a bandeira amarela foi acionada.
No fim a vitória ficou com Kyle Busch com Mark Martin em segundo, Brian Vickers em terceiro e Montoya em quarto. Os pilotos classificados deste Gatorade para as 500 milhas foram Jeremy Mayfield e A. J. Allmendinger. Travis Kvapil e Regan Smith já estavam com as vagas garantidas devido aos treinos do Domingo.

Resultado
1 Kyle Busch 60
2 Mark Martin 60
3 Brian Vickers 60
4 Juan Montoya 60
5 Denny Hamlin 60
6 Bobby Labonte 60
7 Dale Earnhardt Jr. 60
8 Carl Edwards 60
9 Jeremy Mayfield 60
10 A.J. Allmendinger 60
11 Clint Bowyer 60
12 David Stremme 60
13 Mike Wallace 60
14 Jeff Burton 60
15 David Reutimann 60
16 Regan Smith 60
17 Elliott Sadler 60
18 Kevin Harvick 60
19 Travis Kvapil 60
20 Kelly Bires 60
21 Reed Sorenson 60
22 Derrike Cope 59
23 Norm Benning 56
24 Ryan Newman 47
25 Scott Speed 44
26 Mike Garvey 27
27 Geoffrey Bodine 22
28 Boris Said 13



DAYTONA
DIA: SÁBADO - 07/02/2009
HORA: 23:00 (CANAL SPEED - AO VIVO)

DESTAQUES
Campinas - Este próximo fim de semana marca o início da temporada 2009 da NASCAR. Ainda não é uma prova válida para o campeonato, mas mesmo assim marca o início. A primeira prova oficial será apenas no outro fim de semana, no dia 15 de Fevereiro, em Daytona. Mas por se tratar da prova mais tradicional da categoria, a festa começa uma semana antes. Amanhã irão para a pista apenas os sete melhores carros de cada marca na temporada 2008. A lista é a seguinte:
Dodge Ford General Motors Toyota
2 Kurt Busch 6 David Ragan 07 Casey Mears 00 David Reutimann
7 Robby Gordon 16 Greg Biffle 14 Tony Stewart 11 Denny Hamlin
9 Kasey Kahne 17 Matt Kenseth 24 Jeff Gordon 18 Kyle Busch
12 David Stremme 26 Jamie McMurray 29 Kevin Harvick 20 Joey Logano
19 Elliott Sadler 96 Bobby Labonte 31 Jeff Burton 55 Michael Waltrip
43 Reed Sorenson 98 Paul Menard 48 Jimmie Johnson 82 Scott Speed
44 A J Allmendinger 99 Carl Edwards 88 Dale Earnhardt Jr. 83 Brian Vickers

Serão 75 voltas, sendo que na 25ª haverá uma pausa para troca de pneus, reabastecimento e ajustes nos carros. O grid de largada foi definido por sorteio e ficou assim:
1. Paul Menard 15. Jamie McMurray
2. Elliott Sadler 16. David Ragan
3. Reed Sorenson 17. Michael Waltrip
4. Scott Speed 18. AJ Allmendinger
5. Denny Hamlin 19. Joey Logano
6. Tony Stewart 20. David Stremme
7. Brian Vickers 21. Jimmie Johnson
8. Bobby Labonte 22. David Reutimann
9. Dale Earnhardt, Jr. 23. Jeff Burton
10. Kyle Busch 24. Casey Mears
11. Carl Edwards 25. Matt Kenseth
12. Kurt Busch 26. Greg Biffle
13. Robby Gordon 27. Kevin Harvick
14. Kasey Kahne 28. Jeff Gordon


Campinas - Terminou agora a pouco o Budweiser Shootout, primeira prova da Nascar Sprint Cup 2009.
video
Apesar de não contar como uma prova oficial para o calendário, não somar pontos para a temporada, a prova serve bastante para os “sortudos” que participam arrumar o carro para a estréia, semana que vem, nas 500 milhas de Daytona.
video
Basicamente a história é a seguinte: a cidade de Daytona pára nesta semana para a realização da prova, que acontece no próximo Domingo. Para aproveitarem todas as oportunidades comerciais, a Nascar e a Budweiser já há algum tempo promovem esta prova uma semana antes para colocar a cidade no clima.
video
Até o ano passado só poderiam participar da prova pilotos que haviam feito pole-position no ano anterior e antigos vencedores do Budweiser. Isto porque a cervejaria era a principal patrocinadora dos treinos classificatórios. Ano passado a empresa deixou de patrocinar a sessão classificatória, então inventaram uma nova regra para este ano! Participariam os seis melhores carros, do ano anterior, de cada montadora. Mas como deste jeito uma das grandes estrelas, Tony Stewart, ficaria de fora, mudaram para os sete primeiro para o piloto entrar.
video
Dois grandes destaques da prova, Joey Logano de apenas 18 anos e Scott Speed, ex-F1 e que fará a primeira temporada completa na Sprint Cup, saíram logo de cara, com um acidente na quinta volta. Vários pilotos alternaram na liderança e muitas equipes fizeram testes para averiguarem o comportamento do carro em situações adversas. Como sempre em Daytona, a prova só foi decidida na última curva e para alegria de todos, com um Big One (acidente envolvendo vários carros!). Kevin Harvick conseguiu sobreviver ao incidente e venceu a prova.
video
Na quinta feira os carros voltam a pista para a disputa dos Gatorade Duel, duas provas com metade dos 57 inscritos na primeira prova e a outra metade na segunda, de onde sairão os 43 classificados para a disputa da prova, no Domingo.
video

Resultado
1 Kevin Harvick 15 Casey Mears
2 Jamie McMurray 16 David Stremme
3 Tony Stewart 17 Greg Biffle
4 Jeff Gordon 18 Dale Earnhardt Jr.
5 A.J. Allmendinger 19 Bobby Labonte
6 Kasey Kahne 20 David Reutimann
7 Carl Edwards 21 Elliott Sadler
8 Matt Kenseth 22 Michael Waltrip
9 Kurt Busch 23 Reed Sorenson
10 Kyle Busch 24 Jeff Burton
11 Brian Vickers 25 Scott Speed
12 Paul Menard 26 David Ragan
13 Denny Hamlin 27 Robby Gordon
14 Jimmie Johnson 28 Joey Logano



video video
7ª Amarela8ª Amarela

Fonte: http://www.nascar.com
Campinas - Matt Kenseth (foto) foi o grande vencedor das 500 Milhas de Daytona! O piloto deu sorte de estar no lugar certo na hora certa. Na volta 146 aconteceu a oitava bandeira amarela da prova e logo em seguida começou a chover! A Nascar ainda insistiu por seis voltas, mas na 152ª a bandeira vermelha foi acionada. A prova estava interrompida para análise dos fiscais se valeria a pena esperar a chuva passar e a pista secar ou se deveriam encerrar. Como a chuva não passava, Kenseth foi declarado vencedor.
Vamos tentar levar a você o que foi a prova: Martin Truex Jr. que largou na pole, manteve a posição após a largada. Mas já na segunda volta Kyle Busch assumiu a liderança. Na nona volta aconteceu a primeira bandeira amarela (ver vídeo).
Na 11ª volta foi dada a relargada e Kyle Busch sustentou a liderança. Na 26ª uma nova bandeira amarela, mas desta vez não aconteceu nenhum acidente. Como havia chovido mais cedo, antes da prova, as condições da pista mudaram e a direção da prova resolveu chamar esta amarela para que as equipes pudessem avaliar as reações do carro com a pista pós-chuva.
A bandeira verde foi dada na 30ª volta. Na 37º Matt Kenseth ocupava a segunda posição, mostrando que apesar da chuva tinha carro para andar entre os líderes. Na 53ª Dale Earnhardt Jr. ultrapassou o Buschinho e pulou para a ponta da prova. Porém, uma volta depois Júnior perdeu a posição para Tony Stewart e duas depois uma bandeira amarela foi mostrada (ver vídeo).
Na volta 59 a bandeira verde foi novamente mostrada. Na volta 70 Jeff Gordon pulou para liderança. Mais uma amarela na volta 80 (ver vídeo). Todos pararam no boxe e Kyle Busch retornou na liderança.
A bandeira verde foi dada e os carros passaram um longo período sem muitas trocas de posições. Na 113ª os pilotos começaram a parar nos boxes com bandeira verde, pois os pneus já não agüentavam mais. Juan Montoya, Brian Vickers, Sam Hornish Jr., Jimmie Johnson e Jeff Gordon foram os pilotos que pararam. Daí aconteceu o que mais temiam! Uma bandeira amarela. Com isto, todos os que haviam parado ficaram uma volta atrás dos líderes.
Mal foi dada a bandeira verde e o grande momento da prova aconteceu. Na volta 124 o Big One (acidente entre vários carros) aconteceu (ver vídeo). Kurt Busch, Kyle Busch, Dale Earnhardt Jr., Carl Edwards, Robby Gordon, Denny Hamlin, Jimmie Johnson, Jamie McMurray, Scott Speed e Brian Vickers foram envolvidos. Alguns conseguiram voltar e outros não.
Na volta 133 nova bandeira verde. Com medo da chuva, os pilotos partiram para o tudo ou nada e os acidentes foram acontecendo. Na 138 outra amarela, a sétima da corrida (ver vídeo – neste post)! Verde novamente na 143 com a classificação assim: 1. Elliott Sadler 2. Matt Kenseth 3. Reed Sorenson 4. A.J. Allmendinger 5. Tony Stewart. Na volta 146 Matt Kenseth assumiu a liderança e logo após a última bandeira amarela, a oitava (ver vídeo – neste post)!
O resto da história vocês já sabem: chuva, bandeira vermelha e fim de prova. Veja no vídeo abaixo o momento em que Kenseth soube que havia vencido.
video

Resultado
1 Matt Kenseth 23 Bill Elliott
2 Kevin Harvick 24 Terry Labonte
3 A.J. Allmendinger 25 Scott Riggs
4 Clint Bowyer 26 Denny Hamlin
5 Elliott Sadler 27 Dale Earnhardt Jr.
6 David Ragan 28 Jeff Burton
7 Michael Waltrip 29 Aric Almirola
8 Tony Stewart 30 Jimmie Johnson
9 Reed Sorenson 31 Kasey Kahne
10 Kurt Busch 32 Sam Hornish Jr.
11 Martin Truex Jr. 33 David Stremme
12 David Reutimann 34 Robby Gordon
13 Jeff Gordon 35 Scott Speed
14 Juan Montoya 36 Ryan Newman
15 Casey Mears 37 Jamie McMurray
16 Mark Martin 38 Paul Menard
17 Marcos Ambrose 39 Brian Vickers
18 Carl Edwards 40 Jeremy Mayfield
19 John Andretti 41 Kyle Busch
20 Greg Biffle 42 Travis Kvapil
21 Regan Smith 43 Joey Logano
22 Bobby Labonte




FONTANA
DIA: DOMINGO - 22/02/2009
Matt Kenseth vence novamente e dispara na liderança do campeonato. O piloto que já havia vencido a primeira etapa do ano, em Daytona, voltou a repetir o feito em Fontana. Apesar de ser muito cedo para se falar em título, Kenseth já garantiu 20 pontos para os playoffs (caso se classifique) o que é de certa maneira, uma bela vantagem.
A corrida em Fontana, como não poderia deixar de ser, foi chata. O circuito não permite muitas brigas e normalmente os carros andam separados um dos outros. Pode-se até dividir a prova em 3 partes: na primeira o tri-campeão Jimmie Johnson dominou, liderando boa parte! Na segunda, foi a vez do tetra-campeão Jeff Gordon se manter na frente e na final, Matt Kenseth dominou e partiu rumo a vitória. Jeff Gordon chegou em segundo e Kyle Busch em terceiro.
O colombiano Juan Pablo Montoya fez uma corrida boa, se mantendo o tempo todo entre os 15 primeiros e no fim conseguiu terminar na 11ª posição e está entre os doze primeiros na classificação geral do campeonato.


Resultado
1 Matt Kenseth 23 Sam Hornish Jr.
2 Jeff Gordon 24 Casey Mears
3 Kyle Busch 25 Elliott Sadler
4 Greg Biffle 26 Joey Logano *
5 Kurt Busch 27 Martin Truex Jr.
6 Denny Hamlin 28 Ryan Newman
7 Carl Edwards 29 A.J. Allmendinger
8 Tony Stewart 30 Robby Gordon
9 Jimmie Johnson 31 John Andretti
10 Brian Vickers 32 Jeff Burton
11 Juan Montoya 33 David Gilliland
12 Kasey Kahne 34 Jeremy Mayfield
13 David Stremme 35 Aric Almirola
14 David Reutimann 36 Scott Riggs
15 Michael Waltrip 37 Paul Menard
16 Jamie McMurray 38 Kevin Harvick
17 David Ragan 39 Dale Earnhardt Jr.
18 Travis Kvapil 40 Mark Martin
19 Clint Bowyer 41 Scott Speed *
20 Bobby Labonte 42 Dave Blaney
21 Reed Sorenson 43 Joe Nemechek
22 Marcos Ambrose






Campinas - Os irmãos Busch conquistaram a primeira fila da etapa da Nascar em Las Vegas. Kyle fez a pole e Kurt ficou com a segunda posição. Porém, por ter mexido no motor, Kyle vai ter que ceder a posição e largará no fim do grid. Os dois não se dão muito bem desde que o irmão mais novo, Kyle, se envolveu em um acidente com Kurt no All Star de 2007.
Jimmie Johnson sobe então para a primeira fila e largará na segunda posição. Matt Kenseth, que venceu as duas primeiras provas do ano, vai ter um trabalho duro. Ele que luta para ser o primeiro piloto a vencer as três provas de abertura do campeonato seguidas, largará apenas na 40ª posição.
A prova será realizada neste Domingo, as 18:30.

Las Vegas
Dia: Domingo (01/03/2009)
Hora: 18:30 (AO VIVO NO CANAL SPEED)

Campinas - A exemplo da corrida de ontem da Nationwide, a prova da Sprint Cup foi extremamente conturbada. O excesso de bandeiras vermelhas acabou atrapalhando um pouco o espetáculo. Kyle Busch, que conquistou a pole para a prova e que teve que largar do fim do pelotão devido a uma punição por ter mexido no motor após a qualificação, fez uma grande prova de recuperação e venceu a primeira dele no ano. Buschinho, que dominou a fase de classificação para os chase no ano passado, começou a impor o domínio que mostrou em 2008.
Kurt Busch saiu na frente, devido à punição de seu irmão, com Jimmie Johnson ao seu lado. O tri-campeão deu o bote em Busch na largada e assumiu a liderança da prova.
Já na segunda volta a primeira amarela foi mostrada: Brad Keselowski tocou no muro e rodou na pista. Um pouco mais atrás Denny Hamlin chocou-se com Joe Nemechekque que freou bruscamente devido ao acidente de Keselowski.
Matt Kenseth, vencedor das duas primeiras provas, aproveitou a amarela para alguns reparos no carro que não estava bem. Na sexta volta foi dada a relargada, mas por apenas duas voltas. Não deu mesmo para Kenseth que ficou lento na pista e abandonou a prova. Mais atrás, Todd Bodine levou um totó de Hamlin e Elliott Sadler o acertou de frente enquanto ele rodava.
A verde foi dada novamente na 11. Carl Edwards começou uma corrida de recuperação e na 43 passou Kurt Busch para assumir a liderança.
Depois de um bom tempo de bandeira verde os carros começaram a parar nos pits e Dale Jr. ultrapassou o limite de velocidade e foi punido. Na 57 Jimmie Johnson voltou para frente e na 60 nova amarela devido a detritos na pista.
Na 65 foi dada a relargada e Harvick e Edwards começaram a duelar pela liderança. Porém, na 74 a amarela foi novamente mostrada devido a um problema com David Ragan. Todos os carros foram para os pits e Harvick voltou na frente com Tony Stewart em segundo. A prova voltou na 83 e na 86 houve uma mudança na liderança: Biffle passou Harvick.
Na 96 mais uma amarela: David Streme tocou com Edwards e rodou. Vários pilotos pararam, mas Biffle se manteve na pista. Na 100ª a verde foi dada novamente e Montoya foi exprimido no muro por Clint Bowyer e teve que parar nos boxes perdendo todas as chances de uma boa corrida. O piloto caiu para 36ª posição, com uma volta atrás. Mark Martin abandonou a prova na volta 123 com o motor estourado. Nova amarela!
Novamente todos os pilotos aproveitaram para fazer a parada nos pits e Johnson resolveu trocar apenas dois pneus e voltou na liderança da prova. A prova reiniciou na volta 132 e seis voltas mais tarde Reed Sorenson rodou e a prova foi novamente interrompida. Verde na 143 e inacreditavelmente amarela na 144. Desta vez foi Aric Almirola que bateu sozinho no muro.
Reinício na 149 e Jeff Gordon assumiu a liderança da prova, passando Jimmie Johnson. Michael Waltrip foi o responsável pela próxima amarela, na 164, quando rodou sozinho. Foram todos para o pit e Jeff Burton voltou na frente. A prova recomeçou na 169, mas para variar, amarela na 171. Denny Hamlin também rodou sozinho.
Na 176 a verde foi novamente acionada e desta vez a prova ficou um longo período sem interrupção. Até que os pilotos precisaram parar com bandeira verde. Entre os líderes, Jimmie Johnson parou na 221 e para o seu azar, enquanto ele parava a amarela acontecia. Seu companheiro de equipe, Jeff Gordon, furou o pneu e a prova foi interrompida. Resultado: como quem para com a bandeira verde perde uma volta, os que não haviam parado, pararam e voltaram com uma volta a frente de Johnson. Carl Edwards, outro favorito, saiu dos pits sem uma porca na roda e teve que parar novamente, perdendo várias posições.
A prova reiniciou na 227. Kyle Busch, que largou de trás, pulou para frente e por lá ficou até a 248 quando a prova foi novamente interrompida. Vários pilotos foram para os pits, mas Clint Bowyer resolveu ficar na pista e pulou para a ponta. A prova recomeçou na 262 e seis voltas mais tarde Kyle Busch voltou para a ponta. Na 269, Paul Menard bateu sozinho no muro e a prova foi novamente parada. Voltou na 278, mas na 279, calma, foi a última! Bandeira amarela novamente. Jimmie Johnson que lutava para voltar ao pelotão da frente perdeu a traseira e rodou. Sam Hornish Jr. que vinha atrás, tentando fugir da confusão, acabou rodando também.
A prova reiniciou faltando três voltas para o fim e Kyle Busch não teve dificuldades de levar o carro até o fim. Foi a primeira vitória do piloto que encantou a categoria na temporada passada. Clint Bowyer chegou em segundo e Jeff Burton em terceiro.


Resultado
1 Kyle Busch 23 Kurt Busch
2 Clint Bowyer 24 Jimmie Johnson
3 Jeff Burton 25 Ryan Newman
4 David Reutimann 26 Tony Stewart
5 Bobby Labonte 27 Michael Waltrip
6 Jeff Gordon 28 John Andretti
7 Greg Biffle 29 Elliott Sadler
8 Brian Vickers 30 Casey Mears
9 Jamie McMurray 31 Juan Montoya
10 Dale Earnhardt Jr. 32 Martin Truex Jr.
11 Kasey Kahne 33 A.J. Allmendinger
12 Kevin Harvick 34 Reed Sorenson
13 Joey Logano 35 Paul Menard
14 David Gilliland 36 Max Papis
15 Robby Gordon 37 Todd Bodine
16 Sam Hornish Jr. 38 Brad Keselowski
17 Carl Edwards 39 Aric Almirola
18 David Stremme 40 Mark Martin
19 Regan Smith 41 Joe Nemechek
20 Marcos Ambrose 42 David Ragan
21 Scott Speed 43 Matt Kenseth
22 Denny Hamlin





O veterano Mark Martin conquistou a pole para a prova de hoje da Nascar, em Atlanta. Será a quarta etapa do ano e o piloto da equipe Hendricks garantiu a ponta com o tempo de 29,64 segundos. Ele foi o único piloto a superar as 336 km/h. “Estou me sentindo como um estreante”, disse o piloto.
Ao seu lado sairá o piloto da Penske, Kurt Busch. O colombiano Juan Pablo Montoya largará numa bela quarta posição e tem muitas chances de conquistar um grande resultado em Atlanta.
Entre os favoritos, Jimmie Johnson saí em sétimo, Kyle Busch em nono, Jeff Gordon em 16º e Carl Edwards em 29º. A prova será transmitida ao vivo pelo Speed Channel e pelo Bandsports às 15:00.


Fonte: http://sports.yahoo.com/nascar
Campinas – O campeão de 2004, Kurt Busch, dominou a prova de Atlanta realizada no último fim de semana. O piloto liderou 70% das voltas disputadas e com certa facilidade venceu a prova. É o retorno da Penske e da Dodge as primeiras posições.
Na largada o veterano Mark Martin manteve a ponta e completou a primeira volta na liderança. Já na volta seguinte, a primeira bandeira amarela: Reed Sorenson bateu e a prova foi interrompida. A corrida recomeçou na sexta volta e Kurt Busch pulou para a liderança.
Na 12ª Bobby Labonte chocou-se com o muro e provocou a segunda amarela. Muitos pilotos aproveitaram a situação e foram para os boxes trocar pneu e abastecer o carro. Ryan Newman, ex-companheiro de equipe de Kurt Busch, assumiu a liderança. Bandeira verde na volta 15.
Kurt Busch, que estava com o carro “na mão”, não demorou mais que uma volta para voltar para a ponta da prova. Na 40 Travis Kvapil e Mike Bliss abandonam com problemas no carro. Depois de um longo período sem bandeira amarela, os pilotos foram obrigados a fazer a parada com bandeira verde. Entre os pilotos que ocupam freqüentemente as posições de destaque Matt Kenseth parou na volta 62, Tony Stewart na 63, Kyle Busch – Dale Jr. e Jeff Gordon na 65 e Brian Vickers e Denny Hamlin na 66 (isto sem citar os pilotos de menos destaque) e o pior aconteceu. Na 67 a amarela foi acionada porque durante o pit de Marcos Ambrose um pneu rolou em direção a pista e a Nascar achou prudente parar para evitar um problema maior, ainda mais depois que um mecânico correu atrás do pneu, no rumo da pista.
Apenas 15 carros ficaram na volta do líder, mas nove deles tiveram que alinhar a frente do primeiro colocado e não atrás, pois estavam no pit no momento da amarela. Isto significava que quando a verde fosse dada, eles estariam na alça de mira do líder para tomar uma volta. Liderança que, aliás, caiu nas mãos de Jimmie Johnson. Carl Edwards e Kurt Busch estavam também entre os pilotos na volta do líder. A verde foi dada na 74.
Na 81 Carl Edwards assumiu a liderança da prova pela primeira vez. Porém, o carro de Kurt Busch estava realmente rápido e na volta 103 ele voltou para a liderança. Simultaneamente Bobby Labonte rodou e a quarta bandeira amarela foi acionada. Os pilotos aproveitaram para trocar pneu e reabastecer e a verde foi dada na 108, ainda com Kurt Busch na frente.
Apenas dez carros estavam na mesma volta nesta altura da prova. Kyle Busch que havia perdido uma volta naquela confusão dos pitstop na volta 65 perdeu mais uma na última amarela, pois teve problema no boxe. Enquanto isto o irmão dele sumia na liderança e chegou a abrir dez segundos de vantagem para o segundo colocado quando na volta 157 uma nova amarela foi mostrada. Caíram fluidos do carro de Dale Jr. na pista e a Nascar interrompeu a prova para limpar. Verde na 162.
Jeff Gordon, líder do campeonato, partiu com tudo para cima de Kurt Busch, ficaram lado a lado, mas o piloto da Penske estava impossível e manteve a ponta. Na 185 nova amarela devido a problemas com Marcos Ambrose. Verde na 192.
Tony Stewart que estava duas voltas atrás do líder passa Kurt Busch e recupera uma volta no braço. Na 204 Sam Hornish e Bill Elliott se chocaram e a bandeira amarela foi novamente acionada. Os pilotos pararam no boxe e Jeff Gordon assumiu a liderança da prova. Verde na 209, mas cinco voltas depois nova amarela, devido a um pneu furado de Mark Martin. Verde na 222.
Kurt Busch que era o quinto demorou apenas 29 voltas para voltar à liderança da prova. Nova amarela na 260 devido a problemas com o carro de Robby Gordon. Verde na 265, mas duas voltas depois uma nova amarela. Desta vez Scott Speed, David Ragan e Greg Biffle se envolveram num acidente. Como faltava pouco mais de 50 voltas para o fim da prova, alguns ponteiros pararam no boxe e alguns resolveram permanecer na pista. Kurt Busch foi um dos que não pararam. Verde na 275.
Faltando três voltas para o fim da prova, Robby Gordon teve problemas e a 11ª bandeira amarela foi acionada. Todos os pilotos foram para o boxe, pois o combustível estava no fim bem como os pneus. Carl Edwards deu o golpe trocando apenas dois pneus e assumiu a liderança. A prova foi para a prorrogação e a verde foi dada na 329. Kurt Busch mostrou então que era o grande nome da corrida e fui com tudo para cima de Edwards assumindo a liderança e vencendo a prova. Jeff Gordon foi junto e terminou na segunda posição.


Resultado
1 Kurt Busch 23 David Stremme
2 Jeff Gordon 24 David Gilliland
3 Carl Edwards 25 Michael Waltrip
4 Kevin Harvick 26 Robby Gordon
5 Brian Vickers 27 Juan Montoya
6 Clint Bowyer 28 Paul Menard
7 Kasey Kahne 29 John Andretti
8 Tony Stewart 30 Joey Logano
9 Jimmie Johnson 31 Mark Martin
10 Martin Truex Jr. 32 David Reutimann
11 Dale Earnhardt Jr. 33 Reed Sorenson
12 Matt Kenseth 34 Greg Biffle
13 Denny Hamlin 35 Scott Speed
14 Jeff Burton 36 Bill Elliott
15 Jamie McMurray 37 Sam Hornish Jr.
16 Casey Mears 38 Marcos Ambrose
17 A.J. Allmendinger 39 Joe Nemechek
18 Kyle Busch 40 Bobby Labonte
19 David Ragan 41 Dave Blaney
20 Elliott Sadler 42 Travis Kvapil
21 Aric Almirola 43 Mike Bliss
22 Ryan Newman




Campinas - Definido os 43 pilotos que largarão Domingo em Bristol para a disputa da quinta prova da temporada. A corrida tem uma importância a mais do que as outras pelo fato de definir os 35 pilotos que terão lugar garantido nos grids de largada das corridas posteriores.
A Nascar tem por tradição dar esta garantia aos 35, mas no início do ano como estão todos zerados na tabela de classificação, a categoria utiliza então o resultado final da temporada passada até a quinta prova. A partir de então passa a valer à atual.
E o veterano Mark Martin, que é um dos grandes nomes que corre risco de ficar de fora do seleto grupo, garantiu a pole para a prova para tentar espantar de vez qualquer chance de azar.
Confira abaixo o grid completo:


1 Mark Martin 15.26 23 Joey Logano 15.53
2 Ryan Newman 15.26 24 Denny Hamlin 15.54
3 Jimmie Johnson 15.30 25 Sam Hornish Jr. 15.55
4 Greg Biffle 15.32 26 A.J. Allmendinger 15.55
5 Kasey Kahne 15.36 27 Brian Vickers 15.55
6 David Reutimann 15.37 28 Joe Nemechek 15.56
7 Reed Sorenson 15.41 29 David Stremme 15.58
8 Dave Blaney 15.41 30 Kevin Harvick 15.59
9 Jamie McMurray 15.41 31 Clint Bowyer 15.60
10 Jeff Gordon 15.44 32 Kurt Busch 15.60
11 Scott Speed 15.45 33 Matt Kenseth 15.62
12 Juan Pablo Montoya 15.46 34 Dale Earnhardt Jr. 15.64
13 Marcos Ambrose 15.46 35 Robby Gordon 15.64
14 David Gilliland 15.48 36 Bobby Labonte 15.64
15 Tony Stewart 15.49 37 Casey Mears 15.68
16 Todd Bodine 15.51 38 Carl Edwards 15.68
17 Travis Kvapil 15.52 39 John Andretti 15.70
18 Aric Almirola 15.52 40 Jeff Burton 15.73
19 Kyle Busch 15.52 41 David Ragan 15.74
20 Martin Truex Jr. 15.52 42 Paul Menard 15.74
21 Michael Waltrip 15.53 43 Sterling Marlin 15.58
22 Elliott Sadler 15.53

Campinas – Numa prova muito pouco empolgante, Kyle Busch faturou segunda vitória da temporada e já garante 20 pontos para o Chase. Bristol, conhecido por suas arquibancadas imponentes, ao melhor estilo Coliseu e por corridas sempre emocionantes, viveu neste Domingo um dia incomum. Buschinho liderou 418 voltas das 503 disputadas e arrasou quem fosse que cruzasse o seu caminho.
O tri-campeão da categoria, Jimmie Johnson, que até então estava fora da zona de classificação para os playoffs, fez uma bela corrida e terminou na terceira posição. Com isto o piloto pulou para a nona posição da tabela geral.
A prova definiu os 35 pilotos que terão vaga garantida na próxima prova e Mark Martin e Joey Logano conseguiram se manter no grupo. Por outro lado, Scott Speed ficou fora e terá que disputar uma posição na próxima prova.
Juan Pablo Montoya fez uma bela corrida, se destacando pelas constantes disputas de posições e no fim terminou a prova na nona posição, o que o fez ganhar seis posição na tabela de classificação, ocupando agora a 15ª posição.


Resultado
1. Kyle Busch 15. Carl Edwards 29. Kevin Harvick
2. Denny Hamlin 16. A.J. Allmendinger 30. Sam Hornish Jr.
3. Jimmie Johnson 17. Tony Stewart 31. Michael Waltrip
4. Jeff Gordon 18. Travis Kvapil 32. Matt Kenseth
5. Kasey Kahne 19. David Stremme 33. John Andretti
6. Mark Martin 20. Elliott Sadler 34. Aric Almirola
7. Ryan Newman 21. Robby Gordon 35. David Gilliland
8. Jeff Burton 22. Bobby Labonte 36. Jamie McMurray
9. Juan Montoya 23. Reed Sorenson 37. Joey Logano
10. Marcos Ambrose 24. Casey Mears 38. Greg Biffle
11. Kurt Busch 25. Paul Menard 39. Sterling Marlin
12. David Reutimann 26. Martin Truex Jr. 40. Joe Nemechek
13. Clint Bowyer 27. David Ragan 41. Todd Bodine
14. Dale Earnhardt Jr. 28. Scott Speed 42. Dave Blaney



Campinas - O tri-campeão Jimmie Johnson começou a engrenar no campeonato 2009. O piloto que não teve um belo início de ano conseguiu entrar na listas dos 12 melhores na última corrida e com a vitória de hoje já figura entre os quatro melhores.
A corrida pode ser dividida em três partes: no início ela foi dominada pelo tetra-campeão Jeff Gordon, companheiro de Johnson na Hendrick. Porém, um pouco antes no meio da prova Jeff foi superado por Denny Hamlin, da Joe Gibbs, que terminou a última prova na segunda posição. Daí começou a segunda parte, com domínio total de Hamlin, que abriu boa diferença para os rivais que se alternavam na segunda posição. No fim, a terceira e última parte, quando Jimmie Johnson foi com tudo para cima de Hamlin, deu um chega para lá no rival e pulou para a ponta da prova. Hamlin ainda conseguiu terminar na segunda posição dom Tony Stewart em terceiro e Jeff Gordon em quarto.


Resultado
1) Jimmie Johnson 23) Matt Kenseth
2) Denny Hamlin 24) Kyle Busch
3) Tony Stewart 25) Paul Menard
4) Jeff Gordon 26) Carl Edwards
5) Clint Bowyer 27) David Ragan
6) Ryan Newman 28) Greg Biffle
7) Mark Martin 29) Martin Truex Jr.
8) Dale Earnhardt Jr. 30) Scott Riggs
9) A.J. Allmendinger 31) Elliott Sadler
10) Jamie McMurray 32) Joey Logano
11) Kevin Harvick 33) Brian Vickers
12) Juan Pablo Montoya 34) Sam Hornish Jr.
13) Michael Waltrip 35) John Andretti
14) Marcos Ambrose 36) David Gilliland
15) Jeff Burton 37) Aric Almirola
16) Bobby Labonte 38) Jeremy Mayfield
17) Reed Sorenson 39) Scott Speed
18) Kurt Busch 40) Robby Gordon
19) Kasey Kahne 41) Joe Nemechek
20) David Reutimann 42) Dave Blaney
21) Casey Mears 43) Todd Bodine
22) David Stremme




Campinas – Neste Domingo será disputada no oval do Texas a sétima etapa da temporada 2009 da Nascar Sprint Cup. A pole ficou com David Reutimann da equipe de Michael Waltrip, com um tempo de 28.344 segundos. Ao seu lado o piloto terá o tetra campeão da categoria, Jeff Gordon da equipe Hendrick.
O grande favorito para levar a prova, Carl Edwards da equipe Roush vai largar na 13ª posição. O piloto que ocupa a oitava posição na tabela de classificação é colocado na condição de favorito porque ele venceu as duas provas disputadas no oval na temporada passada da Sprint Cup.
Kyle Busch também não é um nome para se desprezar, já que assim como Edwards, ele venceu as duas etapas do ano passado no circuito, só que pela Nationwide Series e ele vai largar na pole da categoria de base neste Sábado.
Duas surpresas, uma agradável e uma nem tanto para esta prova com relação aos pilotos classificados: O italiano mais brasileiro que existe, Max Papis conseguiu classificar para a prova e vai largar da 39ª posição. Por outro lado o ex-Fórmula 1 Scott Speed não se classificou e fica fora da prova. Papis recebe este título por que é casado com a filha de Wilson Fittipaldi e passa geralmente as férias no Brasil.
Confira abaixo o grid completo da prova:
1 David Reutimann 28.344 23 Mark Martin -0.301
2 Jeff Gordon -0.048 24 Bobby Labonte -0.308
3 Matt Kenseth -0.084 25 A.J. Allmendinger -0.334
4 David Ragan -0.087 26 John Andretti -0.335
5 Paul Menard -0.091 27 Mike Bliss -0.378
6 Kasey Kahne -0.092 28 Kurt Busch -0.387
7 Tony Stewart -0.106 29 Robby Gordon -0.395
8 Kyle Busch -0.163 30 David Gilliland -0.405
9 Jimmie Johnson -0.164 31 Martin Truex Jr. -0.428
10 Joey Logano -0.187 32 David Stremme -0.457
11 Marcos Ambrose -0.194 33 Regan Smith -0.458
12 Sam Hornish Jr. -0.195 34 Michael Waltrip -0.486
13 Carl Edwards -0.201 35 Casey Mears -0.490
14 Greg Biffle -0.204 36 Jamie McMurray -0.496
15 Jeff Burton -0.209 37 Bill Elliott -0.527
16 Juan Montoya -0.249 38 Reed Sorenson -0.541
17 Kevin Harvick -0.253 39 Max Papis -0.611
18 Brian Vickers -0.261 40 Brad Keselowski -0.633
19 Clint Bowyer -0.262 41 Aric Almirola -0.664
20 Dale Earnhardt Jr. -0.266 42 Elliott Sadler+ -1.262
21 Ryan Newman -0.284 43 Dave Blaney -0.671
22 Denny Hamlin -0.297




Campinas – Foi realizada hoje no Texas mais uma etapa da Nascar Sprint Cup. O grande vencedor for o tetra-campeão Jeff Gordon, que não vencia uma prova desde 2007. O piloto chegou a comentar que foi uma ironia ele vencer logo lá, já que nunca havia conseguidos bons resultados no oval.
Já na largada o piloto do carro 24 superou o pole, David Reutimann e deu mostras de que estava com um carro competitivo. Porém, no oitavo giro Reutimann deu o troco o voltou para a liderança da prova. Gordon, na verdade, perdeu rendimento e também foi superada por Paul Menard e Tony Stewart.
Na 47ª volta Matt Kenseth, vencedor das duas primeiras voltas da temporada, assumiu a ponta da prova. Devido à ausência de bandeiras amarelas, os pilotos foram obrigados a começar a parar nos boxes na verde.
Na volta 68, Tony Stewart ultrapassou Reutimann para assumir a segunda posição da prova. Greg Biffle era o quarto colocado e nem sinal de Jeff Gordon entre os cinco primeiros. Stewart foi então a caça de Kenseth e na volta 88 pulou para a ponta da prova.
Kyle Busch envolveu-se num acidente na voltou 102 e acabou perdendo todas as chances de terminas bem na prova. Ele estava disputando posição com John Andretti e acabou perdendo a paciência com o rival e jogou o carro para cima dele. Mas o Buschinho acabou levando a pior, pois seu carro foi danificado.
Por volta da 160ª volta Greg Biffle pulou para a liderança da prova. Poucas voltas depois de todos os pilotos pararem uma amarela aconteceu. Os pilotos decidiram voltar aos boxes, mas Jeff Gordon resolveu arriscar e permaneceu na pista. Isto o jogou novamente para a liderança.
Faltando 38 voltas para o fim, Carl Edwards, um dos favoritos a vitória assumiu a ponta da prova. Parecia que as chances de Gordon vencer haviam ido para o espaço, mas uma nova amarela, devido a um acidente com David Stremme mudou tudo. Novamente todos os pilotos foram para o pit, inclusise Jeff Gordon, mas a equipe Roush, de Edwards, pisou na bola e o piloto perdeu várias posições. Gordon voltou na frente para não mais sair. Jimmie Johnson até tentou, mas não conseguiu superar seu companheiro de equipe que quebrou assim um jejum de quase dois anos.

Resultado
1 Jeff Gordon 23 Brad Keselowski
2 Jimmie Johnson 24 Michael Waltrip
3 Greg Biffle 25 Martin Truex Jr.
4 Tony Stewart 26 John Andretti
5 Matt Kenseth 27 Kevin Harvick
6 Mark Martin 28 Bill Elliott
7 Juan Montoya 29 David Gilliland
8 Kurt Busch 30 Joey Logano *
9 Jeff Burton 31 Regan Smith
10 Carl Edwards 32 Elliott Sadler
11 David Reutimann 33 Aric Almirola
12 Denny Hamlin 34 A.J. Allmendinger
13 Paul Menard 35 Max Papis *
14 David Stremme 36 Reed Sorenson
15 Ryan Newman 37 David Ragan
16 Brian Vickers 38 Jamie McMurray
17 Sam Hornish Jr. 39 Robby Gordon
18 Kyle Busch 40 Bobby Labonte
19 Kasey Kahne 41 Marcos Ambrose
20 Dale Earnhardt Jr. 42
Mike Bliss
21 Casey Mears 43
Dave Blaney
22 Clint Bowyer
J C Stout



Campinas – Depois de uma semana de folga, a Nascar Sprint Cup volta neste Sábado para a disputa da oitava etapa da temporada. Mark Martin, que havia ficado oito anos sem conquistar uma pole, marcou hoje à terceira na temporada com o tempo de 26.903 e média de 215,35 km/h.
Atrás de Martin vem os dois irmãos Busch, com Kyle na frente de Kurt. Os dois já venceram três etapas nesta temporada e largando tão bem, são com certeza dois nomes entre os favoritos para a vitória. Jeff Gordon, vencedor da última prova no Texas e líder do campeonato sai logo atrás dos dois, na quarta posição.
O colombiano Juan Pablo Montoya, 13º colocado no campeonato, vive a expectativa de entrar para o seleto grupo dos dozes que se classificam para os playoffs. Ele vai largar da 20ª posição. A prova será transmitida ao vivo a partir das 21:30 para o Brasil pelos canais Speed e Bandsports.
Confira abaixo o grid completo da prova:
1 Mark Martin 26.903 23 Robby Gordon -0.245
2 Kyle Busch -0.018 24 Clint Bowyer -0.246
3 Kurt Busch -0.023 25 A.J. Allmendinger -0.255
4 Jeff Gordon -0.025 26 Martin Truex Jr. -0.263
5 Brian Vickers -0.053 27 David Gilliland -0.267
6 Tony Stewart -0.066 28 Jamie McMurray -0.273
7 Paul Menard -0.067 29 Marcos Ambrose -0.287
8 David Reutimann -0.072 30 Ryan Newman -0.297
9 Regan Smith -0.076 31 Joey Logano* -0.335
10 Jimmie Johnson -0.096 32 Michael Waltrip -0.352
11 Carl Edwards -0.100 33 Kevin Harvick -0.365
12 Denny Hamlin -0.112 34 Dave Blaney -0.380
13 Greg Biffle -0.116 35 Sam Hornish Jr. -0.383
14 David Ragan -0.133 36 Reed Sorenson -0.406
15 Dale Earnhardt Jr. -0.140 37 Scott Riggs -0.438
16 Jeff Burton -0.149 38 Casey Mears -0.451
17 Matt Kenseth -0.160 39 Sterling Marlin -0.469
18 Scott Speed* -0.199 40 Elliott Sadler -0.593
19 David Stremme -0.203 41 John Andretti+ -0.669
20 Juan Montoya -0.240 42 Bobby Labonte+ -0.676
21 Kasey Kahne -0.241 43 Tony Raines -0.493
22 Joe Nemechek -0.243



Campinas – Mark Martin foi o grande vencedor da prova de Phoenix da Nascar Sprint Cup. Foi a oitava etapa do campeonato e o veterano piloto que já estava beliscando o feito, já que largou pela terceira vez na pole na temporada, não perdoou os adversários.
Na largada ele suportou a pressão dos irmãos Busch e começou a abrir uma boa diferença para os rivais. Nas voltas seguintes Kyle Busch começou a perder rendimento e rapidamente deixou de ocupar o TOP 5 da prova.
A primeira amarela aconteceu na volta 54 e todos os pilotos aproveitaram para fazer a primeira parada nos boxes. A ordem depois dos pits era: Mark Martin, Kurt Busch, Denny Hamlin, Tony Stewart e Jeff Gordon. Na relargada Stewart passou Hamlin e as posições se mantiveram do mesmo jeito por algumas voltas.
Na 95 Stewart pulou para segundo ao ultrapassar Kurt Busch e dez voltas depois a segunda amarela foi acionada. A equipe Penske fez um belo trabalho de boxe e devolveu Kurt Busch na liderança da prova com Mark Martin em segundo e Greg Biffle em terceiro.
Foi a vez do Buschão passar um bom tempo na liderança da prova. Na volta 151 Jeff Gordon, vencedor da última prova, teve problemas com o carro e por sorte uma nova amarela pintou para que ele pudesse parar para fazer os reparos.
Por volta da 160ª voltou a acontecer mais uma amarela e Dale Earnhardt Jr. resolveu arriscar e não parou nos boxes para trocar pneus e reabastecer. Com isto o piloto do carro 88 pulou para a ponta da prova. A estratégia se mostrou válida já que ele se manteve na liderança nas 70 voltas seguintes, até que faltando 56 voltas Mark Martin o ultrapassou.
Ele começou a imprimir um ritmo impressionante, abrindo uma boa vantagem para os demais concorrentes e dando pinta de que venceria com facilidade, mas há 10 voltas para o fim Casey Mears tocou em Dale Jr. e uma nova amarela foi chamada.
Era o que faltava para um fim de prova emocionante, ainda mais porque todos os lideres pararam, menos Ryan Newman, que ficou então com a liderança da prova. A verde foi novamente acionada faltando seis voltas e Martin e Stewart devoraram Newman e pularam para frente. Apesar das tentativas do rival, Mark Martin cruzou a linha de chegada na frente, e conquistou a 36ª vitória da carreira.

Resultado
1 Mark Martin 23 Paul Menard
2 Tony Stewart 24 Juan Montoya
3 Kurt Busch 25 Jeff Gordon
4 Jimmie Johnson 26 Clint Bowyer
5 Greg Biffle 27 Matt Kenseth
6 Denny Hamlin 28 Regan Smith
7 Martin Truex Jr. 29 Bobby Labonte
8 David Reutimann 30 Kevin Harvick
9 Sam Hornish Jr. 31 Dale Earnhardt Jr.
10 Carl Edwards 32 Elliott Sadler
11 Jamie McMurray 33 David Gilliland
12 Reed Sorenson 34 Scott Speed *
13 Kasey Kahne 35 A.J. Allmendinger
14 Marcos Ambrose 36 Scott Riggs
15 Jeff Burton 37 Michael Waltrip
16 Ryan Newman 38 John Andretti
17 Kyle Busch 39 Robby Gordon
18 David Stremme 40 Sterling Marlin
19 Brian Vickers 41 Joe Nemechek
20 Casey Mears 42 Dave Blaney
21 Joey Logano * 43 Tony Raines
22 David Ragan

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters