Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Relato completo da vitória de Kurt Busch na Nascar

Postado por Thiago Raposo quarta-feira, 11 de março de 2009

Fonte: http://sports.yahoo.com/nascar
CampinasDevido à forte gripe que me pegou de jeito no fim de semana, somente agora tenho a oportunidade de completar o relato das categorias do fim de semana. Tinha a opção de colocar apenas dentro da sessão “Almanaque” para ficar como referência para pesquisas futuras, mas resolvi publicar também na página principal e fica a critério de cada um ler ou não ler!

O campeão de 2004, Kurt Busch, dominou a prova de Atlanta realizada no último fim de semana. O piloto liderou 70% das voltas disputadas e com certa facilidade venceu a prova. É o retorno da Penske e da Dodge as primeiras posições.
Na largada o veterano Mark Martin manteve a ponta e completou a primeira volta na liderança. Já na volta seguinte, a primeira bandeira amarela: Reed Sorenson bateu e a prova foi interrompida. A corrida recomeçou na sexta volta e Kurt Busch pulou para a liderança.
Na 12ª Bobby Labonte chocou-se com o muro e provocou a segunda amarela. Muitos pilotos aproveitaram a situação e foram para os boxes trocar pneu e abastecer o carro. Ryan Newman, ex-companheiro de equipe de Kurt Busch, assumiu a liderança. Bandeira verde na volta 15.
Kurt Busch, que estava com o carro “na mão”, não demorou mais que uma volta para voltar para a ponta da prova. Na 40 Travis Kvapil e Mike Bliss abandonam com problemas no carro. Depois de um longo período sem bandeira amarela, os pilotos foram obrigados a fazer a parada com bandeira verde. Entre os pilotos que ocupam freqüentemente as posições de destaque Matt Kenseth parou na volta 62, Tony Stewart na 63, Kyle Busch – Dale Jr. e Jeff Gordon na 65 e Brian Vickers e Denny Hamlin na 66 (isto sem citar os pilotos de menos destaque) e o pior aconteceu. Na 67 a amarela foi acionada porque durante o pit de Marcos Ambrose um pneu rolou em direção a pista e a Nascar achou prudente parar para evitar um problema maior, ainda mais depois que um mecânico correu atrás do pneu, no rumo da pista.
Apenas 15 carros ficaram na volta do líder, mas nove deles tiveram que alinhar a frente do primeiro colocado e não atrás, pois estavam no pit no momento da amarela. Isto significava que quando a verde fosse dada, eles estariam na alça de mira do líder para tomar uma volta. Liderança que, aliás, caiu nas mãos de Jimmie Johnson. Carl Edwards e Kurt Busch estavam também entre os pilotos na volta do líder. A verde foi dada na 74.
Na 81 Carl Edwards assumiu a liderança da prova pela primeira vez. Porém, o carro de Kurt Busch estava realmente rápido e na volta 103 ele voltou para a liderança. Simultaneamente Bobby Labonte rodou e a quarta bandeira amarela foi acionada. Os pilotos aproveitaram para trocar pneu e reabastecer e a verde foi dada na 108, ainda com Kurt Busch na frente.
Apenas dez carros estavam na mesma volta nesta altura da prova. Kyle Busch que havia perdido uma volta naquela confusão dos pitstop na volta 65 perdeu mais uma na última amarela, pois teve problema no boxe. Enquanto isto o irmão dele sumia na liderança e chegou a abrir dez segundos de vantagem para o segundo colocado quando na volta 157 uma nova amarela foi mostrada. Caíram fluidos do carro de Dale Jr. na pista e a Nascar interrompeu a prova para limpar. Verde na 162.
Jeff Gordon, líder do campeonato, partiu com tudo para cima de Kurt Busch, ficaram lado a lado, mas o piloto da Penske estava impossível e manteve a ponta. Na 185 nova amarela devido a problemas com Marcos Ambrose. Verde na 192.
Tony Stewart que estava duas voltas atrás do líder passa Kurt Busch e recupera uma volta no braço. Na 204 Sam Hornish e Bill Elliott se chocaram e a bandeira amarela foi novamente acionada. Os pilotos pararam no boxe e Jeff Gordon assumiu a liderança da prova. Verde na 209, mas cinco voltas depois nova amarela, devido a um pneu furado de Mark Martin. Verde na 222.
Kurt Busch que era o quinto demorou apenas 29 voltas para voltar à liderança da prova. Nova amarela na 260 devido a problemas com o carro de Robby Gordon. Verde na 265, mas duas voltas depois uma nova amarela. Desta vez Scott Speed, David Ragan e Greg Biffle se envolveram num acidente. Como faltava pouco mais de 50 voltas para o fim da prova, alguns ponteiros pararam no boxe e alguns resolveram permanecer na pista. Kurt Busch foi um dos que não pararam. Verde na 275.
Faltando três voltas para o fim da prova, Robby Gordon teve problemas e a 11ª bandeira amarela foi acionada. Todos os pilotos foram para o boxe, pois o combustível estava no fim bem como os pneus. Carl Edwards deu o golpe trocando apenas dois pneus e assumiu a liderança. A prova foi para a prorrogação e a verde foi dada na 329. Kurt Busch mostrou então que era o grande nome da corrida e fui com tudo para cima de Edwards assumindo a liderança e vencendo a prova. Jeff Gordon foi junto e terminou na segunda posição.

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters