Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

#Stock_car - O que que a baiana tem?

Postado por Thiago Raposo segunda-feira, 10 de agosto de 2009

São Paulo - Salvador recebeu a Stock Car neste último fim de semana para uma prova histórica, por ser a primeira vez que a categoria correu no Nordeste e também numa pista de rua. O "Café com F1" esteve lá, e vamos agora passar as impressões gerais do evento e da cidade:

- Entusiasmo
O público Baiano e os governantes não mediram esforços em "vestir a camisa" da categoria. Por toda parte da cidade Outdoors anunciavam a corrida; na televisão propagandas eram vinculadas a todo o momento. O público vestia camisetas e bonés pela rua e nos shoppings, carros eram expostos aos fãs.

- Organização
No circuito, placas orientavam muito bem cada setor, deixando a vida fácil para os torcedores. Mas no transporte público e no trânsito, a coisa era diferente. A demora na espera por um ônibus era absurda, isto quando o mesmo não passava e ignorava todos os sinais para parar. Cinto de segurança? Isto é artigo de enfeite na cidade: taxista, motorista de ônibus e mesmo moradores, são raros os que usam. Transito caótico em torno da festa (mas isto não é uma exclusividade de Salvador).

- Cidade
Nitidamente deu para perceber a presença de pessoas de várias regiões do país e até de fora. Obviamente, muitos aproveitaram para fazer turismo na cidade e a situação também não era das melhores: No pelourinho, dezenas de crianças pedindo esmola, vendedores de lembranças que ficava te seguindo para convencê-lo a comprar, fachadas dos casarões antigos suja e com a pintura desgastada.

- Segurança
Apesar de ter sido advertido nos primeiros minutos na cidade por um policial para não ficar com celular à vista, pois os índices de furtos eram altos, não presenciei nenhuma situação suspeita. Vale dizer que me locomovi de transporte público pela cidade, fiquei HORAS em pontos de ônibus pela cidade e mesmo assim, pareceu tudo muito seguro. No circuito, no dia da corrida, centenas de policiais garantiam a tranquilidade de todos.

- Corrida
Sem graça - sem ultrapassagens! A cidade precisa repensar em alguma alteração para o ano que vem, pois a continuar assim, o gosto pela prova tende a cair. O excesso de bandeiras amarelas e de medidas durante todo o fim de semana em nome da "segurança", atrapalharam bastante o espetáculo.

- Resultado
SUCESSO - apesar de todos os erros e da quantidade de pontos a serem melhorados para o futuro, não resta dúvida que a decisão de correr no estado foi acertada e que a idéia deve-se estender para outros estados da nação. O povo baiano mostrou que o entusiasmo vai para muito além do carnaval e fizeram uma festa incrível, que todos os pormenores da estréia perdem o valor frente a grande festa que aconteceu no fim de semana em Salvador.

* O "Café com F1" teve os custos do transporte até a cidade e a credencial para a prova cobertos pela empresa aérea Webjet, numa promoção feita pela Stock Car. Apesar do atraso na ida, devido a problemas meteorológicos enfrentados pela aeronave, vale a pena fazer o jabá e agradecer a companhia que ofereceu um serviço de primeira.

3 comentários

  1. Anônimo Says:
  2. CAROS COLEGAS DO CAFÉ COM F1,
    ACREDITO QUE VOCÊS ESTÃO CERTOS EM PONTOS TOCADOS NO TEXTO "O QUE É QUE A BAHIANA TEM?", COMO PROBLEMAS COM O TRANSPORTE PÚBLICO, COM A PRESENÇA DE AMBULANTES NO CÊNTRO HISTÓRICO, E ATÉ MESMO COM A FALTA DE RESPONSABILIDADE DE ALGUNS EM NÃO USAR O SINTO DE SEGURANÇA AO DIRIGIR PELA CIDADE, MAS VOCÊS ESQUECERAM DE DIZER TAMBÉM QUE TUDO ISSO QUE ACONTECE AQUI,TAMBÉM ACONTECE LÁ EM SÃO PAULO E EM TODO O RESTO DO PAÍS.
    E VALE RESSALTAR QUE TODOS OS MAUS HÁBITOS SÃO COPIADOS NA MAIORIA DAS VEZES DAS CAPITAIS MAIORES, SINTO MUITO POR VOCÊS NÃO TEREM TEMPO SUFICIENTE PARA CONHECER O QUE QUE A BAIANA TEM!
    AH! E SABE QUELA FRASE QUE VOCÊS ESCUTAM MUITO E TEÊM INVEJA?
    EU VOU DIZE... "EU TENHO ORGULHO DE SER BAIANA"!!

    ATT:CARLA CRISTINA BAIANA E
    SOTEROPOLITANA.

     
  3. Caro Thiago, permita discordar de voce. Esta corrida foi muito chata porque ela foi pensada ao contrário: Não pensaram no espetaculo ou no Esporte, e sim em propaganda. Isso não faz o sucesso. Sucesso seria se o grande público que foi no autódromo visse uma grande corrida, com segurança e sem tanta "média". O fator competitivo foi deixado de lado e isso marcou negativamente a corrida. Repensada e repaginada para o ano que vem, pode ser um dos maiores eventos do Brasil no automobilismo.

     
  4. Oi CARLA CRISTINA, concordo com você quando diz que nao é um problema exclusivo de Salvador, com exceção ao cinto de segurança, que aqui já bem assimilado. Se não gostei do pelourinho, adorei o farol da barra e achei as praias muito belas...(sem falar do acarejá...que delícia)!

    Thiago Rosa, acho que não podemos ser tão exigentes assim por ser a primeira vez que isto acontece por lá! Se o traçado não fez sucesso, um monte de outras coisas que fazem parte de um todo de uma corrida se saiu muito bem e por isto considero um sucesso...

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters