Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

#F1 - Button com uma mão e meia na taça

Postado por Thiago Raposo domingo, 4 de outubro de 2009

Campinas - O alemão Sebastien Vettel conquistou a terceira vitória dele na temporada, quarta na carreira, e encostou em Rubens Barrichello na briga pelo vice-campeonato na temporada. Com uma volta perfeita, o alemão que já havia conquistado a pole no Sábado, venceu de ponta a ponta a etapa japonesa.

A prova teve apenas 19 pilotos já que o alemão Timo Glock da equipe Toyota não participou devido ao forte acidente que sofreu na sessão classificatória do Sábado. O suíço Sebastien Buemi teve bastante problema na prova: primeiro o carro ficou parado no grid, na hora da largada e depois abandonou na volta 11 com problemas no motor.

Mark Webber que não participou da classificação por problemas no carro, largou na última posição e fez uma estratégia interessante. Como o pneu mole não era o mais recomendado, ele largou com este composto e logo na primeira volta parou para trocar e assim cumprir o regulamento de utilizar o composto. Porém, o australiano teve problemas no carro e teve que parar na volta seguinte para reparos e a estratégia "foi para o brejo".

Jenson Button, que largou na décima posição, perdeu uma posição na largada, mas logo na segunda volta ultrapassou o polonês Robert Kubica para reassumir o décimo posto. Na 13ª volta o alemão Adrian Sutil, da Force India, que estava bem leve, foi para cima do finlandês Heikki Kovalainen na Mclaren. Os acabaram se tocando, Sutil rodou e Kovalainen ficou encaixotado e com isto Jenson Button levou a melhor e ultrapassou os dois.

Teve início as primeiras paradas nos pits, para os pilotos que foram para duas paradas e nada de anormal aconteceu. Na volta 28 o franco-suíço Romain Grosjean, que tentava alcançar Jaime Alguersuari, escapou da pista e foi superado por Adrian Sutil. Na segunda janela de pitstop, o finlandês Kimi Räikkönen da Ferrari superou o alemão Nick Heidfeld da BMW e o italiano Jarno Trulli da Toyota deixou o inglês Lewis Hamilton para trás, para ocupar a segunda posição.

Na volta 44 Alguersuari bateu forte e provocou a entrada do safety-car na pista que acabou beneficiando o alemão Nico Rosberg da Williams, que ainda não havia feito a parada e conseguiu trocar os pneus e retornar um pouco mais a frente do que retornaria em situação normal. A bandeira verde foi dada faltando cinco voltas para o fim e Vettel confirmou a vitória com Trulli em segundo e Hamilton em terceiro.

Confira abaixo o resultado final da prova:
1 Sebastian Vettel RBR-Renault 1:28:20.443
2 Jarno Trulli Toyota +4.8 secs
3 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes +6.4 secs
4 Kimi Räikkönen Ferrari +7.9 secs
5 Nico Rosberg Williams-Toyota +8.7 secs
6 Nick Heidfeld BMW Sauber +9.5 secs
7 Rubens Barrichello Brawn-Mercedes +10.6 secs
8 Jenson Button Brawn-Mercedes +11.4 secs
9 Robert Kubica BMW Sauber +11.7 secs
10 Fernando Alonso Renault +13.0 secs
11 Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes +13.7 secs
12 Giancarlo Fisichella Ferrari +14.5 secs
13 Adrian Sutil Force India-Mercedes +14.9 secs
14 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes +15.7 secs
15 Kazuki Nakajima Williams-Toyota +17.9 secs
16 Romain Grosjean Renault +1 Lap
17 Mark Webber RBR-Renault +2 Laps
Ret Jaime Alguersuari STR-Ferrari Accident
Ret Sebastien Buemi STR-Ferrari Clutch

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters