Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Ricardo Zonta x CBA

Postado por Thiago Raposo segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Foi disputada neste Domingo em Interlagos a última etapa da temporada 2009 da Stock Car. A categoria que já conhecia o campeão, Cacá Bueno, via a disputa pelo vice-campeonato movimentar a etapa. Porém, o que chamou a atenção foi mais uma punição dos fiscais da CBA para o paranaense Ricardo Zonta. O piloto que corre pela própria equipe, Panasonic Racing, vem sendo perseguido pelos homens que teoricamente deveriam zelar pelo cumprimento da regra durante a prova.

Zonta foi acusado de queimar a linha que delimita a entrada dos boxes ao parar para o reabastecimento e teve que pagar uma punição para evitar a exclusão da prova. Após o termino da corrida, o piloto conseguiu provar a inocência e ganhou um pedido de desculpas da CBA. Desculpas estas que não devolveram o hipotético pódio do piloto na prova, já que quando ele efetuou a parada, estava na terceira posição.

Não foi a primeira vez na temporada que o paranaense foi vítima de decisões discutíveis da Confederação Brasileira de Automobilismo. Na última prova de Curitiba ele também foi punido depois de disputar a posição com Allam Khodair. Muitos ligados a categoria, incluindo alguns pilotos, disseram achar excessiva a punição e que apesar de um pouco mais agressiva, não passou de um disputa de pista.

Na primeira prova do ano, também em Interlagos, Zonta cruzou a linha de chegada na primeira posição, mas não levou a vitória. Ele, na ocasião, sofrera uma punição por causa do capô do carro que voou. O detalhe é que o carro tinha um problema sério de construção e vários outros carros sofreram com o mesmo problema naquela prova. A CBA, no entanto, ignorou o pouco tempo de teste e o erro de projeto, e puniu todos os pilotos, tirando assim uma vitória de Zonta.

Será que existe alguma coisa contra o piloto na CBA? Foram três punições na temporada e isto porque o piloto deixou de disputar várias provas, pois estava correndo na Grand Am, categoria de protótipos dos Estados Unidos. Será que este número de punição seria maior se o piloto tivesse participado de todas as provas? A Ricardo Zonta sobrou ficar com as desculpas da CBA e ver o lugar no pódio ser ocupado por outro piloto.

4 comentários

  1. Pezzolo Says:
  2. e a historia abafada... tsc tsc tsc... viva a CBA

     
  3. Kico Says:
  4. Thiago,
    Nao vejo como uma perseguicao pessoal ao Zonta. Acho que é o que ele falou: "- A cada corrida tem um fiscal de pista diferente. Não há uma estrutura de trabalho, de confiança. A CBA e a Vicar precisam melhorar isso....Em todas as etapas aconteceram erros de fiscais por essa falta de estrutura e isso só prejudica as equipes, pilotos e os patrocinadores..."
    Exemplo: o cone que entrou no carro do Felipe Maluhy em Curitiba e acabou com a corrida dele. Minuto 05:55


    http://www.youtube.com/watch?v=xkSs6ThwSz4


    Ou seja, tem que ter uma infraestrutura à altura dos pilotos/equipes envolvidas.

    Sem sentido a punicao ao Zonta na batalha com o Khodair. Os proprios Allam e Zonta falaram que foi lance normal de corrida no Linha de Chegada.

    Lembram da lambança dos fiscais na temporada 2008 da F1? Juiz de futebol e fiscal de pista: tem que ser discreto, competente e nao atrapalhar o evento.

     
  5. Andrei Luiz Says:
  6. Também não vejo como perseguição. Meu argumento é simples. A prova da Stock é curta e os fiscais de prova (sabidamente) não tem equipamento suficiente pra julgar todos os lances. Quando pressionados, pois a punição tem um prazo máximo pra ser divulgada, caso contrário o piloto não tem como paga-la em prova, é normal cometerem equivocos.

     
  7. Rafael Rosa Says:
  8. Parabéns pelo texto! As punições dos comissários na Stock são estapafurdias! É dois pesos e vinte e nove medidas! Ou pune todos ou vira farra do boi!

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters