Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Indy - Castroneves vence a primeira em 2010

Postado por Thiago Raposo domingo, 11 de abril de 2010

Campinas - O Alabama recebeu hoje (11) os carros da Fórmula Indy numa prova valendo pela terceira etapa do campeonato. O brasileiro Hélio Castroneves da equipe Penske, depois de largar na terceira posição, venceu com uma estratégia perfeita de combustível.

Na largada o australiano Will Power, companheiro de equipe de Hélio e que venceu as duas primeiras corridas da temporada, manteve a ponta depois de largar na pole. Mike Conway também manteve a segunda posição e Castroneves perdeu o terceiro posto para Scott Dixon, mas o neozelandês cometeu algum erro ou teve algum problema no carro, pois no fim da primeira volta havia caído para a quinta posição.

Pouca coisa aconteceu no início da prova, pois os carros acabaram se espalhando pelo travado circuito de Barber MotorSports e as posições se mantiveram as mesmas. Começou então a divisão nas estratégias de prova: um primeiro grupo de pilotos (Alex Tagliani, Dan Wheldon, Bertrand Baguette e Tony Kanaan) resolveu parar nos pits entre as voltas 9 e 11, para tentar algo diferente, já que estava difícil de ultrapassar. Na volta seguinte o japonês Takuma Sato da equipe KV Racing ficou parado na pista e a bandeira amarela foi acionada. Outro grupo de pilotos aproveitou para parar, meio que entrando na mesma estratégia dos que pararam antes: neste grupo estavam Will Power, Mike Conway, Ryan Briscoe, Ryan Hunter-Reay e Justin Wilson.

Os pilotos que não pararam ocupavam as primeiras posições. Os principais nomes eram: Hélio Castroneves, Marco Andretti, Scott Dixon, Dario Franchitti e Simona de Silvestro. Na relargada na volta 17, Marco Andretti acabou ultrapassando Castroneves e assumiu a liderança da prova. Will Power que havia caído para a 13ª colocação, começou a prova de recuperação e ultrapassou o Tagliani e Dan Wheldon. Na volta 29 começaram as paradas dos pilotos que não tinham parado na bandeira amarela. Danica Patrick foi a primeira e ela foi seguida por Andretti e Franchitti na volta 30, Dixon e Simona na 31 e Castroneves na 32.

A estratégia deste grupo mostrou ser a melhor, pelo menos naquele momento da prova, pois os três primeiros colocados eram Marco Andretti, Hélio Castroneves e Scott Dixon - todos que pararam nesta última janela. Só então apareceu o primeiro piloto da outra estratégia, o brasileiro Tony Kanaan na quarta colocação. Na volta 38, os pilotos que pararam na bandeira amarela começaram a parar novamente. Tagliani e Hunter-Reay pararam na 38, Vitor Meira e Raphael Matos na 39, Tony Kanaan na 40, Dan Wheldon, Mario Moraes e Graham Rahal na 41 e finalmente Power, Conway e Milka Duno na 42.

Na volta 52, Will Power que ainda lutava pela terceira vitória no ano, deixou Simona de Silvestro pra trás e assumiu a quinta colocação. Na 58 começou a janela de pit do segundo grupo e os primeiros a pararem foram Alex Lloyd, Vitor Meira e Marco Andretti, que estava na liderança. O brasileiro Hélio Castroneves, que brigava contra Andretti pela vitória, parou apenas na 62, o que foi crucial para o resultado final da prova. A ordem da corrida após as paradas era: Andretti, Castroneves, Dixon, Power, Franchitti e Kanaan. Na volta 64, o grupo que parou na amarela foi para os pits pela última vez na corrida. Devido a ausência de amarelas na prova, eles acabaram tendo que fazer uma parada a mais que o outro grupo.

Na volta 69, numa disputa pela 17ª colocação, Danica Patrick tocou em Alex Lloyd, que rodou na pista, mas conseguiu retornar sem a necessidade da amarela. Tagliani passou Simona e assumiu a décima posição. Andretti diminuiu bastante o ritmo, tentando economizar combustível e começou a torcer por uma amarela, mas ela não apareceu e ele teve que parar faltando nove voltas para o fim. Com isto, Castroneves assumiu a ponta da prova seguido de Dixon. Justin Wilson passou Tony Kanaan na volta 83 e pulou para sétimo.

Quando a prova parecia certa na mão do brasileiro, a estreante Simona de Silvestro rodou na pista enquanto se defendia das investidas de Ryan Hunter-Reay pela décima primeira posição. O motor dela morreu e o safety car entrou na pista, agrupando todo o pelotão, pelo desespero de Castroneves. A prova recomeçou faltando duas voltas para o fim, mas o piloto da Penske pisou fundo, conseguiu manter Dixon sob controle e venceu a prova. O neozelandês terminou em segundo e Dario Franchitti em terceiro.

A próxima prova da Indy será no dia 18 de Abril em Long Beach. Confira abaixo o resultado final da prova:
Pos  Driver               Tam                    Gap
1. Helio Castroneves Penske
2. Scott Dixon Ganassi + 0.5703s
3. Dario Franchitti Ganassi + 8.1590s
4. Will Power Penske + 8.6639s
5. Marco Andretti Andretti + 9.7410s
6. Ryan Briscoe Penske + 10.9611s
7. Justin Wilson Dreyer & Reinbold + 11.5478s
8. Tony Kanaan Andretti + 12.8533s
9. Mike Conway Dreyer & Reinbold + 13.3162s
10. Alex Tagliani Fazzt + 14.8450s
11. Dan Wheldon Panther + 15.2007s
12. Ryan Hunter-Reay Andretti + 15.6727s
13. Mario Moraes KV + 16.7242s
14. Raphael Matos Luczo Dragon de Ferran + 1 lap
15. Hideki Mutoh Newman/Haas/Lanigan + 1 lap
16. EJ Viso KV + 1 lap
17. Graham Rahal Sarah Fisher + 1 lap
18. Vitor Meira Foyt + 1 lap
19. Danica Patrick Andretti + 1 lap
20. Bertrand Baguette Conquest + 1 lap
21. Simona de Silvestro HVM + 1 lap
22. Mario Romancini Conquest + 1 lap
23. Alex Lloyd Dale Coyne + 1 lap
24. Milka Duno Dale Coyne + 4 laps
25. Takuma Sato KV + 22 laps

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters