Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

Opinião: Dois pesos e duas medidas no caso Ferrari

Postado por Thiago Raposo domingo, 25 de julho de 2010

O Grande Prêmio da Alemanha de F1 disputado neste Domingo (25) no circuito de Hockenheim vai entrar para a história, pelo menos para os brasileiros, como aquele em que Felipe Massa teve que deixar o companheiro Fernando Alonso passar e com isto perdeu a vitória.

O fato é que apesar de ser proibida, a Ferrari sempre fez tal manobra porque ela pensa antes de tudo na conquista do objetivo maior que é o título da temporada. E estaria a equipe errada em desejar isto e de tomar certas atitudes discutíveis para chegar lá?

Temos grandes exemplos de que o jogo aberto entre os companheiros pode acabar muito mal: Williams em 1986, em que Nelson Piquet e Nigel Mansell se mataram e Alain Prost ficou com o título ou mais recentemente, em 2007, em que o mesmo Fernando Alonso e Lewis Hamilton deram de bandeja o título para Kimi Räikkönen.

Vale lembrar que o mesmo Felipe Massa, na equipe Ferrari, já se beneficiou de tal ordem em 2008. Na ocasião, GP. da China, Kimi Räikkönen foi ordenado a ceder a posição para o brasileiro, que estava melhor posicionado na tabela de classificação (vídeo abaixo):



Fernando Alonso estava 31 pontos na frente de Felipe Massa antes da prova e apenas na quinta posição do campeonato. Se a equipe quer mesmo e acredita que pode chegar ao título, o melhor que tinha a fazer era dar a ordem, para que o piloto melhor colocado no mundial tivesse melhores condições de brigar pelo título.

Que é feio, é, não discuto! Que o esporte fica manchado fica! Mas é preciso julgar da mesma forma quando o brasileiro que é prejudicado ou quando o brasileiro é beneficiado. Achar absurdo num caso e fechar os olhos no outro não é a atitude mais correta! Alguns tentam justificar que o caso era diferente, como se existisse meio erro! Ou erra ou não erra – ou é a favor ou contra as ordens de equipes! Se o Felipe aceitou passar o companheiro dois anos atrás, tem que aceitar ser ultrapassado!

7 comentários

  1. Stunts Says:
  2. Concordo plenamente... Só tenho 2 críticas a esse caso todo:
    1: Fernando Alonso dando chilique... Quem decide isso é a FERRARI, não o piloto que em tese será beneficiado... Ele tem q fazer o trabalho dele na pista e aí sim a equipe decide o que fazer, não cabendo a ele qualquer tipo de crítica, já que é uma manobra ilegal...
    2: a forma como foi executada... esse ano mesmo tivemos ordens da McLaren e da Red Bull... Ambas "morreram por aí" pelo simples fato de terem sido discretas... Não precisava ter falado daquela forma no radio e muito menos deixar tão descaradamente a ultrapasagem...

    Enfim, é isso, no mais, excelente opinião =)

     
  3. Este comentário foi removido pelo autor.  
  4. Lamento mais o caso nao é de punir um piloto ou outro, o esporte foi manchado como vc mesmo disse, entao, só uma atitude mostraria que tem gente seria cuidando do nossa formula 1, é banir a ferrari da formula 1 por esse resto de ano, como ja tivemos com a mclaren e renault, a ferrari nao pode dominar a formula 1. Só um comentario, quando o nome é confusão o sobrenome é Fernando Alonso.

     
  5. Anônimo Says:
  6. ------ * -------- * ------- * ------

    É impossível permanecermos calados, vamos empurrar boicotar o GP Brasil
    via twitter foragpbrasil

    ------ * -------- * ------- * ------

     
  7. Pezzolo Says:
  8. reproduzo aqui um parágrafo que postei na pezzolo.tv:
    uitos vão dizer, e os comentários estão abertos para continuarmos a discussão “Ah, a Ferrari já fez isso antes várias vezes, até a favor do Massa e ninguém reclamou”. Eu não acredito nesta tese: quando um campeonato está em sua reta final e 3 ou 4 pilotos disputam entre eles o título, acho mais que justo que o jogo de equipe aconteça. Como Raikkonen fez por Massa em 2008, o contrário em 2007 e Massa por Schumacher em 2006. Mas esse tipo de decisão no meio do campeonato não é esportiva: senão, temos que apagar da memória toda a discussão do último GP entre os pilotos da Red Bull e as duas vitórias de Button no campeonato agora que Hamilton é líder. Dá para ser diferente. Dá para ser um belo espetáculo . Dá para abrir a transmissão com um belo “respeitável público”. Mas a Ferrari não quer, a Fórmula 1 é conivente com isso e Fernando Alonso e Felipe Massa são dois pilotos sem personalidade que não aprenderam a lição com Michael Schumacher e Rubens Barrichello, dois super esportistas que carregam uma página negra em suas histórias, mesma página que agora integra as biografias da dupla Ferrarista.

     
  9. Cara, mil perdões, mas sua comparação dos casos não procede. Em 2008 Massa estava disputando o campeonato e Kimi não mais. Kimi saiu do campeonato devido ao seu baixo rendimento nas corridas.

    No último domingo Massa ainda tinha chances matemáticas de voltar ao campeonato mas foi proibido de fazê-lo. E de forma imbecil ainda aceitou essa condição.

    Isso fere regras de esportividade.

     
  10. t

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters