Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

F1 - Contas, números e matemáticas

Postado por Thiago Raposo domingo, 10 de outubro de 2010

Campinas - E depois de seis provas sem subir no ponto mais alto do pódio, Sebastian Vettel (Red Bull) voltou a vencer na categoria e voltou com muita força a briga pelo título. Depois de marcar a pole no treino classificatório diferente, no Domingo, ele foi supremo durante toda a prova, mantendo a uma distância confortável o rival e companheiro Mark Webber, que com a segunda posição, manteve a liderança do campeonato.

Já as duas McLarens deram um passo atrás na briga, pois terminaram em quarto e quinto com Jenson Button e Lewis Hamilton e agora estão a mais de 25 pontos atrás de Webber e faltando apenas três provas, vê a situação ficar bem difícil. Já não basta vencer todas as provas para os dois pilotos, pois vão depender de combinação de resultado e apesar de tão próximos um do outro, seja a hora da equipe inglesa priorizar um dos dois para a briga.

Os 14 pontos de vantagem que Webber tem para Alonso e Vettel o dá uma tranquilidade, mas não garante nada, pois a diferença da vitória para a segunda colocação é de 7 pontos e em 3 provas os dois que estão em segundo são capazes de descontar 21 caso vençam todas e o australiano termine em segundo. Ou seja, a matemática do título começa a ficar interessante. Para a Red Bull o fato de ter dois pilotos na briga pode virar algo prejudicial, pois podemos ver as temporadas de 1986 e de 2007 se repetirem, quando dois companheiros morreram na praia devido a disputas internas.

Os grandes momentos da corrida ficaram por conta da ousadia de Kamui Kobayashi, que foi um verdadeiro camicase, mas que contou também com a sorte, pois o espetáculo ficou muito perto de virar uma prova desastrosa. A briga interna da Mercedes também foi interessante, pois o veterano Michael Schumacher, mesmo com pneus 21 voltas mais novos que os companheiro Nico Rosberg, não conseguiu fazer a ultrapassagem e no fim, só conseguiu terminar na frente porque Rosberg teve problemas.

Confira abaixo o resultado final da prova:
1 5 Sebastian Vettel RBR-Renault 53 1:30:27.323 1 25
2 6 Mark Webber RBR-Renault 53 +0.9 secs 2 18
3 8 Fernando Alonso Ferrari 53 +2.7 secs 4 15
4 1 Jenson Button McLaren-Mercedes 53 +13.5 secs 5 12
5 2 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 53 +39.5 secs 8 10
6 3 Michael Schumacher Mercedes GP 53 +59.9 secs 10 8
7 23 Kamui Kobayashi BMW Sauber-Ferrari 53 +64.0 secs 14 6
8 22 Nick Heidfeld BMW Sauber-Ferrari 53 +69.6 secs 11 4
9 9 Rubens Barrichello Williams-Cosworth 53 +70.8 secs 7 2
10 16 Sebastien Buemi STR-Ferrari 53 +72.8 secs 18 1
11 17 Jaime Alguersuari STR-Ferrari 52 +1 Lap 16
12 19 Heikki Kovalainen Lotus-Cosworth 52 +1 Lap 20
13 18 Jarno Trulli Lotus-Cosworth 51 +2 Laps 19
14 24 Timo Glock Virgin-Cosworth 51 +2 Laps 22
15 21 Bruno Senna HRT-Cosworth 51 +2 Laps 23
16 20 Sakon Yamamoto HRT-Cosworth 50 +3 Laps 24
17 4 Nico Rosberg Mercedes GP 47 +6 Laps 6
Ret 14 Adrian Sutil Force India-Mercedes 44 Oil leak 15
Ret 11 Robert Kubica Renault 2 Mechanical 3
Ret 10 Nico Hulkenberg Williams-Cosworth 0 Accident 9
Ret 7 Felipe Massa Ferrari 0 Accident 12
Ret 12 Vitaly Petrov Renault 0 Accident 13
Ret 15 Vitantonio Liuzzi Force India-Mercedes 0 Accident 17
DNS 25 Lucas di Grassi Virgin-Cosworth 0 Accident 21

Classificação do campeonato
1 Mark Webber RBR-Renault 220
2 Fernando Alonso Ferrari 206
3 Sebastian Vettel RBR-Renault 206
4 Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 192
5 Jenson Button McLaren-Mercedes 189
6 Felipe Massa Ferrari 128
7 Nico Rosberg Mercedes GP 122
8 Robert Kubica Renault 114
9 Michael Schumacher Mercedes GP 54
10 Adrian Sutil Force India-Mercedes 47

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters