Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

F1 - Fórmula 1njusta

Postado por Thiago Raposo domingo, 22 de maio de 2011

Campinas - A primeira vista, a nova Fórmula 1 agradou muita gente. Afinal, aquela categoria chata, na qual quem largava na frente disparava e vencia com tranquilidade, sem brigas e sem emoção não existe mais. O que se vê agora é uma "disputa" intensa por posições, do início ao fim da prova, no pelotão da frente ou pelotão intermediário. Recordes de ultrapassagem são quebrados prova a prova! Quem é que não vai gostar disto?

Mas "mentira tem perna curta"! Os apaixonados pelo esporte começaram a perceber que grande parte das ultrapassagens são artificiais. A diferença entre os concorrentes são tão grandes que não existe briga! Ora pela asa móvel e na maioria das vezes pela diferença de compostos ou situação dos pneus. Na Turquia foi Reginaldo Leme que se queixou na transmissão da Globo e agora, na Espanha, até Galvão Bueno percebeu que tais mudanças não são tão boas assim para o esporte.

Vamos aos fatos desta prova:
a) Treinos Classificatórios: O Q3 fez a Fórmula 1 voltar alguns anos atrás, quando a pole era decidida com uma volta rápida de cada piloto. A necessidade de economizar pneus matou o Sábado! Na Espanha chegamos ao extremo de ver Michael Schumacher preferir não sair dos pits e largar em décimo do que gastar um jogo de pneu. Tá certo que o alemão teve problema no KERS, mas tinha, por exemplo, Pastor Maldonado no Q3 e ele poderia ganhar ao menos uma fila na brincadeira, mas não quis. Na prova, o resultado mostrou que o que aconteceu na qualificação não foi tão extremo assim! O jogo novo deu a Schumacher uma bela vantagem e ele completou a primeira volta já na sexta colocação;

b) Fernando Alonso: O que aconteceu com o espanhol hoje foi um absurdo! Ele foi de líder da corrida na volta 18 a retardatário no fim da prova. Alonso teve problema com um jogo de pneu e teve que antecipar uma parada, mas não fez nenhum pitstop extra. Não justificaria ele perder tanto tempo assim! Talento todos sabem que Alonso tem! Rápida a Ferrari é! Pode até não ser a mais neste ano, mas também não estamos falando de nenhuma Hispânia aqui. Isto é emoção?

c) Jenson Button: O que se viu na volta 36 ultrapassou todos os limites do bom senso! Jenson Button, que havia parado na volta 30 e colocado pneu mole, passou Mark Webber e Fernando Alonso, que pararam na 29 e colocaram duro. Até aí, tudo bem, pois ultrapassagens em corridas são normais. Mas da forma que ele fez, principalmente em cima de Alonso, na parte mista, parecia que estávamos vendo um carro de F1 disputando com outro de F3. Como pesquisado pela amiga Julianne Cerasoli, a diferença entre o pneu mole e o duro para Button na qualificação foi de 2.378 segundos.

d) Nick Heidfeld: No fim da corrida outra situação que parecia impossível de acontecer, mas aconteceu! Nick Heidfeld, que parou na volta 50, obviamente voltou muito rápido, fazendo várias ultrapassagens. Na volta 60, depois de superar o mexicano Sérgio Perez, ele chegou à oitava colocação. Faltavam menos de seis para o fim e ele estava a cerca de 16 segundos de Nico Rosberg, o sétimo colocado. Qualquer um diria que era o limite de Heidfeld, afinal, ele teria que descontar quase 3 segundos por volta para atacar o alemão. Ao ver na volta 61 a diferença entre os dois cantei no twitter que ele chegaria. O companheiro sempre alerta Rodrigo Matar deu uma olhada e como disse acima, também achou que era o limite e respondeu: "Faltando 3 voltas? 10 segundos e meio? Chega não". No fim, o alemão da Lotus-Renault cruzou a linha de chegada 0,4 segundos atrás do compatriota da Mercedes. Excedeu o limite do aceitável!

Todos os fatos citados acima me faz sentir enganado! É como quando você descobre que o Papai Noel não existe. Antes você até se emocionava quando o velhinho te levava os mimos. Mas depois que descobriu, você até dá risada se no natal aquele tiozão aparece vestido com a roupa! Pega o presente feliz, mas aquela emoção de antes que você sentia lá dentro, quando acreditava, não está lá, não existe mais.

1 Responses to F1 - Fórmula 1njusta

  1. A emoção acabou - de um jeito ou de outro - há alguns anos.

     

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters