Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

GP2 - Davide Valsecchi venceu de ponta a ponta

Postado por Thiago Raposo sexta-feira, 27 de maio de 2011

Campinas - Apesar de não sair na pole, o italiano Davide Valsecchi assumiu a ponta logo na largada e de lá não mais saiu durante toda a prova, conquistando a vitória. Surpreendentemente, não teve nenhum incidente na largada e diferente das outras provas desta temporada, não foi preciso safety car na primeira volta.

Na largada, Sam Bird, que era o pole, ficou parado no grid e foi engolido pelo pelotão. Com isto, Valsecchi assumiu a liderança da prova. Ainda na primeira volta, Jules Bianchi que havia ganho duas posições na largada, ganhou mais uma ao superar Josef Kral. Na oitava volta começaram as paradas nos pits e o francês Charles Pic e o espanhol Dani Clos foram os primeiros a entrar. Na nona volta Jules Bianchi, para variar, cometeu um erro e acabou perdendo o bico quando freou tarde demais na saída do túnel e tocou no Giedo Van der Garde. Ao ir para os pits para fazer o reparo, deixou o carro morrer e perdeu ainda mais tempo na prova. E para piorar, a direção de prova resolveu puni-lo com um drive-through pela manobra.

Na volta 12, Par Varhaug bateu o carro no guard rail e provocou uma bandeira amarela localizada. Na mesma volta, Van der Garde levou uma bandeira preta com bola laranja, que indica que ele deveria parar nos pits para reparos no carro. Fairuz Fauzy e Oliver Turvey acabaram sendo informados no meio da prova de um drive-through por queima de largada. Jule Bianchi também queimou, mas como já havia abandonado a prova, ficou livre da punição na prova. Luca Filippi, que retardou a parada e fez um belo trabalho na pista, acabou tendo problemas nos pits e perdeu a chance de voltar na ponta.

Na volta 22, Dani Clos acabou batendo o carro e abandonou a prova e na volta seguinte foi a vez do brasileiro Luiz Razia. O jovem piloto Kevin Ceccon, que largou nas últimas posições, também retardou a parada e acabou formando uma verdadeira procissão atrás dele. O pior para alguns, é que já haviam feito pitstop e estavam perdendo a oportunidade de andarem rápidos para manterem as posições quando todos pararem. Coletti, que era o terceiro antes das paradas, foi um dos que pagou o pato e foi superado tanto por Luca Filippi quanto para Romain Grosjean. Sam Bird e Marcus Ericsson, companheiros de equipe, acabaram se tocando e ambos tiveram que abandonar a prova: Bird com problemas na suspensão e Ericsson com a asa traseira quebrada. O safety-car foi para a pista por causa dos detritos deixado na pista.

A prova recomeçou faltando sete voltas para o fim e Valsecchi sustentou a liderança com tranquilidade. Julian Leal acabou batendo o carro na relargada e também abandonou a prova. A corrida acabou indo para o limite de tempo e o italiano Davide Valsecchi conseguiu vencer com tranquilidade e de quebra, marcou a volta mais rápida da corrida no fim, levando mais pontos extra. Alvaro Parente e Luca Filippi completaram o pódio da prova.

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters