Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

GP2 - Será um ano decisivo para alguns “veteranos” da categoria

Postado por Thiago Raposo sexta-feira, 6 de maio de 2011

Campinas - No próximo fim de semana tem início mais uma temporada da GP2 na Turquia. Principal porta de entrada na Fórmula 1, verá uma disputa intensa de pilotos que podem estar tendo a última chance de acessar a categoria máxima do automobilismo.

O francês Romain Grosjean, que aliás já teve uma passada conturbada pela equipe Renault em 2009, retorna para jogar todas as fichas numa possível volta. No currículo ele tem dois títulos da fase asiática da GP2, mas vai correr com a média DAMS, a qual soma apenas cinco vitórias na categoria.

O também francês Jules Bianchi terá na segunda temporada a pressão de mostrar mais do que apresentou em 2010. Ele chegou à categoria com o status de campeão da F3 Europa e de fazer parte do programa de novos talentos da Ferrari, mas desapontou e correndo pela forte equipe ART, precisará mostrar mais trabalho.

O brasileiro Luiz Razia, da Air Asia, vai para a terceira temporada e apesar de ter sido piloto de teste da equipe Virgin F1 em 2009 e do Team Lotus neste ano, precisa de resultado na pista para convencer alguém a lhe dar a vaga lá em cima. O mesmo se diz do holandês Guido Van der Garde, piloto da Addax e campeão na World Series antes de desembarcar na GP2. Estará na terceira temporada e continua devendo.

Correndo por fora estão: o suíço Fabio Leimer, que também vai para o segundo ano depois de conquistar o título da Fórmula Master, e defenderá a equipe Rapax, campeã de 2010 com Pastor Maldonado. O suéco Marcus Ericsson, campeão da F3 japonesa em 2009, vai correr pela tradicional iSports em sua segunda temporada. Por fim, o italiano Davide Valsecchi, que ao lado de Razia na Air Asia, faz parte do time de teste do Team Lotus F1, vai para a quarta temporada e tem ao seu favor o título da fase asiática da categoria em 2010.

É toda uma geração campeã, que trilhou um longo caminho para chegarem à F1 e que tem a frente o que pode ser a última chance de cada um. E ainda terão que enfrentar alguns estreantes que chegaram e podem dar trabalho, como o mexicano Esteban Gutiérrez, campeão da GP3 em 2010 e que ao lado de Bianchi vai pilotar a forte ART Grand Prix.

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters