Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

British Superbike - Etapa de Thruxton

Postado por MIchele de Souza Ribeiro sexta-feira, 24 de junho de 2011


Londres - A quarta etapa do campeonato britânico aconteceu debaixo de muita chuva no início do mês e todos os olhos estavam voltados para Alex Lowes na primeira corrida do dia, em Thruxton. Até a etapa anterior Lowes havia liderado a categoria Evo do British Superbikes, e após ter deixado a WRF Honda por motivos de contrato, o eletricista de 20 anos de idade foi convidado para pilotar a moto de Stuart Easton para a MSS Colchester Kawasaki na categoria principal. Easton havia se envolvido em um acidente com seu companheiro de equipe Gary Mason durante uma corrida na Irlanda. E Alex Lowes fez por merecer – conquistou a pole em condições de chuva em sua estréia na categoria.
Mas foi Michael  Laverty (Swan Yamaha) quem conquistou sua primeira vitória da temporada em Thruxton, após uma luta épica entre ele e o líder do campeonato 'Shakey' Byrne (HM Plant Honda), que lutou pelo pódio após cair no sábado e iniciar a prova em 33º no grid.

Laverty disse: "Conseguir uma vitória hoje é tirar um peso da minha mente... Eu tinha saído dos 6 primeiros na classificação geral, então sabia que um resultado aqui seria muito importante, e estar de volta no degrau mais alto do pódio é o que precisávamos "!

John Hopkins (Samsung Crescent Racing) saiu na liderança na primeira volta na frente de Michael Rutter (Rapid Solicitors-Bathams Ducati) e Hickman Peter, mas o piloto da Tyco Honda estava apressado, passando a dupla para assumir a liderança no final da primeira volta. Byrne já tinha ganho 16 posições até o final da primeira volta, correndo em 17o e mostrando que seria uma ameaça.
O pole Alex Lowes caiu para quarto lugar na primeira volta, mas já na terceira volta passou na frente da Rutter, enquanto Hopkins voltava a liderar a prova na quarta volta.

Laverty estava correndo em sexto na volta de abertura, mas na quinta volta ele já era o terceiro colocado, enquanto Hickman novamente liderava o pelotão depois de ultrapassar Hopkins. Byrne já era o oitavo e, em seguida, alcançou o pelotão da frente diminuindo a distância de Dan Linfoot (Sorrymate.com Honda) e Chris Walker (Pr1mo Racing Kawasaki) que estavam à sua frente.

Lowes então conseguiu assumir a liderança pela primeira vez para a MSS Colchester Kawasaki na sexta volta depois um movimento determinado para cima de Hopkins e Hickman na saída de curva. Laverty foi, então, do quarto para o segundo lugar na sétima volta.

Tommy Hill foi obrigado a parar nos pits com a segunda Swan Yamaha para trocar seus pneus intermediários por pneus de pista molhada no final da sétima volta. Ele terminou a corrida na 24ª posição.

Em seguida, Laverty passou à frente de Lowes quando a dupla cruzou a linha lado a lado no início da oitava volta, e ele logo começou a abrir uma ligeira vantagem. Depois Lowes sofreu o ataque de Hickman, e uma volta mais tarde Linfoot também passou à frente da MSS Colchester Kawasaki para ficar em terceiro.

Rutter e Byrne brigavam pelo quinto lugar a cinco voltas para o final, enquanto Hopkins tinha caído para sexto. Rutter passou Linfoot  na décima terceira volta, e Byrne fez o mesmo uma volta mais tarde. Rutter e Byrne seguravam terceiro e quarto lugares, respectivamente.

Rutter passou Hickman na penúltima volta e Byrne também aproveitou o movimento enquanto atravessavam a linha para a última volta. Na sequencia, Rutter e Byrne passaram a disputar o segundo lugar. Byrne passou à frente de Rutter, mas a retaliação foi quase instantânea. Byrne o ultrapassou novamente na última volta, mas Rutter passou por dentro na saída de curva para deixar a HM Plant Honda com a segunda colocação.

Hopkins voltou para o quarto lugar na última volta depois de passar Hickman, que foi o quinto, e com Linfoot obtendo o seu melhor resultado da temporada, em sexto. Lowes se manteve em sétimo à frente de Chris Walker, que deu à equipe Pr1mo Racing Kawasaki o seu primeiro top 10, à frente de Josh Brookes na Relentless Suzuki, e Ryuichi Kiyonari na HM Plant Honda completaram os dez primeiros.

Barry Burrell teve sua primeira vitória na equipe Mirror.co.uk (classe Evo), à frente de Glen Richards e Muff Patric, que marcou seu primeiro pódio para a Tyco Honda.

Resultados da primeira corrida em Thruxton:
  1. Michael Laverty (Swan Yamaha)
  2. Michael Rutter (Rapid Solicitors-Bathams Ducati) +1.281s
  3. Shane Byrne (HM Plant Honda) +1.333s
  4. John Hopkins (Samsung Crescent Racing) +1.923s
  5. Peter Hickman (Tyco Honda) +2.473s
  6. Dan Linfoot (Sorrymate.com Honda) +3.097s
  7. Alex Lowes (MSS Colchester Kawasaki) +8.863s
  8. Chris Walker (Pr1mo Racing Kawasaki) +10.948s
  9. Josh Brookes (Relentless Suzuki) +14.718s
  10. Ryuichi Kiyonari (HM Plant Honda) +17.132s

Segunda corrida

'Shakey’Byrne marcou sua terceira vitória na segunda corrida em Thruxton para manter sua liderança no campeonato, à frente de John  Hopkins, que conquistou o lugar no pódio após uma corrida muito disputada.

Michael Rutter largou na frente, mas Byrne roubou a liderança e foi ganhando vantagem. Peter Hickman ficou em segundo na primeira volta à frente de John Hopkins e Rutter também avançou pra cima do americano para deixá-lo em quarto, no início da terceira volta.

Alex Lowes tinha alcançado a quinta posição na quarta volta, e depois passou Michael Laverty e Rutter, respectivamente. Mas o sonho de Lowes de chegar o pódio foi literalmente por água abaixo na sétima volta, quando ele caiu numa saída de curva.

Hickman e Rutter foram, então, disputar o segundo lugar décima volta. Rutter ultrapassou, mas o piloto da Honda Tyco voltou à frente na freada. Rutter estava chegando novamente, mas sofreu um high-side na penúltima volta.

Byrne estava controlando a corrida e Hickman então se estabeleceu em segundo lugar na última volta, enquanto Hopkins foi para cima de Linfoot, chegando em terceiro e garantindo o seu quinto pódio da temporada, na pista que é casa de sua equipe. Linfoot foi para o quinto lugar, mas Tommy Hill levou vantagem e o ultrapassou perto da linha de chegada.

Josh Brookes terminou em sexto à frente de Michael Laverty, enquanto Chris Walker levou seu segundo top 10 para a equipe Pr1mo Kawasaki Racing chegando em oitavo antes de Jon Kirkham. Martin Jessopp da Rapid Solicitors-Bathams Ducati chegou em décimo batendo o francês Loris Baz da Motorpoint Yamaha.

Barry Burrell fez dobradinha para a Mirror.co.uk (classe Evo), à frente de Glen Richards e Andrews Simon.

Resultados da segunda corrida em Thruxton:

1.Shane Byrne (HM Plant Honda)
2.Peter Hickman (Tyco Honda) +10.618s
3.John Hopkins (Samsung Crescent Racing) +15.527s
4.Tommy Hill (Swan Yamaha) +16.980s
5.Dan Linfoot (Sorrymate.com Honda) +17.128s
6.Josh Brookes (Relentless Suzuki) +17.983s
7.Michael Laverty (Swan Yamaha) +22.967s
8.Chris Walker (Pr1mo Racing Kawasaki) +26.881s
9.Jon Kirkham (Samsung Crescent Racing) +32.415s
10.Martin Jessopp (Rapid Solicitors-Bathams Ducati) +34.864s


Classificação do campeonato após a etapa de Thruxton:

1.Shane Byrne (HM Plant Honda) 136
2.John Hopkins (Samsung Crescent Racing) 121
3.Stuart Easton (MSS Colchester Kawasaki) 89
4.Tommy Hill (Swan Yamaha) 70
5.Michael Laverty (Swan Yamaha) 69
6.Peter Hickman (Tyco Honda) 68

Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters