Subscribe to web2feel.com
Subscribe to web2feel.com

V8 - Prova especial conta com presença de brasileiros

Postado por Thiago Raposo segunda-feira, 24 de outubro de 2011


E Surfers Paradise na Austrália recebeu a V8 Supercars no último final de semana para a disputa da Gold Coast 600. Como o nome mesmo diz, foram 600 km disputados em duas provas de 300 e que teve como grande atração a presença de vários pilotos convidados. Cada piloto titular dividia o carro com algum outro grande nome do automobilismo mundial. O Brasil foi representado por Hélio Castroneves, Gil de Ferran e Augusto Farfus Jr. Vamos as provas...

Corrida 1
Na largada, Sebastien Bourdais sustentou a primeira colocação seguido do finlandês Mikka Salo, que superou o australiano Ryan Briscoe na largada. Logo na segunda volta, Andy Priaulx que corria junto com o Craig Lowndes, abandonou com problemas no carro. Boris Said, que largou em quarto, perdeu bastante terreno depois do início da prova e na décima volta estava em sétimo.

Na volta 19, Richard Lyons sofreu um drive-through depois de tocar em Marc Lieb, que acabou batendo nos pneus. Dirk Müller foi outro que rodou voltas seguintes e se arrastou até os pits. Entre a volta 35 e 40, os pilotos convidados começaram a parar nos pits para dar lugar aos titulares e Jamie Whincup voltou na frente.

Na 52, o safety car foi para a pista devido a detritos na pista, de um cone delimitador de uma chicane que quebrou. James Courtney se deu bem com a interrupção e ganhou várias posições, pulando para terceiro. A relargada foi dada na volta 54 e Whincup sustentou a primeira colocação. Poucas voltas depois a amarela foi novamente acionada, devido ao mesmo problema.

Na 58, a prova recomeçou e Whincup que parou nos pits, perdeu a liderança. James Moffat assumiu assim a liderança da prova. E no fim da corrida, já na volta 90, o safety car retornou a pista devido a detritos. Whincup já estava na liderança, pois Moffat tinha acabado de parar devido ao combustível. Na 93, a prova recomeçou com Whincup tranquilo na frente e ele confirmou a vitória sem nenhum problema.

1

Jamie Whincup / Sebastian Bourdais






2

Will Davison / Mika Salo






3

Mark Winterbottom / Richard Lyons






4

James Moffat / Joey Hand






5

Fabian Coulthard / Patrick Long






6

Greg Murphy / Oliver Gavin






7

Rick Kelly / Jorg Bergmeister






8

Michael Caruso / Augusto Farfus Jr






9

Jonathon Webb / Gil de Ferran






10

Lee Holdsworth / Simon Pagenaud






11

Garth Tander / Ryan Briscoe






12

Tim Slade / Helio Castroneves






13

Todd Kelly / Richard Westbrook






14

James Courtney / Darren Turner






15

Paul Dumbrell / Christian Klein






16

Shane van Gisbergen / Emanuele Pirro






17

Jason Bargwanna / Allan Simonsen






18

Steve Owen / Boris Said






19

David Reynolds / Alex Tagliani






20

Dean Fiore / Gianni Morbidelli






21

Jason Bright / Sarrazin Stephane






22

Russell Ingall / Jan Magnussen






23

Alex Davison / Marc Lieb






DNF

Tony D'Alberto / Vitantonio Liuzzi






DNF

Craig Lowndes / Andy Priaulx






DNF

Steven Johnson / Dirk Muller






DNF

Warren Luff / Marino Franchitti






DNF

Karl Reindler / Fabrizio Giovanardi








Corrida 2
Na largada, Sebastien Bourdais saiu bem novamente e manteve a primeira posição enquanto Ryan Briscoe não largou tão bem e perdeu várias posições logo de cara. Christian Klien acabou rodando e o safety car foi logo para a pista. Na volta 5, a prova recomeçou e Bourdais não teve problemas em sustentar a ponta com Andy Priaulx em segundo. Jan Magnussen foi punido com uma bandeira preta por ter provocado o acidente com o Klien.

Briscoe, com problemas nos carro, se arrastava na pista na volta 12. Mika Salo, que corrida na quarta colocação, teve um pneu furado na volta 33 e perdeu várias posições. Na 35, os pilotos convidados começaram a parar nos pits para troca de pilotos e o Craig Lowndes conseguiu voltar a frente do Whincup, mas com o pneu mais quente, o #88 superou o #888 na pista. Na 43, o brasileiro Augusto Farfus acabou batendo na barreira de pneus, mas conseguiu continuar na prova.

No meio da prova, o safety car acabou voltando para a pista devido a detritos na pista. Na 47, a prova recomeçou e Whincup não teve problemas para manter a liderança. Na 55, Giane Morbidele acabou rodando na pista e levou o safety car para pista. Na 58, mais uma relargada e Will Davison, que não parou nos pits na amarela, estava na ponta. Algumas voltas depois, no entanto, ele parou e Whincup voltou para ponta, bastante pressionado pelo Mark Winterbott. A pressão acabou surgindo efeito e Winterbott fez a ultrapassagens na última volta, ficando com a vitória.

1

Mark Winterbottom / Richard Lyons






2

Jamie Whincup / Sebastian Bourdais






3

Lee Holdsworth / Simon Pagenaud






4

Greg Murphy / Oliver Gavin






5

Rick Kelly / Jorg Bergmeister






6

James Courtney / Darren Turner






7

Steve Owen / Boris Said






8

Russell Ingall / Jan Magnussen






9

Todd Kelly / Richard Westbrook






10

Tim Slade / Helio Castroneves






11

David Reynolds / Alex Tagliani






12

Steven Johnson / Dirk Muller






13

Jonathon Webb / Gil de Ferran






14

Will Davison / Mika Salo






15

Fabian Coulthard / Patrick Long






16

Shane van Gisbergen / Emanuele Pirro






17

Jason Bargwanna / Allan Simonsen






18

Alex Davison / Marc Lieb






19

Tony D'Alberto / Vitantonio Liuzzi






20

Craig Lowndes / Andy Priaulx






21

Michael Caruso / Augusto Farfus Jr






22

Karl Reindler / Fabrizio Giovanardi






23

Garth Tander / Ryan Briscoe






DNF

James Moffat / Joey Hand






DNF

Dean Fiore / Gianni Morbidelli






DNF

Jason Bright / Sarrazin Stephane






DNF

Warren Luff / Marino Franchitti






DNF

Paul Dumbrell / Christian Klein






Calendário

Videoteca

Twitter


Postagens populares

Newsletters